Destaque na Stock Car, Genz comemora entrosamento com Carlos Alves e projeta primeira vitória em 2017

Vitor Genz pinta em décimo na classificação da Stock Car. Com uma emergente Carlos Alves, o gaúcho pode ser considerado uma das surpresas de 2016 – mas isso ainda é só o começo. Genz já começa a pensar em 2017, ano em que o objetivo é vencer

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Vitor Genz despontou como um dos bons nomes da Stock Car em 2016. Depois de três anos correndo com equipes pouco competitivas, o piloto gaúcho ganhou visibilidade na categoria ao assinar com a Carlos Alves. Restando uma etapa antes do fim da temporada, Genz é o décimo colocado, com 158 pontos e um pódio.
 
Comparando com o companheiro Néstor Girolami, 22º colocado, é um desempenho notável. Genz acredita que conseguiu extrair o que podia de uma equipe que está investindo para crescer na Stock Car.
 
“Acho que a grande diferença desse ano foi estar em uma equipe com um investimento muito maior”, apontou Genz, falando ao GRANDE PRÊMIO. “Tanto em equipamento quanto em mão de obra, equipe. O próprio Bebu (Girolami, companheiro de equipe) chegou, serviu para dar um comparativo. Deu para melhorar algumas coisas que eu podia melhorar”, continuou.
 
Genz deixou a pequena Boettger ao fim de 2015. O gaúcho foi o único piloto em tempo integral da escuderia, fechando o ano em 15º.
Vitor Genz e a Carlos Alves: uma relação promissora (Foto: Duda Bairros/Vicar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Passei anos sem companheiro de equipe, só um carro. E também tem o fato de eu ter me entrosado muito com a equipe, que está investindo e melhorou muito a qualidade. É uma equipe que pretende investir mais ainda e melhorar o carro mais ainda”, avaliou.
 
O ponto alto do ano foi a corrida 2 em Cascavel. Largando em 24º após abandonar na corrida 1, Genz encaixou uma bela prova e foi ao pódio – o primeiro de um gaúcho na Stock Car em 22 anos. Em outras oportunidades o carro até estava rápido – mas não deu para trazer o melhor resultado possível.
 
“O certo seria dizer que minha melhor corrida foi Londrina, onde consegui um pódio. Fiz uma corrida muito boa, muito competitiva, ganhei muitas posições na pista. De pilotagem, acho que essa foi a melhor corrida”, opinou.
 
“Mas acho que a gente estava mais rápido foi quando a gente largou em segundo em Cascavel, aquela corrida a gente realmente tinha um carro rápido. Eu tinha perdido uma posição pro Zonta na largada, e pressionei muito pra recuperar a posição. Acabei cometendo um erro, perdi uma posição e terminei em quarto”, recordou.
Vitor Genz com a equipe Carlos Alves em Curvelo (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Em ascensão, já dá para pensar em vitória. Genz acredita que a Carlos Alves está investindo o suficiente para melhorar ainda mais os resultados na temporada 2017 – o ótimo Valdeno Brito, substituto de Girolami, pode ser visto como o principal reforço.
 
“É o objetivo que eu busco no ano que vem (vencer). Inclusive falei com a equipe, quero fazer um ano juntando todas as nossas forças. Vai vir gente nova pra equipe, vai vir o Valdeno, vem outro engenheiro. Acho que a equipe está fazendo todos os esforços para ter a possibilidade real de brigar por uma vitória. Já fiz um ano muito bom em termos de campeonato, mas acho que pode ser melhor em resultados de corridas”, finalizou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube