Foresti encaixa estratégia perfeita e vence tumultuada corrida 2 no Velocitta

Lucas Foresti encaixou a estratégia perfeita, com um pit-stop impecável da KTF e superou Rubens Barrichello na corrida 2 no Velocitta

A estratégia tem grande peso nas rodadas duplas da Stock Car. E Lucas Foresti e a KTF foram prova disso e deram aula de gerenciamento e estratégia de parada para triunfar na corrida 2 no Velocitta. Ao superar um rápido Rubens Barrichello, o piloto de 28 anos apostou em um pit-stop tardio, mas perfeito da equipe de Cotia para vencer na tarde deste sábado (19) em Mogi-Guaçu.

Em um dia de dois pódios, Zonta foi o terceiro colocado, após terminar a corrida 1 na segunda colocação. Vencedor da corrida 1, Gabriel Casagrande não contou com a sorte e abandonou logo na largada da prova, perdendo a chance de contabilizar maiores pontos para o campeonato.

A corrida no interior de São Paulo foi bem tumultuada e viu diversos incidentes, desde o início da prova até um ‘big-one’. A Stock Car retoma as atividades neste domingo, para o complemento das etapas no Velocitta.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi a corrida 2 da Stock Car no Velocitta

Com a regra do grid invertido dos dez primeiros colocados em relação à corrida 1, Guilherme Salas teve a chance de largar na frente na segunda prova do sábado de Stock Car, no Velocitta, e dividiu a primeira fila com Diego Nunes. Vencedor da corrida 1, Gabriel Casagrande largou em décimo.

Com o rápido realinhamento dos carros na pista após a prova 1, o grid ficou pronto para o início em movimento da segunda corrida. Salas fez valer a primeira posição e chegou a primeira curva como líder. Já Casagrande sofreu um toque de Felipe Lapenna e escapou da pista logo no começo.

Enquanto isso, na parte de trás do grid, Tony Kanaan, Tuca Antoniazi, Felipe Massa, Marcos Gomes, Pedro Cardoso e Guga Lima se envolveram em um enorme incidente. Após duas voltas, o carro de Kanaan não conseguiu sair do lugar, ficando parado na entrada dos boxes. Neste meio tempo, os fiscais tentavam retirar o carro do piloto baiano antes da volta 7, que abria a janela de parada e a entrada dos carros nos boxes.

Casagrande sofre toque na largada e escapa do circuito (Foto: Reprodução/TV)

No topo, Salas continuava líder, com uma vantagem de 1s102 para Diego Nunes. Na terceira posição, Barrichello imprimia um bom ritmo, visando maximizar os pontos no primeiro dia de corridas no Velocitta.

No quesito acidentes, a organização da prova anunciou que o ‘big-one’, que marcou a primeira volta e envolveu diversos carros, seria analisado apenas após a disputa.

Na volta 7, Sergio Jimenez perdeu os freios na reta do box, acertou uma lombada atrás da zebra e colidindo com força na barreira de pneus, provocando a entrada do safety-car. No momento da batida, o cronômetro marcada 18 minutos para o fim.

Com 14 minutos restantes no relógio, o safety-car sinalizou que deixaria a pista . Com a relargada, Guilhermecontrolou bem os rivais e seguiu na ponta com Nunes atrás. Sem inversões nas primeiras posições, a reinício foi limpo, sem nenhum acidente.

Com a parada dos líderes, Barrichello assumiu a ponta da corrida. No box, Salas aproveitou para reabastecer, visto que estava com pouco combustível em detrimento da estratégia escolhida para a primeira corrida do sábado. A oito minutos do fim, Barrichello e Zonta foram aos pits, tentando uma estratégia diferente para terminar a corrida nas primeiras colocações.

Com uma excelente parada da Full Time, o ex-piloto da Ferrari e Williams na F1 conseguiu voltar em segundo, atrás apenas de Lucas Foresti, que ainda não tinha parado na segunda prova. Porém, se a Full Time foi ótima na parada de Barrichello, a KTF deu aula e conseguiu liberar Foresti na primeira colocação, proporcionando uma bela disputa para os instantes finais de prova.

Nos três minutos derradeiros, Foresti tinha uma vantagem de 1s512 para Barrichello, que tentava controlar o push e o ritmo para conseguir se aproximar do adversário no fim da corrida. Sem sucesso, com um minuto para o fim, Foresti abria mais de dois segundos para o campeão de 2014 da Stock Car. Destaque para Matías Rossi, quinto colocado no momento, que protagonizava uma grande disputa com Nunes.

No fundo do pelotão, Nelsinho Piquet estampou o carro de Chris Hahn, incidente este que a direção de prova optou por investigar após a corrida. Na última volta, Allam Khodair, com problemas, abandonou.

Já no topo, Lucas seguiu firme rumo à vitória, com Barrichello em segundo. Zonta, no segundo pódio do sábado, foi o terceiro colocado, completando o pódio.

Stock Car 2021, Velocitta, corrida 2, final:

1L FORESTIKTF CHEVROLET32:58.79219 voltas
2R BARRICHELLOFULL TIME TOYOTA+5.007 
3R ZONTARCM TOYOTA+6.613 
4D NUNESBLAU CHEVROLET+7.397 
5M ROSSIFULL TIME TOYOTA+7.964 
6G SALASRCM TOYOTA+13.714 
7J CAMPOSLUBRAX PODIUM CHEVROLET+16.700 
8A ABREUPOLE/SHELL CHEVROLET+18.383 
9D NAVARROCAVALEIRO CHEVROLET+19.055 
10R MAURÍCIO RC EUROFARMA CHEVROLET+19.197 
11D SERRARC EUROFARMA CHEVROLET+19.782 
12R. SUZUKIFULL TIME BASSANI TOYOTA+20.109 
13C RAMOSIPIRANGA TOYOTA+20.956 
14F LAPENNAHOT CAR CHEVROLET+21.744 
15B MONTEIROCROWN CHEVROLET+23.355 
16T CAMILOIPIRANGA TOYOTA+25.193 
17C HAHNBLAU II CHEVROLET+27.413 
18B BAPTISTARCM TOYOTA+30.893 
19C BUENOCROWN CHEVROLET+ 1 volta 
20G FRIGOTTORKL CHEVROLET+ 1 volta 
21A KHODAIRBLAU CHEVROLET+ 2 voltas 
22N PIQUETMX PIQUET TOYOTA+ 2 voltas 
23S JIMENEZMX PIQUET TOYOTA+ 13 voltas 
24T ANTONIAZIHOT CAR CHEVROLET+ 16 voltas 
25G DI MAUROKTF RACING CHEVROLET+ 18 voltas 
26M GOMESCAVALEIRO CHEVROLET+ 18 voltas 
27G CASAGRANDEVOGEL CHEVROLET 
28T KANAANFULL TIME BASSANI TOYOTA 
29P CARDOSOKTF RACING CHEVROLET 
30G LIMAVOGEL CHEVROLET 
31F MASSALUBRAX PODIUM CHEVROLET 
32G OSMANPOLE/SHELL CHEVROLET 
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar