Diretor da JL, Zeca Giaffone avisa: “Nunca podemos parar de trabalhar para ter sempre mais da segurança”

Responsável pela concepção e projeto dos carros que fazem parte do grid da Stock Car, destacou a segurança do modelo depois do grave acidente em Pinhais no domingo passado e avisou que não medirá esforços para dar sequência a “um trabalho sem fim”

Muitas foram as menções à empresa JL, fabricante do carro da Stock Car, após o acidente em Pinhais, no último domingo, dia 2 de agosto. Apesar da forte batida envolvendo Thiago Camilo, Rafa Matos e Felipe Fraga, não houve ferimentos graves muito em função da segurança do chassi projetado e produzido na fábrica localizada em Cotia, na Grande São Paulo.

“O grande herói do domingo foi o carro”, chegou a afirmar Maurício Slaviero, diretor geral da Vicar e promotor da Stock Car. Pilotos, chefes de equipes, dirigentes e jornalistas deram ênfase também ao padrão de segurança do produto da JL.

"O grande herói do domingo foi o carro", disse Maurício Slaviero, promotor da Stock Car (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Mas para o fundador e presidente da empresa, o ex-piloto e empresário Zeca Giaffone, nenhum esforço será o bastante quando se fala em segurança.

“Agradeço o reconhecimento que temos recebido, pois realmente desde o acidente do [Rafael] Sperafico [falecido em etapa da então Stock Light, em Interlagos, em dezembro de 2007], temos trabalhado muito no que se refere a segurança. Acho, porém, que esse é um trabalho sem fim, onde nunca podemos parar”, disse o construtor ao DIÁRIO MOTORSPORT, parceiro do GRANDE PRÊMIO.

Leia mais sobre o código desportivo da CBA

Leia mais a respeito da opinião da empresa JL sobre a segurança na Stock Car

Leia mais sobre o relatório completo pedido pela Vicar sobre o acidente no PR

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube