Cacá lamenta batida, mas garante carro recuperado para sábado: “Se tivesse treino hoje, estaríamos prontos”

Cacá Bueno teve um primeiro dia complicado em Interlagos. Sem grande rendimento, especialmente em reta, o carioca ainda bateu no muro, rasgando dois pneus novos

Cacá Bueno não teve um grande primeiro dia em Interlagos nesta sexta-feira (11). Apenas 16º no primeiro treino livreo carioca bateu no muro com os pneus novos e se queixou de um recorrente problema de falta de velocidade da Red Bull em reta.
 
Cacá afirmou que o rendimento do carro esteve bom com os pneus usados, ainda que a velocidade de reta não fosse tão rápido quanto a de rivais.
 
"O carro até estava se comportando bem, mas, como sempre aconteceu neste ano, com velocidade de reta baixa. De pneus velhos eu estive sempre entre os três primeiros do meu grupo, mas na hora de usar o pneu novo, acabei batendo o carro", disse ao GRANDE PRÊMIO.
 
O veterano explicou seu acidente, afirmando que o carro ficou totalmente traseiro com os pneus novos.
 
"O carro estava totalmente traseiro, saí de traseira na primeira curva, perdendo 0s2 ou 0s3. Depois, foi tudo bem rápido, com um ótimo setor do meio. Mas chegou na junção e saí de traseira, o mesmo aconteceu na chicane e foi aí que eu bati no muro. Sorte que eu não estava muito rápido, mas, como é muro, dá uma certa avariada no carro", seguiu.
Cacá Bueno teve um primeiro dia complicado em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Cacá assegurou que o carro estará inteiro para a classificação de sábado, mas lamentou ter perdido dois pneus no incidente.
 
"De qualquer jeito, a gente já olhou isso e, se tivesse um treino daqui duas ou três horas, estaríamos dentro. O carro vai estar inteiro para amanhã. O maior problema foi ter rasgado dois pneus novos no muro, assim, vamos ter de correr com os pneus da classificação. É um prejuízo considerável, mas não tão preocupante", declarou. 
 
Para o carioca, o que preocupa de verdade é o rendimento nem tão bom assim no TL1, o que pode prejudicar na briga pelo título.
 
"O que mais me preocupa é que, se eu não batesse ali, ia ficar em sexto ou sétimo, insuficiente para ser campeão, então precisamos melhorar. Nem o meu carro nem o do Daniel tiveram grandes rendimentos", completou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha ao vivo e 'in loco' todas as atividades de pista do fim de semana decisivo da Stock Car em Interlagos com grande equipe: Renan do Couto, Fernando Silva, Gabriel Curty, Vitor Fazio e Rodrigo Berton.

Quer assistir à decisão da Stock Car em Interlagos? Está de volta o 'TRAZ MAIS UM PRO GP'.Chame seus amigos para…

Posted by Grande Prêmio on Terça, 8 de dezembro de 2015

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #10: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube