Fraga revela ajuda da Red Bull para disputar WEC ou até DTM no futuro, mas diz: “O foco no momento é na Stock Car”

Ainda sem lugar definido para correr em 2017 depois de se ver substituído por Cacá Bueno na Cimed, o líder da atual temporada da Stock Car busca alternativas para dar sequência à sua curta, porém já vitoriosa carreira, seja no Brasil ou mesmo na Europa. Para voltar a cruzar o Atlântico e correr no Velho Mundo, Felipe Fraga conta com a ajuda da Red Bull

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Por essas ironias do destino que às vezes o esporte é capaz de proporcionar, o grande nome da temporada 2016 da Stock Car ainda não tem lugar garantido para correr na próxima temporada. Mas Felipe Fraga, líder do campeonato com 39 pontos de vantagem para o laureado Rubens Barrichello, sabe que não vai estar a pé, seja aqui no Brasil ou mesmo lá fora. A própria Cimed, que anunciou Cacá Bueno como seu novo piloto ao lado de Marcos Gomes em 2017, surge como alternativa, no caso da criação de uma segunda equipe. Mas até mesmo um retorno à Europa surge no radar, e aí a Red Bull, sua parceira de longa data, pode ajudá-lo a encontrar um novo destino.
 
Logo que a Cimed anunciou a dupla Cacá-Gomes para 2017, seu chefe de equipe, William Lube, tratou de falar sobre o futuro de Fraga e explicou que há esforços da empresa farmacêutica de buscar a criação de um segundo time para manter Felipe. Outro destino natural seria o paraense — criado no Tocantins e hoje morando em Curitiba — substituir o mentor Cacá Bueno no time de Andreas Mattheis, hoje patrocinada pela Red Bull, marca que deixará a Stock Car ao fim do ano como equipe.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Felipe Fraga tem a ajuda da Red Bull para encontrar um lugar para correr no exterior (Foto: Duda Bairros)
Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, Fraga deixou claro que seu objetivo é continuar na Stock Car por mais algumas temporadas. Por outro lado, o jovem de 21 anos conta com a ajuda da Red Bull para voltar a correr na Europa. Com a ‘forcinha’ taurina, o Mundial de Endurance não parece um sonho tão impossível. 
 
Mesmo o DTM pode ser uma possibilidade, ou ainda o Blancpain Endurance Series, competição que Fraga disputou no ano passado ao lado de Sergio Jimenez e do próprio Cacá pelo BMW Team Brasil, chefiado por Antonio Hermann e Washington Bezerra. Sem o patrocínio do Banco do Brasil, a equipe, baseada em Portugal, interrompeu suas atividades em 2016, mas pode voltar às pistas no ano que vem.
 
Mas, ao menos no momento, o futuro de Fraga segue indefinido. “Por enquanto, ainda não tem nada certo, continuo sem lugar, mas estou negociando com várias equipes. A própria Cimed está fazendo um esforço muito grande para eu continuar, há vários planos que eles têm na cabeça. E eu também quero continuar”, garantiu o piloto, que falou ao GP nos boxes da Cimed em Londrina, durante o fim de semana da etapa que o fez abrir ainda mais vantagem na ponta da Stock Car.
Fraga disputou o Blancpain Endurance Series correndo com um BMW Z4 do Team Brasil em 2015 (Foto: Luca Bassani)
Fraga, contudo, não perde de vista a chance de voltar a correr no exterior. “Também estou vendo algumas coisas fora do Brasil. A Red Bull está me ajudando com várias coisas lá fora, mas é tudo muito difícil. Não tem nada certo ainda, de verdade, mas é aquela coisa: se eu continuar fazendo esse trabalho, certamente vou ter um lugar bom, seja na Stock Car ou não, então tenho fé que vai aparecer algum lugar top para mim”, reiterou Felipe.
 
Questionado sobre as suas opções para continuar sua carreira no exterior, Fraga citou algumas das principais categorias do automobilismo mundial. “Estou indo atrás de algo do tipo: Mundial de Endurance, ou o Mundial de GT, o Blancpain, né? Tem no futuro também alguma coisa sobre o DTM. Então vamos ver. É tudo muito longe e muito perto ao mesmo tempo. A Red Bull quer muito me ajudar, e isso conta muito. Estamos tendo várias conversas, mas o foco no momento é aqui na Stock Car, e eu pretendo continuar aqui também.”
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Só se surgir uma oportunidade, que é o que estamos buscando, e aí sim almejar coisas maiores. Mas estou muito feliz na Stock Car, estou amando a categoria, está dando tudo certo para a minha equipe, então não tenho motivos para sair”, garantiu Fraga.

 
O próximo desafio de Felipe Fraga rumo ao título da temporada 2016 da Stock Car será ‘em casa’. A categoria volta a acelerar em Curitiba entre 14 e 16 de outubro para a nona etapa do campeonato. O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ o retorno da Stock Car ao Autódromo Internacional de Curitiba.
PADDOCK GP #49 ANALISA SEPANG, FAZ PRÉVIA DO GP DO JAPÃO E ABERTURA DA F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube