Stock Car

Camilo trava grande duelo com Serra no fim e vence de ponta a ponta corrida 1 da Stock Car no Velo Città

Depois de ter largado na pole-position, Thiago Camilo liderou de ponta a ponta a primeira corrida da etapa do Velo Città da Stock Car, neste domingo (5). Contudo, não foi fácil para o #21, que sofreu com a forte pressão de Daniel Serra nas voltas finais. Ricardo Maurício, companheiro de equipe de Serra, fechou o pódio

Grande Prêmio, do Velo Città / FERNANDO SILVA, de Sumaré
A Stock Car reservou um grande momento na tarde deste domingo (5) no autódromo Velo Città. Thiago Camilo e Daniel Serra, dois dos melhores pilotos desta geração da principal categoria do automobilismo brasileiro, protagonizaram um belo duelo nas voltas finais da corrida 1 da segunda etapa da temporada. Camilo largou na pole-position e liderou todas as voltas da corrida, exceção feita à janela de pit-stops obrigatórios. Mas Serra, sempre em segundo, se aproximou muito no fim e chegou a colocar seu carro lado a lado com o #21. No fim, Camilo levou a melhor com uma vitória dramática e definida nos últimos metros, por apenas 0s351. 

Foi a 24ª vitória da carreira de Camilo na Stock Car. Seu último triunfo havia sido em 10 de setembro de 2017, em Londrina.
Thiago Camilo cruza linha de chegada logo à frente de Daniel Serra (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Ricardo Maurício completou o pódio formado por um carro da A.Mattheis/Ipiranga e dois da RC Eurofarma. Gabriel Casagrande, com uma performance bem consistente, foi o quarto com a Crown Racing, e Felipe Fraga completou o top-5 com o carro #88 da Cimed.

Marcos Gomes, em mais um bom resultado da estreante KTF, foi o sexto, seguido por Ricardo Zonta, da Shell V-Power. Rubens Barrichello manteve sua posição de largada e foi o oitavo pela Full Time, à frente de Diego Nunes, também da KTF, e Julio Campos, que vai abrir o grid de largada da corrida 2 em Mogi Guaçu pela Prati-Donaduzzi.

A segunda corrida da rodada dupla do Velo Città acontece logo mais, às 14h10 (horário de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO cobre tudo 'in loco' com o repórter Felipe Noronha.

Saiba como foi a corrida 1 da Stock Car no Velo Città

Foi uma largada livre de problemas em Mogi Guaçu. Thiago Camilo partiu bem e logo abriu vantagem já na primeira volta, seguido por Daniel Serra e Gabriel Casagrande, que passaram Ricardo Maurício. Felipe Fraga perdeu uma posição em relação ao grid e passou em quinto na primeira volta, seguido por Marcos Gomes, que ultrapassou Ricardo Zonta. Rubens Barrichello, Gaetano di Mauro e Diego Nunes fechavam a lista dos dez primeiros.

Com forte ritmo, o piloto da A.Mattheis/Ipiranga abriu 1s6 para Serra com apenas duas voltas completadas e mostrava ter totais condições de partir rumo à vitória. No pelotão intermediário, Vitor Baptista e Bia Figueiredo se envolveram em um incidente, com o substituto de Átila Abreu acertando a traseira da paulista, que levou a pior e foi parar na área gramada. O novato foi punido com um drive-through.

Camilo tinha uma vantagem bem segura na liderança. Serra conseguiu reduzir a diferença com o acionamento de botões de ultrapassagem, mas ainda assim o #21 continuava bem na ponta. Casagrande e Maurício lutavam pela terceira colocação, enquanto Fraga fazia uma corrida mais isolada, em sexto.
Largada da corrida 1 (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
A grande disputa na pista era pela nona colocação, com Di Mauro se defendendo bem da pressão de César Ramos e Nunes. Na freada, Gaetano acabou sendo ultrapassado por Ramos, que fazia um bom fim de semana. Mais atrás, Max Wilson e Felipe Lapenna rodavam na entrada da primeira curva, sem que houvesse um toque entre os dois.

Um dos momentos decisivos da corrida foi na abertura da janela para troca de pneus. Uma das chaves era a quantidade de combustível a colocar e também quantos pneus trocar. O primeiro dentre os ponteiros a fazer o pit-stop foi Casagrande. Camilo foi aos boxes na volta seguinte, a 14, e Serra assumiu a liderança antes de parar pouco depois. A opção da maioria foi a de trocar apenas um pneu.

Enquanto Serra fazia seu pit-stop, Camilo acabou perdendo um bom tempo no tráfego, com Nelsinho Piquet logo à sua frente, ainda que os dois estivessem na mesma volta. Thiago teve de acionar o botão de ultrapassagem para conseguir voltar, por muito pouco, à frente de Serrinha.
Thiago Camilo e Daniel Serra travaram grande batalha (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Camilo reassumiu a liderança real da corrida depois que pilotos como Zonta e Barrichello fizeram suas respectivas paradas obrigatórias. Ao mesmo tempo, Ramos enfrentou um problema na bomba de combustível seu carro e ficou parado na pista, gerando incerteza sobre o acionamento do safety-car. No fim das contas, o carro de segurança não entrou na pista.

Com a pilotagem segura de Thiago na frente, a principal briga nas voltas finais era pela décima colocação e preciosa primeira posição no grid da corrida 2. Julio Campos lutava com Bruno Baptista e Lucas Foresti, com Rafael Suzuki vindo um pouco mais atrás.

Nas voltas finais, Serra forçou bem o ritmo pra cima de Camilo e reduziu de forma substancial a ultrapassagem, caindo para apenas 0s4. Os dois protagonizaram um grande duelo, sobretudo depois que Daniel acionou o botão de ultrapassagem e Camilo se defendeu de forma perfeita.  Foi o grande momento da corrida 1 no Velo Città, que teve a vitória definida apenas nos últimos metros, com Thiago levando a melhor por apenas 0s351.

Stock Car 2019, Velo Città, corrida 1, final:

1 T CAMILO A. Mattheis 42:59.189 28 voltas
2 D SERRA RC Eurofarma +0.351  
3 R MAURÍCIO RC Eurofarma +7.979  
4 G CASAGRANDE Crown +12.913  
5 F FRAGA Cimed +15.051  
6 M GOMES KTF +17.061  
7 R ZONTA Shell V-Power +20.148  
8 R BARRICHELLO Full Time +25.007  
9 D NUNES KTF +28.839  
10 J CAMPOS Prati Donaduzzi +29.726  
11 L FORESTI Vogel +31.456  
12 B BAPTISTA RCM +34.283  
13 R SUZUKI Hot Car +37.351  
14 G DI MAURO Shell Helix Ultra +37.675  
15 A KHODAIR Blau +38.077  
16 D NAVARRO Cavaleiro +55.461  
17 G OSMAN Shell Helix Ultra +2:02.344  
18 C BUENO Cimed +1 volta  
19 P CARDOSO Hot Car +1 volta  
20 M COLETTA Crown +1 volta  
21 N PIQUET Full Time +1 volta  
22 V BRITO Prati Donaduzzi +1 volta  
23 B FIGUEIREDO A. Mattheis +1 volta  
24 G LIMA Vogel +2 voltas  
25 F LAPENNA Cavaleiro +3 voltas  
26 M WILSON RCM +3 voltas  
27 C RAMOS Blau +12 voltas  
28 R REIS Carlos Alves +15 voltas  
29 V BAPTISTA Shell V-Power +16 voltas  




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.