Rovanperä vence Rali do Quênia em final de semana histórico para Toyota no WRC

Rumo ao primeiro título mundial, Kalle Rovanperä acumulou mais uma vitória na temporada 2022 do WRC no Rali do Quênia, com direito a recorde de 29 anos quebrado pela Toyota

COMO FUNCIONAM OS TESTES DO NOVO CARRO GEN3 DA FÓRMULA E?

Kalle Rovanperä garantiu sua quarta vitória da temporada 2022 do Mundial de Rali, neste domingo (26), ao segurar a liderança pelo terceiro dia consecutivo no Rali do Quênia. O final de semana se provou o mais desafiador do ano até aqui para todos os pilotos, que sofreram com quebras, acidentes, falta de visibilidade e muita — mas muita — lama. No fim, o finlandês e seu navegador Jonne Halttunen terminaram 52s8 à frente de Elfyn Evans, segundo colocado.

O fim de semana foi histórico também para a Toyota, que assegurou os quatro primeiros lugares pela primeira vez em 29 anos de disputa — desde 1993, no próprio Quênia. Além de Rovanperä na ponta e Evans no segundo lugar, Takamoto Katsuta completou o pódio e Sébastien Ogier deu prosseguimento à recuperação para terminar na quarta posição.

Apesar de parecer, não foi uma etapa fácil para Rovanperä. O finlandês de 21 anos viu Ogier dominar o início do final de semana, mas aproveitou um furo de pneu do campeão para tomar a ponta — e não largar mais. Mesmo com um mal-estar, o qual ainda não revelou o motivo, Kalle se sobressaiu em um cenário caótico sob chuva no sábado e aumentou a vantagem para selar a conquista no domingo.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Katsuta garantiu seu segundo pódio consecutivo no Quênia (Foto: WRC)

“É ótimo! Tenho que dizer, esse foi o Rali mais difícil que eu já disputei”, admitiu Rovanperä após a vitória. “Sendo honesto, apenas temos que agradecer à equipe. Ter quatro carros assim, sem problemas, mostra claramente qual é o carro mais forte e mais rápido. O time fez um trabalho fantástico”, celebrou.

Entre os pilotos que completaram o pódio, Evans perdeu terreno em relação ao líder mas conseguiu manter a segunda colocação após sofrer com um furo de pneu no sábado, além de um problema no esguicho do para-brisa. Ainda assim, terminou com uma vantagem confortável de 49s9 em relação a Katsuta.

O japonês, por sua vez, mostrou que entende do Rali Safari: foi o segundo pódio consecutivo de Takamoto no Quênia, após conquistar a segunda posição no ano passado. O vencedor de 2021, aliás, ficou logo atrás de Katsuta: o octacampeão Sébastien Ogier viu suas chances de vitória se esvaírem ainda na sexta, com um furo no pneu, além de ainda ter que lidar com uma pane no carro durante o sábado.

Com isso, o francês tentou emplacar uma recuperação após retornar à disputa e ganhou algumas posições — chegou a ser sexto após o sétimo estágio — para terminar em quarto. Quem não ficou feliz com a subida de Ogier foi Thierry Neuville, primeiro carro da Hyundai na classificação — porém, a 8min30s do atual campeão, em quinto.

Neuville segue na segunda posição do campeonato, mas viu Rovanperä aumentar distância no Quênia (Foto: WRC)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Aliás, enquanto o dia foi histórico para a Toyota, a Hyundai provavelmente prefere esquecer. Os carros da equipe sofreram com a confiabilidade durante todo o final de semana, e as posições na tabela confirmam a etapa negativa: além de Neuville em quinto, Oliver Solberg foi apenas décimo e Ott Tänak abandonou.

No fim, o top-10 da classe principal ficou nesta ordem: Rovanperä, Evans, Katsuta, Ogier, Neuville, Craig Breen, Jourdan Serderidis, Sébastien Loeb, Solberg e Adrien Formaux. Se for considerada a classificação geral — que envolve todas as classes —, vale destacar a presença do polonês Kajetan Kajetanowicz, que conseguiu o oitavo lugar geral mesmo pertencendo ao WRC2 [categoria inferior à principal].

Com os resultados do Quênia, Rovanperä segue firme rumo ao seu primeiro título em uma carreira meteórica até aqui, com 145 pontos — 65 a mais do que o segundo colocado Neuville. Ott Tänak é o terceiro, com 62, mesma pontuação de Katsuta, que aproveitou o abandono do estoniano para empatar na classificação. Por fim, Craig Breen fecha o top-5 com 60 tentos.

A segunda metade da temporada do WRC 2022 começa já no próximo mês, com pilotos e equipes aquecendo os motores para a disputa do Rali da Estônia, entre os dias 14 e 17 de julho.

O bizarro acidente de Gus Greensmith, em que os fiscais filmaram ao invés de prestarem assistência (Vídeo: Reprodução/Twitter)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar