Batendo às portas do título da Stock Car, Gomes admite ansiedade, mas diz que será difícil sair de Tarumã como campeão

Para coroar a melhor fase da carreira com seu primeiro título na Stock Car, Marcos Gomes tem pela frente seu primeiro ‘match-point’: duas corridas para abrir mais 11 pontos de vantagem para o segundo colocado, hoje o pentacampeão Cacá Bueno. Mas o piloto da Voxx Racing não quer mudar sua abordagem e prefere tratar uma corrida de cada vez. Tudo com o objetivo de “controlar a ansiedade para não atrapalhar”

Se mantiver a grande fase e o bom desempenho exibido nas últimas corridas da temporada 2015 da Stock Car, Marcos Gomes tem tudo para sair de Tarumã com seu primeiro título na categoria. Claro, não depende apenas de si, mas também “de um resultado médio” de Cacá Bueno, seu principal oponente na luta pela taça deste ano. Ao todo, Gomes soma 37 pontos a mais em relação ao pentacampeão e precisa aumentar esta vantagem para 48 para não ser alcançado pelo piloto da Red Bull em caso de vitória — e abandono de Marquinhos — na etapa final, que vale pontuação dobrada, em Interlagos.
 
Marquinhos não nega que está ansioso para voltar a acelerar e tentar definir logo a fatura. Mas ciente da grandeza do adversário que tem pela frente, procura manter os pés no chão e abordar uma corrida de cada vez. Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO na manhã desta sexta-feira (6) em Tarumã, pouco antes do primeiro treino livre da penúltima etapa da temporada, Gomes destacou a maturidade obtida ao longo de oito temporadas na Stock Car.
Marcos Gomes falou sobre a missão de controlar a ansiedade às vésperas de seu primeiro 'match-point' na luta pelo título (Foto: Carsten Horst/Hyset/RF1)
E é essa maturidade que faz com que o piloto tente segurar a onda: “A ansiedade vem muito quando você está fora do carro. Quando você está dentro, então você se esquece de tudo, tenta tirar o máximo possível do carro, passar as informações para o engenheiro. O negócio é controlar a ansiedade para não atrapalhar.” 
 
“A gente não esconde que tem possibilidades de chegar ao título nesta etapa, mas o trabalho não vai mudar. O negócio é segurar a ansiedade e trabalhar da mesma forma que estamos trabalhando o ano inteiro. Pensando em corrida após corrida e tentar fazer o melhor trabalho possível”, declarou o paulista de 31 anos ao falar sobre sua abordagem para o fim de semana em Viamão, Região Metropolitana de Porto Alegre.
 
A expectativa de Marquinhos para o fim de semana é positiva. “Com certeza, o carro vai estar bom aqui, como tem sido em todas as pistas. Tentar largar na frente, faturar um pódio ou, quem sabe, uma vitória em uma das etapas. Talvez dê para conquistar o título, dependo de um resultado médio do Cacá”, afirmou.
 
Mas no que tange a uma eventual conquista do título em Tarumã, Gomes prefere adotar a cautela. “Vai ser difícil, vamos pensar em manter essa diferença ou tentar abrir um pouquinho… E lá em Interlagos, aí sim, tentar o tão sonhado título”, falou, citando a última prova do campeonato, marcada para o dia 13 de dezembro.
 
Questionado pela reportagem se a fase vivida é a melhor da carreira, Gomes não titubeou e aproveitou para exaltar o trabalho da Voxx Racing: “Sem dúvida. O ano em que estou, além de bem maduro psicologicamente, já estou no meu oitavo ano de Stock Car, acho que antes não tinha a maturidade suficiente, mas hoje estou pronto para disputar o título e a equipe cresceu junto, então isso tudo facilita para a gente”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube