Stock Car

Di Grassi faz ultrapassagem irregular, é excluído e Maurício leva Corrida do Milhão

Lucas Di Grassi cruzou a linha de chegada na frente, mas não levou. O piloto foi excluído por ultrapassagem irregular na briga pela primeira colocação com Ricardo Maurício, que saiu beneficiado e com R$ 1 milhão na conta bancária

Grande Prêmio, de Interlagos / FELIPE NORONHA, de São Paulo / VITOR FAZIO, de Berlim
O prêmio milionário da Stock Car já tem dono. A Corrida do Milhão deste domingo (25), realizada em Interlagos, terminou com vitória de Ricardo Maurício – mas de forma controversa. Foi Lucas Di Grassi quem cruzou a linha de chegada na primeira colocação, mas só após fazer ultrapassagem irregular sobre Ricardo Maurício em briga pela liderança. Excluído da prova, Di Grassi entregou de bandeja a vitória para Maurício.

Di Grassi recebeu inicialmente um drive-through por exceder os limites da pista. O piloto convidado, entretanto, negou-se a passar pelos boxes nas voltas finais. Dessa forma, a direção de prova optou por excluir Lucas do resultado final de prova.

O segundo lugar, assim, coube a Gabriel Casagrande. O piloto do #83 fez uma corrida na ofensiva, subindo após largar em quinto. O top-3 ainda teve Daniel Serra, que não teve ritmo suficiente para lutar pela vitória.
Ricardo Maurício (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
Thiago Camilo ficou em quarto, também devendo em ritmo de corrida. Bruno Baptista surgiu em quinto, com Felipe Fraga em sexto. O top-10 ainda teve Nelsinho Piquet, Gaetano di Mauro, Marcos Gomes e Ricardo Zonta.

A corrida teve apenas quatro abandonos. Um deles foi o de Rubens Barrichello: o ex-F1 fazia corrida combativa, ganhando posições, quando subitamente perdeu rendimento. Pelas imagens de TV, foi possível ver o veterano se emocionar e ficar com olhos marejados. A última vitória de Barrichello em Interlagos foi em 1990.

Paddockast #30
SHOW DO MILHÃO!


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Confira como foi a Corrida do Milhão 2019:

Na largada, Lucas Di Grassi conseguiu manter a liderança - tal como Ricardo Maurício, mesmo pressionado por Thiago Camilo, dono da primeira tentativa de bote da prova. Mas o primeiro a dar certo foi de Gabriel Casagrande, que passou Daniel Serra na curva 3. Bruno Baptista foi outro dono de largada forte.

Entre fatos iniciais, também vale destacar a briga pelo nono lugar: Rubens Barrichello aproveitou toque entre Marcos Gomes e Max Wilson, se approximou de ambos e passou por fora no 'S', usando o push. E saiu abrindo vantagem para os rivais.

Felipe Fraga e Cacá Bueno também batalhavam, em duelo interno da Cimed. Ambos foram punidos em cinco posições por troca de pneu, de acordo com o novo regulamento. Fraga conseguiu vantagem sobre o companheiro e passou, também, Barrichello - no exato momento em que o #111 passou a ter problemas no carro e foi diminuindo o ritmo, indo parar no fundo do grid antes de ir aos boxes.

Barrichello, de fato, não pôde continuar: na volta 6, entrou nos boxes da Full Time e abandonou a prova. Segundo o piloto, o carro passou por problema na bomba combustível, que vinha desde os treinos livres de sexta-feira: "Estava muito rápido, mas com o problema não teve o que fazer. Tive que parar. Interlagos é tudo para mim, e passou muito rápido", comentou um emocionado Barrichello à TV Globo logo após o abandono.
Rubens Barrichello (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
Pouco depois, Rafale Suzuki rodou, enquanto Bia Figueiredo também abandonou a disputa, tal como Allam Khodair. Na frente, Di Grassi e Maurício forçavam para abrir vantagem antes da parada que, por terem ido ao Q4, foram obrigados a planejar. Isso fez com que abrissem, no giro 11, mais de 5s para Camilo, terceiro - ou seja, uma volta antes da abertura dos boxes. Baptista vinha logo atrás, após passar Casagrande e Serra.

Maurício foi o primeiro da RC Eurofarma a apostar na ida aos boxes, assim que a janela abriu: colocou combustível. Em seguida, uma 'fila indiana' foi formada na entrada dos boxes, com mais de 10 pilotos parando na mesma volta. Di Grassi aproveitou para abrir o máximo possível nesse giro, antes de parar na volta 14.

A tática foi melhor para o #90: Maurício voltou à frente de Di Grassi. Enquanto isso, a história da cobiçada sétima posição no grid começou a aparecer: Zonta foi o primeiro a completar diversas voltas em primeiro - ele, que largou em 7°. Não durou muito, porém: após a parada do restante do grid, Maurício voltou a se estabilizar na ponta, mas pressionado por Di Grassi. Casagrande passou Camilo e assumiu o terceiro posto - logo em seguida, porém, nova troca entre eles.

Na volta 19, Di Grassi colocou em Maurício, começando batalha pelo Milhão roda a roda, com 0s5 de diferença. E, logo em seguida, momento polêmico: Di Grassi usou o push e passou Maurício - mas de forma irregular. Ele cortou pela entrada dos boxes, por fora da área da pista. Aparentemente sabendo do erro, começou a forçar para abrir vantagem e tentar compensar a punição que parecia certa.
Lucas Di Grassi (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)
E ela veio mesmo: duas voltas depois, Di Grassi foi punido com um drive-through, sendo obrigado a passar pelos boxes. Logo atrás, Casagrande e Camilo seguiram na briga, com o #80 à frente e mais rápido, tentando garantir o pódio.

Tudo mudou na penúltima volta: Di Grassi foi excluído da prova por não entrar nos boxes para o drive-through. Maurício, então, ficou sem adversários: se tornou o novo milionário da Stock Car. Casagrande foi o segundo e Serra, na última volta, passou Camilo para assumir o último lugar do pódio.

Stock Car 2019, Corrida do Milhão, Interlagos:

1 R MAURÍCIO RC Eurofarma   26 voltas
2 G CASAGRANDE Crown +5.755  
3 D SERRA RC Eurofarma +8.383  
4 T CAMILO A. Mattheis +8.436  
5 B BAPTISTA RCM +8.922  
6 F FRAGA Cimed +9.942  
7 N PIQUET Full Time +10.170  
8 G DI MAURO Shell Helix Ultra +13.086  
9 M GOMES KTF +13.797  
10 R ZONTA Shell V-Power +16.349  
11 J CAMPOS Prati Donaduzzi +26.509  
12 D NUNES KTF +27.777  
13 V BRITO Prati Donaduzzi +31.160  
14 C BUENO Cimed +32.921  
15 A ABREU Shell V-Power +39.177  
16 R SUZUKI Hot Car +39.413  
17 C RAMOS Blau +40.142  
18 L FORESTI Vogel +42.493  
19 G LIMA Vogel +47.532  
20 F LAPENNA Cavaleiro +48.414  
21 D NAVARRO Cavaleiro +48.984  
22 M COLETTA Crown +53.870  
23 P CARDOSO Hot Car +55.666  
24 G OSMAN Shell Helix Ultra +1 volta  
25 M WILSON RCM +4 voltas NC
26 B FIGUEIREDO A. Mattheis +17 voltas NC
27 R BARRICHELLO Full Time +20 voltas NC
28 A KHODAIR Blau +22 voltas NC
29 L DI GRASSI RC Eurofarma   EXC



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.