Stock Car

Comandada por ex-chefe da C2, Squadra G-Force entra como nova equipe da Stock Car a partir de 2018

Nasce uma nova equipe na Stock Car. Sob os comandos do experiente engenheiro Guilherme Ferro, em parceria com o empresário Xavier de Souza, a Squadra G-Force vai fazer parte da principal categoria do automobilismo nacional a partir da próxima temporada. A nova equipe vai contar com as estruturas da antiga C2 Team, chefiada pelo próprio Ferro, com base em Curitiba
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Guilherme Ferro vai chefiar a mais nova equipe da Stock Car em 2018 (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

A Stock Car vai contar com uma nova equipe a partir da temporada 2018. Nasce a Squadra G-Force, com base em Curitiba e chefiada pelo experiente engenheiro Guilherme Ferro, em parceria com o empresário Xavier de Souza, proprietário da Helptech Indústria. O novo time da principal categoria do automobilismo nacional surge tendo como base a antiga C2 Team, que contou com a chefia de Ferro e toda sua estrutura baseada em Curitiba. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (20), durante os treinos livres para a etapa de Tarumã deste fim de semana.
 
A C2 Team, que fez parte do grid da Stock Car entre 2014 e 2016, também colocou seus carros no Brasileiro de Marcas e integra até hoje o Brasileiro de Turismo. A partir da próxima temporada, a Squadra G-Force também vai fazer parte do grid do Brasileiro de Turismo, classe de acesso à Stock Car, sob o comando de Ruben Carrapatoso, campeão mundial de kart em 1998.
 
Xavier de Souza não escondeu a empolgação pela chance de ver o nome da sua empresa envolvido na Stock Car. “Gosto muito de automobilismo, inclusive minha filha já correu de kart, e conhecendo o universo da Stock Car, vi a possibilidade de investir em uma equipe. A ideia é formarmos um time de ponta. Já temos o primeiro piloto, que em breve será anunciado”, comentou o empresário, fazendo mistério.
Guilherme Ferro vai chefiar a mais nova equipe da Stock Car em 2018 (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
“Um piloto muito experiente, que nos ajudará a conquistar grandes resultados ainda em nosso ano de estreia e acelerar a nossa evolução”, acrescentou.
 
Ferro, por sua vez, conta com ampla experiência tanto no Brasil como também no exterior. São mais de 15 anos a serviço do automobilismo, com passagens pela F3, F-Renault, Mundial de GT da FIA e GT Brasil. Guilherme entrou de vez no universo da Stock Car a partir de 2009, com passagens pela Officer Pro GP, RZ Motorsport e Carlos Alves. A partir de 2014, assumiu o posto de chefe de equipe da C2 até 2016, quando o time deixou a Stock Car.
 
Neste ano, Ferro faz parte do corpo técnico da RX Mattheis/Prati-Donaduzzi, além da RZ Motorsport no Brasileiro de Marcas e também da C2 Team no Brasileiro de Turismo.
 

“Acredito muito neste novo projeto e no crescimento do automobilismo no Brasil. A equipe contará com o suporte técnico de profissionais muito capacitados, que vêm para agregar todo seu conhecimento na estrutura da equipe, tanto com os engenheiros, mecânicos e aos pilotos que forem competir pela nossa equipe”, declarou o engenheiro.
 
Atualmente, a Stock Car conta com um grid fixo de 30 carros, distribuídos por 15 equipes. A entrada da Squadra G-Force deixa a categoria ainda mais robusta a partir da próxima temporada.
RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO