Do silêncio aos gritos: Serra detalha rádio nos minutos finais em Interlagos

Segundo colocado na corrida de Interlagos, Daniel Serra revelou que passou os últimos minutos da corrida de domingo (15) em silencio. Com o tri garantido, o silêncio deu lugar os gritos

Daniel Serra passou os minutos finais da última corrida da temporada 2019 da Stock Car com silêncio de rádio. A comunicação só voltou a acontecer após a bandeirada, mas não em forma de conversa: com gritos mesmo. 
 
No último domingo (15), o #29 conquistou o tricampeonato da Stock Car ao cruzar a linha de chegada na segunda colocação, 2s5 atrás de Thiago Camilo, o vencedor.
Daniel Serra (Foto: Cauê Moalli/Grande Prêmio)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Questionado sobre o que ouviu de Rosinei Campos, o Meinha, nas últimas voltas da corrida, Daniel respondeu: “Nada. A gente ficou mudo. É verdade. A gente não falou nada. Só perguntava quantas voltas faltava”. 
 
“Na verdade, o Meinha não entrou nenhuma vez no rádio para falar comigo, quem fica ali no rádio direto comigo é o Arthur e o Gê, a gente está realmente querendo controlar, por causa da questão do push, então, assim, cinco, seis minutos, a corrida não acabou ainda. Ainda falta muita coisa, né”, lembrou. “O Felipe [Fraga] acabou a gasolina, acho que deve ter sido a gasolina, subindo a Junção. Se isso acontece comigo, acabou meu campeonato”, seguiu. 
 
“Então a gente realmente estava tentando controlar a corrida, saber se estava tudo em ordem, quem tinha push, quem não tinha, tudo. E quanto acabou, na verdade, eu só gritava no rádio. Não falei outra coisa para o Meinha. Era mais grito mesmo”, completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube