Fraga garante que nem pensava na vitória em Cascavel, mas “teve a oportunidade”

Felipe Fraga garantiu que não planejava incomodar a busca de Gabriel Casagrande pela primeira vitória dele na Stock Car, mas as circunstâncias da corrida 1 em Cascavel mudaram tudo

Depois de terminar o sábado exaltando que Gabriel Casagrande era o favorito e ia para a vitória em Cascavel, Felipe Fraga viveu uma corrida 1, neste domingo (20), melhor do que imaginava. Com o safety-car chamado ainda no princípio da prova, acabou levando vantagem contra Casagrande, tomou a ponta e venceu. Segundo ele, questão de oportunidade.
 
Fraga é companheiro de equipe de Casagrande, na parceria Crown/Cimed, e sabia que Gabriel, sem chances de ser campeão, tinha tudo para partir para a vitória sem precisar poupar o carro. Só que, quando Bruno Baptista bateu e o safety-car foi chamado, mudou tudo. Casagrande deixou de ter vantagem. 
 
"Corrida perfeita para a equipe. Parabéns a eles, aliás, que colocaram três carros no pódio, é muito difícil fazer isso. Sobre a corrida, eu tive a oportunidade. Não ia para cima do Casagrande, estava pensando em ficar bem posicionado e poupar pneus e combustível para marcar pontos também na segunda corrida, porque ainda estou um pouco vivo no campeonato", avaliou.
 
"Mas ele [Casagrande] saiu forçando muito logo de cara, dava para ver fumaça saindo do carro dele nas duas ou três primeiras voltas e, aí, para minha sorte, veio um safety-car. Tudo que ele forçou no início veio por água abaixo. Se eu fizesse uma estratégia mais longa, corria o risco de nem entrar no top-10. Avisei a equipe que a gente ia disputar a corrida", explicou.
Felipe Fraga puxa a fila (Foto: Bruno Terena/RF1)
O paranaense ainda foi para os boxes logo na volta em que a janela abriu, algo que Fraga considerou um erro. O #88 ficou mais um pouco na pista e permitiu que se colocasse em condições de liderar com um bom pit-stop, que veio.
 
"Acho que ele foi infeliz de parar nos boxes logo na primeira volta, porque você não pode usar o botão de ultrapassagem na relargada. Acabou que eu fiz uma volta de pista limpa, carro inteiro e o push. Além, é claro, do trabalho da equipe, que realizou um pit-stop muito bom e que tem que ter sido um pouco melhor que a dele. Era a mesma quantidade de combustível, o mesmo pneu… Fiz meu trabalho muito bem, mas a equipe foi perfeita. Certeza que ganhamos a corrida por 0s5 no pit. Eles estão voando no pit. A costela do churrasco de ontem ajudou", seguiu.
 
Depois disso, Fraga ficou com a 14ª colocação na corrida 2 após um toque com Felipe Lapenna. Mesmo assim, segue acreditando no título?
 
"Com certeza! Ano passado eu estava mais confiante e mais longe. O carro desse ano é muito bom, do meio do campeonato para agora tivemos uma melhora impressionante e as três pistas onde ainda vamos correr são pistas em que eu já ganhei. Temos um histórico bom, mas são 40 pontos. É uma pontuação que não se tira de uma hora para outra, além de serem muitos caras na frente que tenho que torcer para não irem bom. Meu foco recentemente tem sido correr todas as provas como se fossem a última. Vim para cá sem nem pensar em vitória, só focado em ponto, e vou continuar assim", finalizou.
 
A próxima etapa da Stock Car acontece em 10 de novembro, no Velo Città.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha a etapa de Cascavel da Stock Car 'in loco' com o repórter Pedro Henrique Marum.

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube