Evans herda liderança após Tänak quebrar suspensão no Rali de Portugal

Ott Tänak teve de abandonar com problemas na suspensão do carro. Melhor para Elfyn Evans, que assume controle do Rali de Portugal do WRC com um dia de disputa pela frente

Álex Palou foi a primeira vítima na classificação em Indianápolis (Vídeo; Reprodução)

Deu tudo errado para Ott Tänak no sábado (22) do Rali de Portugal, válido pelo Mundial de Rali. O piloto estoniano liderava com uma vantagem magra, isso até a suspensão traseira esquerda do Hyundai falhar e forçar o abandono. Melhor para Elfyn Evans, que herda a liderança com apenas um dia de disputa pela frente.

O timing da quebra foi cruel. Tänak ganhava força no Rali de Portugal, aumentando a vantagem de 6s para 22s. O britânico estava mais preocupado com Dani Sordo, que ensaiava uma aproximação. Eis que tal briga, originalmente pelo segundo lugar, passou a ser pela vitória.

Elfyn Evans virou líder do Rali de Portugal (Foto: Red Bull Content Pool)

Sordo fecha o dia 10s atrás de Evans. Sébastien Ogier agora é o terceiro colocado, mas já com 1min04s de déficit para o novo líder. Takamoto Katsuta e Adrien Fourmaux completam o top-5, também dependendo de enormes reviravoltas para de fato sonhar com a vitória no último dia de rali.

O abandono em Portugal é um novo golpe nas tentativas de Tänak de ganhar terreno na luta pelo título. O estoniano já tinha aberto 2021 com abandono no Rali de Monte Carlo após acidente forte, precisando agora apostar na regularidade para reagir. Com o segundo abandono em quatro corridas, resta saber o tamanho do déficit para o líder ao fim da etapa portuguesa.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar