Organização do Dakar divulga roteiro de 2017 com inclusão do Paraguai e promessa de ser “a edição mais difícil”

A organização do Rali Dakar detalhou a trajetória da edição de 2017, que tem com grande novidade o Paraguai. A ideia é percorrer áreas pouco exploradas em edições anteriores, focando em regiões marcadas pela altitude

A organização do Rali Dakar divulgou nesta quarta-feira (23) a versão final do roteiro da competição em 2017. Nele, uma novidade: o Paraguai passa a receber as competições junto da Argentina e da Bolívia. O país estreante vai receber a primeira das 12 etapas de competição, que devem acumular um total de 9000km.
 
Como de costume, a largada vai ser dada já em 2 de janeiro. A competição se encerra no dia 14 de janeiro – dois dias a menos na comparação com 2015, que se alongou até 16. Mesmo assim, a ideia de visitar novas regiões leva a organização a cravar que a edição de 2016 será a mais exigente de todas.
 
“Vamos levar o Dakar para uma nova dimensão”, apontou Marc Coma, diretor esportivo do Dakar, em entrevista ao jornal ‘Marca’. “Será o Dakar mais difícil, muito diferente dos outros. Temos um novo país, a parte noroeste da Argentina em que ainda não havíamos corrido, e uma parte da Bolívia que não foi explorada até agora, muito diferente da que conhecemos”, seguiu.
O roteiro do Rali Dakar 2017 (Foto: Divulgação)
Além da questão de explorar territórios novos, a altitude deve virar um fator ainda mais importante. Seis das 12 etapas serão realizadas acima dos 3000 metros de altura, em alguns casos chegando aos 4000.
 
A edição de 2016 tem 391 veículos – carros, motos, quadriciclos e caminhões – inscritos. É um aumento considerável na comparação com os 354 de 2015. 
 
Mas, dentre os brasileiros, o que se vê é uma participação menos expressiva, com cinco inscrições. Gregório Caselani, Richard Fliter e Ricardo Martins correm com motos; Marcelo Medeiros vai de quadriciclos; e a dupla Leandro Torres e Lourival Roldan pinta nos carros.
O cronograma do Rali Dakar 2017 (Foto: Divulgação)
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar