Camilo voa, quebra recorde do Velo Città e conquista segunda pole seguida na Stock Car 2019

Thiago Camilo cravou a 20ª pole da sua carreira, a segunda consecutiva apenas em 2019, na tarde deste sábado no Velo Città. Com direito a um ‘temporal’, o piloto da A.Mattheis/Ipiranga foi o único a andar abaixo de 1min28s. Ricardo Maurício vai dividir a primeira fila, com Daniel Serra, líder do campeonato, partindo em terceiro, lado a lado com Felipe Fraga

Thiago Camilo repetiu o feito do Velopark, há um mês, e faturou a pole-position da etapa do Velo Città, a segunda da Stock Car na temporada 2019. Com direito a um ‘temporal’, o três vezes vencedor da Corrida do Milhão foi o único a andar abaixo de 1min28s e cravou 1min27s926 na sua tentativa de volta rápida no Q3. Foi a 20ª pole do piloto da A.Mattheis/Ipiranga na Stock Car e a primeira vez que o piloto consegue partir na posição de honra de forma consecutiva. 
 
Ricardo Maurício foi quem mais chegou perto de Camilo e vai largar em segundo com tempo 0s155 acima em relação ao do pole. O piloto da RC Eurofarma vai ser seguido pelo companheiro de equipe, líder do campeonato e também bicampeão Daniel Serra, que anotou 1min28s141 na sua tentativa de volta rápida no Q3. Serrinha vai largar lado a lado com Felipe Fraga, seu grande rival na luta pelo título no ano passado.
 
Gabriel Casagrande sai em quinto e vai dividir a terceira fila do grid com Ricardo Zonta, o mais rápido do Q2. Rubens Barrichello, por sua vez, vai partir da oitava colocação em meio a um pelotão de 29 carros neste fim de semana em Mogi Guaçu, interior de São Paulo.

A primeira das duas corridas deste domingo no Velo Città está marcada para 13h (horário de Brasília) deste domingo, enquanto a segunda e derradeira prova acontece às 14h10. O GRANDE PRÊMIO cobre tudo 'in loco' com o repórter Felipe Noronha.
Thiago Camilo brilhou com grande volta na tarde deste sábado (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Saiba como foi treino classificatório da etapa do Velo Città da Stock Car

Q1 – Barrichello passa por pouco; Cacá Bueno e Max Wilson são eliminados
 
Coube a Rubens Barrichello abrir a tabela de tempos na primeira parte da sessão, puxando a fila dos 15 primeiros pilotos do G1, formado pelo top-15 do campeonato. O campeão de 2014 registrou 1min28s515, uma boa marca, seguido por Nelsinho Piquet e Gaetano di Mauro.
 
O tempo de Barrichello não durou muito, sendo superado por vários pilotos em seguida. Rafael Suzuki, que conseguiu voltar para fazer a classificação depois da batida no segundo treino livre, foi um deles, assim como Allam Khodair, César Ramos, Ricardo Zonta, Gabriel Casagrande, Di Mauro, Julio Campos, Ricardo Maurício, Marcos Gomes e Felipe Fraga.
 
Até que Daniel Serra fez ótima volta para virar 1min28s093, a melhor volta do fim de semana até então. No fim, já com a bandeira quadriculada, Camilo subiu para a segunda colocação. Na sua última tentativa, Barrichello melhorou um pouco seu tempo e subiu para a 11ª colocação, enquanto Nelsinho Piquet ficou em 14ª, atrás de Suzuki e à frente de Max Wilson, com tempo 0s469 inferior ao de Serrinha.
 
Na sequência, os 14 pilotos restantes ganharam a pista, com destaque para estreantes como Vitor Baptista, Raphael Reis, Marcel Coletta e Pedro Cardoso. Dentre os competidores que aceleraram no G2, destaque para Felipe Lapenna e Diego Nunes, que conseguiram se colocar entre os 15 primeiros colocados.
Ricardo Zonta conseguiu avançar para a segunda fase da classificação (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Outro piloto que alcançou o feito, e com grande volta, foi Bruno Baptista, que cravou 1min18s188 e subiu para a terceira colocação. As mudanças no grid jogaram Nelsinho Piquet para fora da bolha, já eliminando o #33 da sequência da sessão. Barrichello, em 14º, estava na ‘bolha’.

 
Com pouco mais de um minuto para o fim, uma imagem chamou a atenção quando Valdeno Brito colocou seu carro lado a lado com o de Pedro Cardoso para conseguir marcar um bom tempo. No fim das contas, o paraibano não conseguiu garantir sua vaga no Q2 e ficou em 25º na sessão.
 
Barrichello se salvou e passou para o Q2. Os classificados foram, além de Rubens, Serra, Camilo, Bruno Baptista, Fraga, Gomes, Maurício, Julio Campos, Lapenna, Diego Nunes, Di Mauro, Casagrande, Zonta, César Ramos e Allam Khodair, em 15º. Vitor Baptista obteve o 22º tempo. Nomes experientes como Piquet, Max Wilson e Cacá Bueno ficaram fora, terminando logo à frente de Vitor.
 

Q2 – Zonta brilha com grande volta. Gomes fica fora do Q3 por meros 0s004
 
Ricardo Zonta abriu o Q2 superando Serra com o melhor tempo do sábado até então: 1min28s025, praticamente assegurando vaga na fase decisiva da classificação. O piloto da Shell V-Power era seguido por Maurício, Camilo e Serrinha, com Fraga e Casagrande no grupo dos seis primeiros elegíveis para o Q3.
 
Marcos Gomes, dono de um bom trabalho com a KTF neste início de campeonato, vinha em sétimo, apenas 0s004 atrás do tempo de Casagrande, e lutava para fazer ainda uma volta que o colocasse entre os cinco primeiros.
Gabriel Casagrande passou para o Q3 no limite (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
E Bruno Baptista, autor da volta mais surpreendente do Q1, acabou rodando quando vinha para um ótimo tempo de volta e não conseguiu registrar uma marca no Q2, ficando em 15º lugar.
 
Depois de oito minutos, o Q3 foi fechado por Zonta, Maurício, Camilo, Serra, Fraga e Casagrande. Marcos Gomes ficou em sétimo, sendo seguido por Rubens Barrichello, Di Mauro e Diego Nunes, fechando a lista dos dez primeiros colocados do grid da corrida 1 deste domingo.
 

Q3 – Com 'temporal' e recorde, Camilo faz segunda pole em 2019
 
Sexto colocado no Q2, Gabriel Casagrande foi o primeiro a fazer sua tentativa na fase final da sessão. O paranaense, agora na equipe Crown Racing — gêmea da Cimed —, completou sua volta em 1min28s311. 
 
Em seguida, foi a vez do campeão de 2016, Felipe Fraga, ganhar a pista. Dono de duas vitórias no Velo Città, o piloto da Cimed fez uma volta mais equilibrada em relação a Casagrande e não teve dificuldades para tomar a pole provisória ao registrar 1min28s181, 0s130 mais rápido.
 
Pouco depois, Serra abriu sua volta rápida. Um dos favoritos à pole, o bicampeão reeditou duelo com Fraga e levou a melhor por apenas 0s040, o suficiente para assumir a liderança momentânea do Q3. Mas ainda faltavam três pilotos para o fim da classificação.
 
Camilo, pole no Velopark e o mais rápido do primeiro treino livre deste sábado, foi o próximo. O #21 fez a melhor primeira parcial. E Thiago foi o primeiro piloto do fim de semana a romper a barreira de 1min28s ao cravar 1min27s926, novo recorde do Velo Città. Grande volta em Mogi Guaçu.
Thiago Camilo festeja sua segunda pole em 2019 na Stock Car (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Maurício foi o penúltimo a fazer sua tentativa. O desafio era enorme, o de superar o ‘temporal’ de Camilo.  Apesar de uma boa performance com o carro da RC Eurofarma, o bicampeão não conseguiu sequer se aproximar do tempo de Thiago e anotou 1min28s081, ficando provisoriamente em segundo.
 
Apenas Zonta tinha chances de bater Camilo. Na primeira parcial, o piloto da Shell V-Power não conseguiu superar o adversário, que acompanhava atentamente no ‘cercadinho’ destinado aos seis primeiros. Na sequência da volta, o paranaense acabou perdendo muito tempo e ficou apenas em sexto lugar com 1min28s380. Com recorde, Camilo comemorou a segunda pole em duas etapas na temporada 2019 da Stock Car.

Stock Car 2019, Velo Città, corrida 1, grid de largada: 

1 T CAMILO A. Mattheis   1:27.926 +0.155
2 R MAURÍCIO RC Eurofarma   1:28.081 +0.215
3 D SERRA RC Eurofarma   1:28.141 +0.255
4 F FRAGA Cimed   1:28.181 +0.385
5 G CASAGRANDE Crown   1:28.311 +0.454
6 R ZONTA Shell V-Power   1:28.380 +0.397
7 M GOMES KTF   1:28.323  
8 R BARRICHELLO Full Time   1:28.359  
9 G DI MAURO Shell Helix Ultra   1:28.437  
10 D NUNES KTF   1:28.455  
11 C RAMOS Blau   1:28.471  
12 J CAMPOS Prati Donaduzzi   1:28.659  
13 F LAPENNA Cavaleiro   1:28.667  
14 A KHODAIR Blau   1:28.681  
15 B BAPTISTA RCM   1:28.813  
16 L FORESTI Vogel   1:28.460  
17 M COLETTA Crown   1:28.499  
18 R SUZUKI Hot Car   1:28.508  
19 N PIQUET Full Time   1:28.512  
20 M WILSON RCM   1:28.562  
21 C BUENO Cimed   1:28.574  
22 V BAPTISTA Shell V-Power   1:28.608  
23 B FIGUEIREDO A. Mattheis   1:28.671  
24 D NAVARRO Cavaleiro   1:28.703  
25 G OSMAN Shell Helix Ultra   1:28.817  
26 V BRITO Prati Donaduzzi   1:28.909  
27 R REIS Carlos Alves   1:29.753  
28 P CARDOSO Hot Car   1:32.077  
29 G LIMA Vogel      

#GALERIA(9739)

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube