De volta à pista do primeiro pódio na Stock Car, Cacá Bueno chega a Curitiba com expectativa de “disputar vitórias”

Pentacampeão da Stock Car, Cacá Bueno tem nada menos que oito pódios no Autódromo Internacional de Curitiba, sendo duas vitórias. Contudo, há mais de dez anos que o piloto da Cimed não triunfa no circuito paranaense. O carioca se mostra otimista em quebrar o jejum neste fim de semana. Marcos Gomes, Lucas Foresti e Felipe Fraga também se mostram animados com o bom histórico no traçado

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A segunda etapa da temporada 2018 da Stock Car marca também a primeira rodada dupla do ano. Vai ser um fim de semana (6 a 8 de abril) especial para o automobilismo brasileiro como um todo e, particularmente, para Curitiba, que vai receber pela 60ª vez uma prova da principal categoria do esporte a motor nacional. A Cimed, equipe bicampeã em 2015 e 2016, chega ao traçado paranaense cercada de otimismo. Todos os seus quatro pilotos têm vitórias em Curitiba. Cacá Bueno ostenta dois triunfos. Contudo, o carioca, que faturou seu primeiro troféu na Stock Car exatamente no autódromo, não vence por lá há mais de dez anos — sua última vez no topo do pódio foi em 2007.

 
Cacá, que foi um dos destaques da Corrida de Duplas, quando formou parceria com Felipe Massa em Interlagos há quase um mês, chega confiante a Curitiba e aposta em estar ali na briga pela primeira posição. A última vitória de Cacá na Stock Car foi em 17 de julho de 2016, em Cascavel.
Cacá aposta em poder lutar por vitórias no retorno da Stock Car a Curitiba (Foto: Bruno Terena/RF1)
“Espero voltar a disputar vitórias em Curitiba nessa etapa. É um dos circuitos onde mais tenho pódios na Stock Car, são oito no total, e inclusive o primeiro foi lá em 2002. Mas a última vitória já faz um bom tempo. No ano passado, nós estivemos bastante competitivos aqui na Corrida do Milhão e espero que seja novamente assim”, comentou o pentacampeão.
 
Marcos Gomes também tem duas vitórias em Curitiba. O ribeirão-pretano venceu a primeira no ano em que conquistou o título da Stock Car, em 2015, e repetiu o feito na etapa de abertura da temporada seguinte na Corrida de Duplas, na qual teve Antonio Pizzonia como convidado. Na prova inaugural de 2018, em Interlagos, Gomes foi bem e terminou na sexta posição — correndo ao lado de Pipo Derani. Agora, o piloto do carro #80 busca repetir a boa fase em um circuito que conhece tão bem.

“Nós esperamos uma boa evolução do carro após a primeira etapa em Interlagos. Nosso primeiro resultado foi positivo e esperamos ir ainda melhor aqui em Curitiba, uma pista que eu gosto bastante e que sempre estive entre os primeiros com a Cimed Racing”, destacou.

Lucas Foresti e Marcos Gomes também mostram otimismo às vésperas da segunda etapa do ano (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Curitiba também é um lugar especial para Felipe Fraga. O mais jovem piloto a ser campeão da Stock Car hoje mora na capital paranaense, onde sofreu o acidente mais grave da sua trajetória, mas onde também marcou sua arrancada para o título em 2016.
 
“Curitiba é uma pista que marcou bastante minha carreira. Foi onde tive meu acidente em 2015, mas também foi onde as coisas mudaram para melhor logo na sequência daquele ano. Em 2016, a vitória aqui foi de ponta a ponta e era a terceira consecutiva na temporada. Certamente foi um dos grandes momentos da minha carreira. Agora, em 2018, estamos novamente com um carro muito competitivo e temos tudo para lutar pela vitória”, disse o piloto de Tocantins, que enfrentou problemas e abandonou a última Corrida de Duplas.
Felipe Fraga ressaltou a motivação para sua corrida em casa neste fim de semana (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
E Lucas Foresti também não se esquece do grande momento até agora na sua carreira vivido na Stock Car: a vitória conquistada na primeira prova da rodada dupla de Curitiba em 2015. Lembrança que traz ainda mais motivação para a jornada que está por vir.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Curitiba me faz sempre muito bem. A pista parece relativamente simples, mas não é. Gosto muito de pilotar nesse traçado e não é à toa que conquistei minha vitória na Stock Car ali. Com a Cimed eu venho com uma expectativa muito boa após terminarmos a corrida de Duplas em décimo tendo largado de 26º”, ressaltou o competidor do carro #12, que teve o belga Jérôme D’Ambrosio como parceiro.

 
A programação da Stock Car no fim de semana começa com os treinos livres na sexta-feira (6). A definição do grid de largada está marcada para sábado às 11h (horário de Brasília). A rodada dupla de Curitiba começa na manhã de domingo, também às 11h, com a largada da corrida 1. O desfecho da etapa acontece às 12h05.
"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube