Cacá louva Pato por pole-position em Interlagos. Argentino diz viver “um dos dias mais especiais da vida”

Dono do carro #0 da Red Bull, Cacá Bueno vai largar na pole-position graças a uma estratégia bem pensada e aos esforços do argentino Pato Silva. Mas não quis entregar o ouro tão facilmente: “Acho que tenho grande mérito porque eu o convidei...”

A cobertura 'in loco' da Stock Car no GRANDE PRÊMIO
As imagens do sábado da Stock Car em Interlagos
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

A pole-position conquistada na Stock Car neste sábado (22) em Interlagos vai ficar guardada com certa estima na memória de Juan Manuel ‘Pato’ Silva. O argentino veio ao Brasil para correr junto de Cacá Bueno na corrida de duplas da Stock e roubou a cena no treino classificatório ao garantir a posição de honra do grid.

Na tomada de tempos, os titulares andaram primeiro e depois entregaram seus carros para os pilotos-convidados. Cacá ficou em nono nessa fase inicial, mas abriu mão de uma volta lançada e entregou ao colega pneus mais preservados.

Sabendo disso, Pato não decepcionou e venceu todos os demais convidados, subindo da quinta para a primeira fila do grid. Mesmo pilotos com experiência prévia na Stock Car foram batidos, fato que foi louvado pelo pentacampeão.

Cacá e Pato comemoram a pole-position em São Paulo (Foto: Rodrigo Berton | Grande Prêmio)

“Ele fez uma grande volta, ganhando do Sperafico, do Vitor Meira, de pilotos que estão acostumadaços a correr com esse carro, que correram três meses atrás neste circuito. Pato fez um belíssimo trabalho”, declarou após o fim do treino classificatório.

“O mérito da pole é muito mais dele do que meu. Acho que tenho grande mérito porque eu que convidei ele, mas…”, brincou o carioca.

Vitorioso no automobilismo argentino, Pato disse que a conquista torna este dia memorável. “A verdade é que, para mim, é um dos dias mais especiais da minha vida”, exaltou. “Nessa corrida, há um grande nível de pilotos e estou profundamente agradecido ao Cacá e à Mattheis por me darem a oportunidade”, falou.

“Vim com a intenção de ajudar Cacá da melhor maneira possível, sem cometer erros. Minha adaptação foi rápida, e foi importante o trabalho da equipe em sempre me dar o carro em boas condições, então destaco o trabalho do Mattheis. Estou muito emocionado”, descreveu o piloto.

Ambos acreditam que, assim como ocorreu na classificação deste sábado, serão os convidados que vão acabar decidindo a corrida – embora em escala um pouco menor. Dos cinco primeiros no grid de largada, só Daniel Serra perdeu posições após seu companheiro entrar na pista.

“Amanhã um pouco menos, pois eles vão entrar já com a corrida mais encaminhada”, disse Cacá. “Quando subirmos nos carros, eles já estarão mais espaçados na pista. Vai ser uma corrida mais aberta do que normalmente, onde todos já sabem o funcionamento de cada carro e cada piloto. Vamos ver”, continuou Pato.

“Mas já corri em provas desse tipo na Argentina, temos que desfrutar do momento e estou tranquilo. Se não vencermos, Cacá seguirá sendo Cacá, Pato seguirá sendo Pato, ele seguirá vencendo corridas aqui no Brasil e eu vou continuar fazendo minhas coisas na Argentina”, finalizou.

Cacá e Pato provocaram risadas na coletiva (Foto: Rodrigo Berton | Grande Prêmio)

PATO DA GALHOFA

Não é a primeira vez que essa dupla anda junto. Cacá e Pato já correram juntos como companheiros de equipe e de carro no automobilismo argentino, e foi-lhes pedido, na coletiva, que contassem sua história. Mas o argentino se opôs.

“Não conte toda a história!”, sussurrou, provocando risos entre os presentes. “Fazia muito frio…”, justificou.

Inocentemente, Cacá tratou de completar a galhofa. “A gente correu junto em Termas [do Río Hondo]…”

O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ as atividades da corrida de duplas da Stock Car durante todo o fim de semana com os repórteres Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum e Renan do Couto e o fotógrafo Rodrigo Berton.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube