Avassalador, Gomes supera parceiro Fraga no fim e garante 1-2 da Voxx no segundo treino da Stock Car em Curitiba

Com um desempenho espetacular, Marcos Gomes manteve a invencibilidade no fim de semana em Curitiba. Depois de liderar com autoridade o treino de sexta-feira, o líder do campeonato foi o único a bater Felipe Fraga, tirando proveito da ótima forma da equipe Voxx Racing, que garantiu 1-2 na sessão deste sábado de manhã em Curitiba. Cacá Bueno foi o terceiro colocado

Os bons ventos de Curitiba continuam soprando em favor de Marcos Gomes. Líder da temporada 2015 e grande favorito à conquista do título da Stock Car, o paulista manteve a invencibilidade no autódromo paranaense neste fim de semana e, depois de liderar o primeiro treino, na sexta-feira, não deixou pedra sobre pedra para liderar também a sessão realizada na nublada e fria manhã deste sábado (17).

Com o tempo de 1min18s759, Gomes superou Felipe Fraga, seu companheiro de equipe na Voxx Racing, já no fim da sessão, e garantiu a liderança do treino. A diferença entre os dois pilotos foi de apenas 0s043. Já a vantagem de Gomes para o terceiro colocado, Cacá Bueno, foi bem maior: 0s220.

Max Wilson fechou a manhã em quarto colocado, enquanto Allam Khodair completou o rol dos cinco primeiros. Ricardo Zonta completou um bom treino em Curitiba para fechar em sexto, à frente de Daniel Serra. Ricardo Maurício, Thiago Camilo e Julio Campos completaram a relação dos dez primeiros colocados em Curitiba.

Marcos Gomes continua dando as cartas em Curitiba neste fim de semana (Foto: Marcus Cicarello/Hyset/RF1)

Saiba como foi o segundo treino livre da Stock Car em Curitiba:

O primeiro grupo que foi à pista nesta manhã foi formado por Felipe Fraga, Lucas Foresti, Daniel Serra, Rafael Suzuki, Ricardo Zonta, Ricardo Maurício, Vitor Genz, Diego Nunes, Julio Campos, Bia Figueiredo, Sergio Jimenez, Raphael Matos, Raphael Abbate, Cesar Ramos, Thiago Camilo e Allam Khodair.

Esse grupo encarou a pista com a temperatura um pouco mais fria, já que o clima em Curitiba seguia nublado, porém sem risco de chova, ao menos neste primeiro momento do sábado.

No início, o treino teve o predomínio da Voxx Racing com Fraga, que logo de cara marcou 1min19s537, tempo apenas um pouco inferior ao que fora estabelecido por Gomes no primeiro treino, na sexta-feira. Em seguida, o mesmo Felipe anotou 1min19s456 e marcou a então melhor marca do fim de semana. Marca que, certamente, seria batida pouco depois.

Fraga era seguido por Camilo e Serrinha. Até que veio Zonta, piloto da casa, para desbancar Felipe da ponta ao registrar 1min19s401. Mas o dono do carro #10 foi superado em seguida pelos rápidos Allam Khodair e Diego Nunes, primeiro e segundo, respectivamente.

Pouco depois, Serrinha acabou por cometer um erro na entrada do ‘S’ e rodou na pista, levando a direção de prova a interromper o treino com bandeira vermelha. Mas o piloto da Red Bull logo regressou aos boxes sem auxílio de carro de serviço, e o treino voltou ao seu normal em seguida.

Até que a liderança de Khodair durou algum tempo, mas o ‘Japonês Voador’ foi superado, novamente por Fraga, que anotou 1min19s062 e subiu para a ponta. A pista estava um pouco mais rápida em relação à sexta-feira, mas alguns pilotos enfrentavam problemas de aderência e deram algumas escapadas, algo normal para quem estava à procura do limite antes do treino classificatório de logo mais.

Felipe Fraga ficou bem perto de liderar a sessão deste sábado. Só ficou atrás de Marcos Gomes (Foto: Rafael Gagliano/Hyset/RF1)

Quanto restavam 27 minutos para o fim do treino para o G1, Matos parou na saída do pit-lane e levou a direção de prova a novamente interromper a sessão com bandeira vermelha. O carro #2 do mineiro da equipe Carlos Alves foi recolhido do trecho e, em seguida, a sessão foi retomada.

Daí em diante, o treino seguiu com um ritmo muito intenso na pista, mas sem a mesma troca frenética de líderes vista na sexta-feira. Levou um tempo razoável para que Fraga fosse batido, e o responsável pelo feito foi Zonta, que voltou à ponta ao marcar 1min19s038, meros 0s024 mais rápido que o piloto de Tocantins.

Com menos de cinco minutos para o fim da sessão para o G1, o tráfego era muito intenso, mas ainda havia alguma margem para melhora. Tanto que Fraga respondeu Zonta em seguida e voltou à ponta ao registrar 1min18s802, enfiando 0s236 no paranaense e praticamente selando a ponta no G1, comprovando o ótimo desempenho dos carros da Voxx Racing.

A bandeirada foi dada com Fraga em primeiro, Khodair em segundo, Zonta em terceiro, Serrinha e Ricardo Maurício completando o rol dos cinco primeiros. Restavam, pois, os pilotos do segundo grupo para a hora final de sessão em Curitiba.

O grupo 2 foi à pista com a mesma formação da sexta-feira: Marcos Gomes, Luciano Burti, Max Wilson, Valdeno Brito, Rubens Barrichello, Cacá Bueno, Popó Bueno, Galid Osman, Antonio Pizzonia, Átila Abreu, Tuka Rocha, Gabriel Casagrande, Felipe Lapenna, Denis Navarro, Gustavo Lima e os estreantes Felipe Guimarães e Mauro Giallombardo.

O clima seguia bastante fechado em Curitiba, e o asfalto ainda estava um tanto frio, o que tornava a condição da pista bem complicada no quesito aderência. Algo que novatos e experientes sentiram na pele e quase ao mesmo tempo. Tanto Max Wilson, renovado com a RC para 2016, quanto o jovem argentino Giallombardo, rodaram em pontos diferentes da pista e levaram a direção de prova a acionar novamente a bandeira vermelha.

Mas a sessão foi reiniciada pouco depois, de modo que os pilotos não perderam tempo de pista. Entretanto, as marcas estabelecidas pelo G2 eram, àquela altura da sessão, bem inferiores ao que registraram os pilotos do G1. O melhor do segundo grupo era Luciano Burti, que vinha em 13º no geral.

Cacá Bueno apareceu em terceiro, mas com tempo bem atrás em relação ao de Gomes (Foto: Bruno Terena/Red Bull Content Pool)

Só que o treino foi novamente interrompido, desta vez com uma bandeira vermelha em razão de uma rodada de Galid Osman. Assim, o Grupo 2 empatou com o G1 em paralisações: duas para cada um.

Quando o treino foi retomado, com 26 minutos para o fim, Marcos Gomes era o melhor do G2. Oitavo na classificação da sessão, o líder do campeonato tinha 1min19s312, contra 1min18s802 do parceiro Fraga. Em seguida, Gomes melhorou seu tempo em 0s15 e subiu para sexto lugar. Mas Marquinhos acabou sendo batido em seguida por Cacá Bueno, seu adversário mais direto na luta pela taça. O pentacampeão superou Gomes por meros 0s005.

Mas Gomes manteve a ascensão, o bom desempenho e cada vez mais se aproximava de Fraga. Com 1min19s067, o paulista do carro #80 ficou muito perto de Khodair e Zonta, embora ainda estivesse 0s265 do tempo do seu parceiro. A bela performance denotava que a Voxx Racing estava mesmo em grande forma em Curitiba.

E aí, com 11 minutos para o fim da sessão, nova bandeira vermelha. Desta vez, por uma escapada na brita de Casagrande. Coisa rápida, pois a pista foi liberada três minutos depois para a fase final do treino livre.

Nos minutos finais, Max Wilson fez grande volta e subiu para segundo, mas o piloto da RC, segundos depois, foi superado por Gomes, que quebrou a barreira de 1min19s ao anotar 1min18s899, exatos 0s097 atrás do tempo de Fraga. Era a grande amostra de que a Voxx Racing era a equipe a ser batida no fim de semana.

Irresistível, Gomes usou e abusou da grande fase para se colocar finalmente à frente de Fraga e de todo o resto. Com 1min18s759, Marquinhos completou belíssima volta e se colocou no topo da tabela de tempos do segundo treino e, além disso, se consolidou como grande favorito à pole-position logo mais.

A definição do grid de largada da corrida 1 da Stock Car em Curitiba está marcada para 12h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ as atividades da décima etapa da temporada com os jornalistas Evelyn Guimarães e Fernando Silva.

Stock Car, décima etapa, Curitiba, treino livre 2:

1 80 MARCOS GOMES SP VOXX Peugeot 1:18.759   24
2 88 FELIPE FRAGA PA VOXX Peugeot 1:18.802 +0.043 24
3 0 CACÁ BUENO RJ RED BULL Chevrolet 1:18.979 +0.220 21
4 65 MAX WILSON SP RC Chevrolet 1:19.013 +0.254 25
5 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet 1:19.028 +0.269 28
6 10 RICARDO ZONTA PR A.MATTHEIS Chevrolet 1:19.038 +0.279 27
7 29 DANIEL SERRA SP RED BULL Chevrolet 1:19.112 +0.353 24
8 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet 1:19.143 +0.384 23
9 21 THIAGO CAMILO SP RCM Chevrolet 1:19.210 +0.451 27
10 4 JÚLIO CAMPOS PR MICO'S Peugeot 1:19.257 +0.498 27
11 51 ÁTILA ABREU SP AMG Chevrolet 1:19.310 +0.551 26
12 12 LUCAS FORESTI DF AMG Chevrolet 1:19.310 +0.551 16
13 77 VALDENO BRITO PB A.MATTHEIS Chevrolet 1:19.331 +0.572 28
14 73 SÉRGIO JIMENEZ SP C2 Chevrolet 1:19.364 +0.605 22
15 70 DIEGO NUNES SP VOGEL Chevrolet 1:19.381 +0.622 26
16 14 LUCIANO BURTI SP RZ Chevrolet 1:19.516 +0.757 26
17 5 DENIS NAVARRO SP VOGEL Chevrolet 1:19.541 +0.782 25
18 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet 1:19.588 +0.829 26
19 46 VITOR GENZ RS BOETTGER Peugeot 1:19.607 +0.848 25
20 28 GALID OSMAN SP RCM Chevrolet 1:19.620 +0.861 21
21 2 RAPHAEL MATOS MG CARLOS ALVES Peugeot 1:19.635 +0.876 16
22 3 BIA FIGUEIREDO SP BASSANI Peugeot 1:19.746 +0.987 27
23 8 RAFAEL SUZUKI SP RZ Chevrolet 1:19.762 +1.003 27
24 66 FELIPE GUIMARÃES GO BOETTGER Peugeot 1:19.782 +1.023 28
25 83 GABRIEL CASAGRANDE PR C2 Chevrolet 1:19.807 +1.048 16
26 25 TUKA ROCHA RJ BASSANI Peugeot 1:19.832 +1.073 23
27 26 RAPHAEL ABBATE SP HOT CAR Chevrolet 1:19.886 +1.127 28
28 74 POPÓ BUENO RJ CAVALEIRO Peugeot 1:20.006 +1.247 21
29 11 CÉSAR RAMOS SP CAVALEIRO Peugeot 1:20.030 +1.271 27
30 1 ANTONIO PIZZONIA AM MICO'S Peugeot 1:20.122 +1.363 27
31 110 FELIPE LAPENNA SP CARLOS ALVES Peugeot 1:20.127 +1.368 22
32 16 MAURO GIALLOMBARDO ARG HOT CAR Chevrolet 1:20.335 +1.576 19
33 9 GUSTAVO LIMA PR PROGP Chevrolet 1:20.539 +1.780 27

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube