Stock Car
07/08/2018 05:00

Filho sobe com Barrichello no carro após vencer 'Milhão' e agradece por chance de “dividir emoção”

Fernando, filho de Rubens Barrichello, foi quem teve a chance de subir no carro da Full Time para 'sambar' junto ao pai na festa da vitória na Corrida do Milhão no último domingo (5). E comemorou a chance de poder viver isto com Barrichello, lembrando a suspeita de AVC vivida pelo pai no começo de 2018
Warm Up, de Goiânia / FELIPE NORONHA, de Goiânia
 Rubens Barrichello e o filho Fefo no pódio da Corrida do Milhão (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Em nenhum momento entre a bandeirada e o final do pódio de sua vitória na Corrida do Milhão do último domingo (5) Rubens Barrichello esteve sozinho. Não só pelo povo nas arquibancadas, ou pelos seguranças que o cercavam. Mas, sim, pelo filho Fernando.

Foi Fefo quem subiu no carro da Full Time assim que ele foi estacionado para dar a famosa "sambadinha" com o pai. E também foi ele quem esteve no lugar mais alto do pódio e levantou o troféu com Barrichello.

Não foi coincidência: Barrichello queria que Fernando tivesse a mesma chance que teve Eduardo, seu outro filho, em março, quando foi segundo lugar na Corrida de Duplas em Interlagos. Na ocasião, foi Dudu quem esteve no pódio. Agora, a festa foi com o mais novo.
Rubens Barrichello foi ao pódio da Corrida do Milhão ao lado do filho (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Depois da comemoração, nos boxes da Full Time, Fernando conversou com o GRANDE PRÊMIO sobre toda a emoção que é ter a chance de seguir vendo o pai nas pistas, e vencendo, após a suspeita de AVC que Barrichello sofreu no começo do ano.

"Acho que é muito, muito importante (estar aqui). A gente sofreu muito naquele momento, e a gente estava naquela primeira corrida dele, na volta, então é muito importante. É muito bom pode dividir essa emoção com ele, porque é muita emoção, é muito gostoso estar com ele aqui, conseguir estar junto", disse.

O próprio Barrichello, também ao GP, afirmou que desejava ter essa chance de ir ao pódio com o filho: "Teve um pouco de tudo ali (no pódio) e teve essencialmente o que eu queria, que era meu filho do meu lado. (...) Eu queria ter a oportunidade de subir no carro com o Fefo, como subi com o Dudu."
Rubens Barrichello vibra com a vitória na Corrida do Milhão (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Em seguida, Fernando comentou sobre o medo que foi quase perder o pai, e o quão importante é isso ter passado e poder aproveitar este momento de triunfo: "A gente quando está feliz não pode pensar nisso. Tem que aproveitar ao máximo. Eu sempre falo para ele: ‘pai, acelera aí. Pai, dá o que é para dar’. E isso não tem que como mudar."

"Você tem que dar seu máximo e vai acontecer o que tem que acontecer. É a vitória que era para vir. Então é muito legal", completou o jovem de 12 anos, que também já pilota em categorias menores.