Barrichello supera “frio na barriga” após quase cair no Q1 e é 2° no grid em Londrina: “Foi perfeito”

Rubens Barrichello ficou apenas em 15° na primeira parte do treino de classificação da etapa de Londrina neste sábado (20) e passou no limite para o Q2. O #111 se recuperou e sai em segundo, atrás de Felipe Fraga - e comemorou a colocação

Andando pela área dos boxes após o treino de classificação da etapa de Londrina da Stock Car, neste sábado (20), os gritos das crianças da LBV trazidas para acompanhar os trabalhos na tarde paranense eram escutados bem alto e em uníssono: "Rubinho! Rubinho!". Eles comearam com a aproximação de Rubens Barrichello, que falava com o GRANDE PRÊMIO instantes após garantir a segunda colocação no grid da corrida 1 no próximo domingo.

"Olha aí. Preciso de mais alguma coisa? Não, né?", comentou, emocionado com o carinho dos jovens.

O dono do #111, de nova pintura azul para a corrida no Paraná, explicava como conseguiu a segunda posição, com 1min10s620, pouco atrás de Felipe Fraga, o pole, que anotou 1min10s487. "Foi perfeito", disse, comparando a volta deste sábado com a de maio, quando também em Londrina foi pole.

"Eu quase não entrei entre os 15 primeiros (ele foi 15° na primeira parte do classificatório, o limite para avançar). A partir daí foi um dia bom. Nosso carro não estava tão legal quanto na última corrida (no circuito paranaense) então estar em segundo, para mim, é um grande resultado hoje", disse.

Rubens Barrichello (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm)

Barrichello também assumiu que sofreu com "frio na barriga" com a ansiedade de saber se cairia já no Q1 – ele andou no primeiro grupo e ficou, entre os 13 que abriram o treino, em 11°. Outros quatro pilotos do grupo 2 fizeram melhor tempo e ele passou com a última vaga.

"Dá, dá muito frio na barriga. Dá muito frio", contou. "Você está no chão, o cara já te deu um soco e você está esperando tocar o ringue, mas você fala assim: 'não, eu consigo levantar, espera só uns segundinhos!'", brincou.

"Não é fácil, não", completou o atual quarto colocado da Stock Car, com 161 pontos. O líder, Daniel Serra, tem 234.

A largada da corrida 1 está marcada para domingo a partir de 12h (horário de Brasília), com a segunda prova começando às 13h05. O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a etapa de Londrina neste fim de semana com Felipe Noronha e Rodrigo Berton.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube