carregando
Stock Car

Casagrande troca de equipe após “ano especial” para poder “pensar em título”

Gabriel Casagrande é o melhor colocado na classificação da Stock Car entre aqueles sem chance de título na final em Interlagos, dia 15. Por isso, considera este ano “especial”. Mas, para 2020, trocará de equipe. O plano é simples: entrar na briga de vez

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo

Se um ano é o seu melhor da carreira, para que mudar de empresa? Não há uma resposta correta - nem no mundo do esporte. Na Stock Car, por exemplo, é isso que Gabriel Casagrande fará para 2020.

Sétimo colocado na atual temporada, ele é o melhor colocado entre os que vão para a final do dia 15 de dezembro, em Interlagos, sem chances de título. Por isso, vê 2019 como "especial". Mas, também por isso, vai trocar de equipe para 2020: para aumentar a chance de estar nessa briga até o fim.

No próximo ano, o piloto hoje da Crown estará na R. Mattheis: "Estou bem feliz. O Rodolpho [Mattheis, chefe da equipe] demonstrou bastante interesse em contar comigo na equipe, então isso foi bem importante para mim."

"Espero que 2020 seja ainda melhor que a atual temporada, ano que tem sido especial na minha carreira. Com certeza será uma parceria em que teremos muito sucesso juntos e queremos que essa parceria seja duradoura", explicou.
Gabriel Casagrande em Goiânia (Foto: Bruno Terena/RF1)
Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Ao GRANDE PRÊMIO, ele já havia comentado a respesito dos planos de evolução para a próxima temporada, ainda mais após conseguir seis pódios seguidos nas últimas etapas: "Foi uma melhora vezes seis!", brincou, em relação a 2018.

"-Brincadeiras à parte, foi uma temporada sensacional, mas ainda não acabou, tenho muito mais o que conquistar. A gente está fazendo um excelente trabalho, tenho certeza que a última corrida em Interlagos vai ser, mais um vez, muito boa."

"Confio na minha equipe, no trabalho que eles estão fazendo na oficina. Sempre me entregam um carro que é muito possível de brigar pela pole - isso foi provado pelas duas poles recentes e por, no Velo Città, ter ficado por 0s009. Então estou com um carro muito rápido - talvez se tivesse esse carro desde o começo do ano a gente estivesse brigando lá na frente."

"Agora, o quanto a gente evoluiu, é muito, e eu acho que ano que vem, começando desse jeito, dá para pensar em título sim", concluiu.

A decisão da Stock Car será em Interlagos, no dia 15 de dezembro, com corrida única, mas de pontuação dobrada, e terá cobertura completa do GRANDE PRÊMIO ‘in loco’.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.