Al-Attiyah vence disputa contra pilotos da Peugeot em San Juan, mas Peterhansel fica perto do 12º título do Dakar

Restando agora apenas dois dias para o desfecho do Rali Dakar, Stéphane Peterhansel sabe muito bem o que precisa fazer para sustentar a confortável vantagem de quase uma hora para Nasser Al-Attiyah e confirmar o título do Dakar 2016. Agora, é apenas marcar o catariano, que venceu a etapa desta quinta-feira entre La Rioja e San Juan

A icônica parceria entre Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret pode resultar em um incrível sexto título do Dakar nos carros, o 12º no total para o lendário piloto francês. Depois de reassumir a liderança da edição de 2016 do maior e mais desafiador rali do mundo, o experiente representante da Peugeot fez a lição de casa, não cometeu erros e marcou seu principal concorrente ao título, Nasser Al-Attiyah, nesta quinta-feira (14). Assim, a vitória nas etapas que restam para o fim da prova é o que menos importa. O que vale para Peterhansel é estar sempre próximo aos seus adversários. Al-Attiyah venceu a apertada 11ª e antepenúltima especial do Dakar 2016, entre as cidades argentinas de La Rioja e San Juan, mas diminuiu pouco a vantagem para o francês, que está muito perto de faturar a taça.
 
A etapa desta quinta-feira foi protagonizada por três pilotos: Peterhansel, Al-Attiyah e Sébastien Loeb, que provou que o infortúnio vivido na última segunda-feira, quando capotou seu Peugeot 2008DKR não o abalou, e prova disso é a performance crescente que o eneacampeão mundial de rali de velocidade vem impondo desde então ao lado do navegador Daniel Elena.
 
A luta pela vitória começou com os três pilotos sendo separados por apenas um minuto no primeiro posto de cronometragem, com Loeb à frente dos demais. No segundo waypoint, Seb manteve a liderança, mas separado por apenas 1s de Peterhansel. Cyril Despres apareceu bem nesta fase e subiu para terceiro, enquanto Nasser passou apenas em sexto. Mas o francês, que fez história no Dakar com o pentacampeonato nas motos e realiza sua segunda prova como piloto da Peugeot, caiu na sequência da prova, perdendo posições importantes.
Stéphane Peterhansel está bem perto do título do Dakar 2016 (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool)
Nasser reagiu e passou o WP3 em quarto, atrás de Loeb, Peterhansel e Hirvonen, que faz um grande Dakar de estreia como piloto da Mini. Al-Attiyah começou a engrossar a disputa no quinto posto de cronometragem, quando assumiu a liderança da especial, seguido por Peterhansel e Loeb, enquanto o experiente e campeão do Dakar em 2009, Giniel de Villiers, passava em quarto.
 
Peterhansel chegou a reassumir a ponta da especial no WP6, mas Nasser voltou à liderança da etapa até à meta, em San Juan, mas ganhando muitos minutos em relação a Peterhansel, fechando a disputa em 4h49min16s de tempo total. A vantagem de Al-Attiyah em relação ao líder geral do Dakar nos carros após 431 km de trecho cronometrado nesta quinta-feira foi de 8min05s. Entre eles ficou Loeb, consolidando a reação em sua primeira participação no Dakar. O dono do Peugeot #314 terminou o dia a 5min52s do tempo aferido por Nasser, em segundo lugar.
 
A surpresa foi a presença de Hirvonen em terceiro, crescendo muito na fase final do Dakar e mostrando um ritmo consistente ao longo de toda a prova, sem cometer muitos erros e guiando como um veterano na prova. Mikko terminou à frente do próprio Peterhansel, quarto colocado na especial rumo a San Juan.
 
O quinto lugar na etapa foi do saudita Yazeed Al-Alrajhi, que tem um bom desempenho, sobretudo em etapas com predomínio de areia. O piloto da Toyota chegou à frente de Nani Roma, sexto. 
Nasser Al-Attiyah está muito distante de Peterhansel na classificação geral do Dakar (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool)
O experiente espanhol, companheiro de equipe de Al-Attiyah e Hirvonen na Mini X-Raid, não apareceu nos pontos de cronometragem ao longo da etapa por um problema no aparelho que faz sua identificação, mas o piloto apareceu na meta à frente de dois fortes pilotos: De Villiers, sétimo colocado com seu Toyota, e Despres, que terminou a etapa em oitavo, à frente de outros dois protótipos da Toyota: Leeroy Poulter, em nono, e Vladimir Vasilyev, décimo.
 
É bem verdade que a vantagem de Peterhansel para Al-Attiyah diminuiu, mas nada que ameace a liderança do experiente piloto francês. Restando apenas duas etapas para a definição do Dakar, Peterhansel tem 37h42min20s de tempo total, 51min55s de frente para o catariano. Giniel de Villiers mantém uma boa terceira colocação, 1h17min24s atrás do líder do Dakar. Hirvonen e Poulter completam a lista dos cinco melhores da classificação geral nos carros.
 
Na sexta-feira, a caravana do Dakar retorna a Córdoba. Villa Carlos Paz vai receber a penúltima etapa da edição 2016 do maior rali do mundo, que se encerra no próximo sábado, em Rosário.

Rali Dakar 2016, carros, resultados da 11ª etapa:

1 300 NASSER AL-ATTIYAH
MATTHIEU BAUMEL
CAT X-RAID
MINI
4:49:16 04:49:16
2 314 SÉBASTIEN LOEB
DANIEL ELENA
FRA TEAM PEUGEOT
PEUGEOT
4:55:08 00:05:52
3 315 MIKKO HIRVONEN
MICHEL PÉRIN
FIN X-RAID
MINI
4:56:17 00:07:01
4 302 STÉPHANE PETERHANSEL
JEAN-PAUL COTTRET
FRA TEAM PEUGEOT
PEUGEOT
4:57:21 00:08:05
5 305 YAZEED ALRAJHI
TIMO GOTTSCHALK
SAL TOYOTA SOUTH AFRICA
TOYOTA
5:01:13 00:11:57
6 304 NANI ROMA
ALEXANDRE HARO
ESP X-RAID
MINI
5:01:30 00:12:14
7 301 GINIEL DE VILLIERS
DIRK VON ZITZEWITZ
RSA TOYOTA SOUTH AFRICA
TOYOTA
5:02:14 00:12:58
8 322 CYRIL DESPRES
DAVID CASTERA
FRA TEAM PEUGEOT
PEUGEOT
5:04:07 00:14:51
9 319 LEEROY POULTER
ROBERT HOWIE
RSA TOYOTA SOUTH AFRICA
TOYOTA
5:09:59 00:20:43
10 307 VLADIMIR VASILYEV
KONSTANTIN ZHILTSOV
RUS G ENERGY
TOYOTA
5:10:45 00:21:29
 
VIU ESSA? PILOTO DÁ SURRA EM RIVAL EM PROVA DE MOTO

determinarTipoPlayer(“15733473”, “2”, “0”);
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar