Stock Car

Campos segura Serra e vence em Santa Cruz do Sul. Camilo, Fraga e Casagrande abandonam

Júlio Campos fez uma corrida perfeita na manhã deste domingo (21) e venceu a corrida 1 da etapa de Santa Cruz do Sul. Daniel Serra bem que tentou, mas terminou em segundo, com Átila Abreu em terceiro. Thiago Camilo sofreu duro revés, abandonou com motor quebrado, que jogou óleo na pista e provocou acidente múltiplo envolvendo Felipe Fraga e Gabriel Casagrande

Grande Prêmio, de Santa Cruz do Sul / FERNANDO SILVA, de Sumaré
A abertura da rodada dupla de Santa Cruz do Sul teve Júlio Campos como grande vencedor da corrida 1 na manhã deste domingo (21). Mas também não é errado dizer que, em termos de título, o maior vitorioso da prova foi Daniel Serra. Campos coroou uma jornada absolutamente perfeita com vitória de ponta a ponta, exceção feita às voltas durante a janela de pit-stops obrigatórios. A vitória apenas ratifica o paranaense da Prati-Donaduzzi como um dos grandes nomes da temporada. Serra bem que tentou, mas terminou em um segundo lugar com sabor de triunfo em razão do abandono de Thiago Camilo em virtude de quebra do motor.

Na quarta volta da corrida, Camilo engatou uma marcha e, na mesma hora, viu o motor fumar. Como consequência, o carro acabou por espalhar óleo na pista, o que prejudicou muitos pilotos que vinham atrás. O maior prejuízo ficou com Felipe Fraga e Gabriel Casagrande, que perderam o controle dos seus carros e abandonaram, com o piloto da Cimed batendo forte na barreira de pneus. Para Camilo, prejuízo enorme, já que o piloto também não vai largar na corrida 2.

Para Júlio Campos, a vitória foi especial por ter sido a primeira na Stock Car desde a etapa de Tarumã em 2016. Para a equipe chefiada por Rodolpho Mattheis, igualmente especial em meio a um período de indefinição por conta do anúncio da saída da farmacêutica Prati-Donaduzzi como patrocinadora principal no fim da temporada.
Júlio Campos festeja a vitória em Santa Cruz do Sul (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Quem se deu bem e fechou o pódio foi Átila Abreu, da Shell V-Power, que garantiu o último lugar no pódio. Um terceiro lugar que veio na esteira de muita luta depois de o sorocabano segurar a pressão de Max Wilson, que cruzou a linha de chegada em quarto. Ricardo Zonta, também da Shell V-Power, fechou o top-5. Galid Osman fez ótima prova e terminou em sexto depois de ter largado em 13º. Cacá Bueno foi o sétimo, seguido por Bruno Baptista, Rubens Barrichello e Lucas Foresti, que vai abrir o grid da corrida 2.

Na classificação do campeonato, Serra assumiu a liderança e agora soma 147, contra 131 de Camilo. Barrichello tem 128, contra 120 de Campos, 116 de Maurício, enquanto Fraga ficou com 94 tentos. A corrida 2 acontece logo mais, às 12h02 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' toda a etapa de Santa Cruz da Stock Car neste fim de semana com o repórter Felipe Noronha. Siga tudo aqui.

Saiba como foi a corrida 1 da etapa de Santa Cruz do Sul da Stock Car

Júlio Campos manteve a ponta depois de largar na pole. Thiago Camilo colocou seu carro lado a lado, mas na sequência da volta foi ultrapassado por Daniel Serra, que subiu para segundo. Quem ganhou uma posição foi Felipe Fraga, de quinto para quarto, enquanto Valdeno Brito caiu de sexto para oitavo. Átila Abreu foi quem mais ganhou colocações dentre os primeiros e subiu de décimo para sexto, sendo seguido pelo seu companheiro de equipe Shell V-Power, Ricardo Zonta.

Mais atrás, quem fazia sua corrida de recuperação era Rubens Barrichello, que largou em 20º, mas completou as primeiras voltas em 16º lugar.
Largada da corrida 1 da Stock Car em Santa Cruz do Sul (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Com forte ritmo de corrida, Serra passou a atacar Campos na luta pela liderança da corrida. Mas Júlio, mesmo com o #29 acionando o botão de ultrapassagem, conseguiu se manter bem na frente. Até que a história da corrida mudou drasticamente na quarta volta. Ao engatar uma marcha, Camilo teve de lidar com a quebra do motor do carro. O problema acabou por espalhar óleo na pista, e quem vinha atrás perdeu o controle dos respectivos carros. Felipe Fraga bateu forte na barreira de pneus e abandonou, assim como Gabriel Casagrande e o próprio Camilo. Valdeno e Ricardo Maurício escaparam, mas conseguiram voltar para os boxes. Safety-car na pista.

Fraga se mostrou bastante irritado com Camilo. "O motor dele quebrou na curva 1 e ele quis fazer a pista inteira com o motor quebrado", disparou o piloto da Cimed. Casagrande lamentou a forma como abandonou a corrida. "É uma pena, porque o carro estava muito bom. Não podemos abaixar a cabeça e vamos para a próxima".

O abandono de Camilo comprometeu não apenas a disputa da primeira corrida, mas também da segunda. O resultado de Santa Cruz do Sul compromete diretamente sua luta pelo título.
Átila Abreu segura Max Wilson na corrida 1 em Santa Cruz do Sul (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
A corrida foi retomada com bandeira verde na nona volta. Campos manteve a ponta, com Serra em segundo e Ricardo Zonta em terceiro, seguido por Átila Abreu e Max Wilson, com Galid Osman aparecendo em uma boa sexta colocação, enquanto Barrichello aparecia em décimo, logo à frente do argentino Agustín Canapino. A posição de Rubens era excelente quanto ao grid invertido para a corrida 2.

A sequência da corrida reservava a abertura da janela para a troca de pneus. Antes, Diego Nunes enfrentava problemas no carro #70 da KTF e ficava lento na pista. A série de paradas obrigatórias nos boxes foi aberta quando restavam 17 minutos para o fim da corrida. Dentre os líderes, Serra fez seu pit-stop antes de Campos, que aproveitou a pista livre para tentar abrir vantagem e se manter na frente. Mais atrás, em meio a um pelotão cheio, Gaetano di Mauro fazia a ultrapassagem na raça e superava Denis Navarro.
Pódio da corrida 1 em Santa Cruz do Sul (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Na volta do seu pit-stop, Campos voltou à frente, com uma vantagem consistente em relação a Serra. E Barrichello foi o último dentre os melhores colocados a fazer a parada obrigatória. Depois do fim da janela, Campos reassumiu a liderança com 2s5 de vantagem para Serra, enquanto Átila Abreu aparecia em terceiro, seguido por Max Wilson e Zonta fechando o top-5.

Nas voltas finais, Átila e Max lutaram pelo pódio em Santa Cruz do Sul, mas o sorocabano da Shell V-Power conseguiu se defender bem. Daí em diante, a corrida ficou praticamente definida, restando a bandeira quadriculada que coroou a grande jornada de Júlio Campos no interior gaúcho.

Stock Car 2019, Santa Cruz do Sul, corrida 1, final:

1 J CAMPOS Prati Donaduzzi 42:13.596 27 voltas
2 D SERRA RC Eurofarma +1.067  
3 A ABREU Shell V-Power +8.033  
4 M WILSON RCM +8.847  
5 R ZONTA Shell V-Power +16.259  
6 G OSMAN Shell Helix Ultra +26.323  
7 C BUENO Cimed +28.418  
8 B BAPTISTA RCM +29.340  
9 R BARRICHELLO Full Time +30.833  
10 L FORESTI Vogel +35.997  
11 A CANAPINO Hot Car +36.463  
12 R SUZUKI Hot Car +36.952  
13 P CARDOSO Hot Car +1:26.420  
14 C RAMOS Blau +1 volta  
15 G DI MAURO Shell Helix Ultra +1 volta  
16 N PIQUET Full Time +1 volta  
17 D NAVARRO Cavaleiro +1 volta  
18 M COLETTA Crown +1 volta  
19 F LAPENNA Cavaleiro +1 volta  
20 G LIMA Vogel +1 volta  
21 M GOMES KTF +2 voltas  
22 R MAURÍCIO RC Eurofarma +2 voltas  
23 B FIGUEIREDO A. Mattheis +7 voltas  
24 A KHODAIR Blau +12 voltas  
25 D NUNES KTF +12 voltas  
26 V BRITO Prati Donaduzzi +18 voltas  
27 G CASAGRANDE Crown +20 voltas  
28 T CAMILO A. Mattheis +23 voltas  
29 F FRAGA Cimed +23 voltas  



Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.