Favorito, Gomes vê pontuação dobrada como “sempre injusta para líder”, mas relativiza: “O campeonato precisa disso”

Marcos Gomes vai à decisão do campeonato, em Interlagos, com 31 pontos de liderança para Cacá Bueno. Só que a pontuação é dobrada por lá e 48 tentos estarão em disputa. Gomes prefere não reclamar, apesar de deixar claro que atrapalha o melhor piloto durante o ano

Em pouco mais de um mês, 13 de dezembro, a Stock Car vai voltar a São Paulo e Interlagos – onde não vai desde a abertura da temporada 2014. Lá, Marcos Gomes chega com uma missão: confirmar o que parece bastante provável há alguns meses, o título do campeonato em 2015. São 31 pontos de vantagem para quem pode ameaçá-lo, Cacá Bueno. Na realidade, Marcos já estaria com os dois pés no título não fosse pela pontuação dobrada na corrida final.
 
Em Tarumã para acompanhar a penúltima etapa da temporada, Neste domingo (8), o GRANDE PRÊMIO falou com Gomes sobre a regra – que causou polêmica na Indy em 2015 e foi abolida da F1 após apenas uma experiência, um ano atrás. 
 
Para Gomes, a regra acaba, sim, injusta para quem é o líder do campeonato. Mas preferiu não reclamar. O fato de ser assim há mais de um ano entra em sua conta, além de ser algo que a Stock Car precisa. Não esconde, no entanto, que se sente atrapalhado pelas peripécias das regras. Rodadas duplas e pontuações dobradas, para ele, acabam prejudicam quem é mais rápido.
Marcos Gomes e Felipe Fraga (Foto: Carsten Horst/ Hyset/ RF1)
"É injusto para mim. Para o líder, é sempre injusto, com certeza. Mas é assim já há dois anos, acho que o campeonato precisa disso para ganhar mais repercussão em todos os sentidos, então temos que aceitar", disse. 
 
"Em outros anos, eu seria beneficiado; neste ano, o que estou melhor, mais rápido e com tudo dando certo, com certeza a segunda corrida com grid invertido e a pontuação dobrada, tudo para forçar uma disputa maior com mais gente disputando o título, acabou prejudicando muita gente", afirmou.
 
Na prova do Rio Grande do Sul, Gomes poderia ter sido campeão. Com um terceiro lugar e um 12º, além de Cacá vencendo uma das provas, o 'match-point' foi desperdiçado
 
O GP acompanha todas as informações do final de semana de encerramento da temporada da Stock Car 'in loco'. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube