Pilotos Shell lamentam acidentes e abandonos na corrida 1 da Stock Car em Curitiba

A primeira corrida da Stock Car em Curitiba não foi das mais fáceis para os pilotos Shell. Dos quatro representantes, apenas Ricardo Zonta terminou a prova, apenas na 12ª posição

Os pilotos Shell não tiveram um sábado (7) fácil em Curitiba, no início da rodada tripla da Stock Car. Dos quatro representantes, Ricardo Zonta foi o único a finalizar a prova, na 12ª colocação, enquanto Átila Abreu, Galid Osman e Gaetano di Mauro abandonaram.

Apesar do resultado discreto, Zonta segue na briga pelo título e ocupa o terceiro lugar na tabela de pontos, com 167, apenas 13 a menos que o líder. Na corrida, envolveu-se em um acidente na disputa pela quinto lugar e caiu para 12º.

“Estávamos com um carro muito bom na corrida. Tudo bem que a classificação foi ruim, mas a estratégia foi a melhor possível, largando lá de trás pronto para a corrida. Uma pena, estávamos vindo numa recuperação, para ganhar a quinta posição, com poucas voltas para o fim, mas três pushes ainda, dava para ir para cima e talvez brigar por um pódio. Onde o outro piloto freou, ele nunca faria a curva, se eu tivesse pensado nisso, poderia ter dado o ‘X’ e ido embora, mas me tocou bem na hora da freada, me desequilibrou e isso fez com que eu perdesse várias posições”, afirmou.

Ricardo Zonta terminou em 12º e segue na briga pelo título (Foto: José Mário Dias/Shell)

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Átila Abreu tentou uma estratégia diferente e esticou a janela obrigatória de pit-stops em uma volta. Logo depois, porém, deixou a prova ao sair da pista na curva 3. O piloto lamentou muito o incidente.

“Foi frustrante. A classificação nos prejudicou, largamos muito lá atrás. As primeiras voltas têm muita bagunça, com os adversários batendo, você acaba perdendo tempo até se posicionar. Assim como na tomada, o carro ficou muito difícil de pilotar na freada, traseiro na entrada de curva, e por mais que eu estivesse na competição com os adversários, tínhamos pouco potencial de escalar, voltei da janela em 17º, pouco conseguiria melhorar. Mas fazia tempo que eu não dava um errada numa corrida. Por mais que o carro estivesse difícil, tentei forçar e perdi o carro na freada, passei reto e parei na brita”, disse Abreu.

Átila Abreu abandonou a primeira etapa do fim de semana em Curitiba (Foto: José Mário Dias/Shell)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Galid Osman levou um toque na primeira curva logo na largada e precisou abandonar a disputa em Curitiba. “Fiz uma boa largada, fiz bem a curva 1, e na hora que fui fazer a curva 3, infelizmente um concorrente acertou a minha roda com tudo e quebrou a suspensão na hora. Paciência, vamos tentar fazer uma boa classificação amanhã e duas boas corridas”, declarou o piloto do carro #28.

Galid Osman em ação na etapa paranaense (Foto: José Mário Dias/Shell)

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Gaetano di Mauro foi mais um piloto Shell que não completou a corrida em Curitiba. Estreando na equipe KTF, sofreu um toque logo nas primeiras voltas e pouco conseguiu aproveitar da vaga obtida no Q2 da classificação.

“Foi uma pena o que aconteceu, mas não cabe a nós que estamos dentro do carro segurar uma dessa. Mas o bom é que estamos evoluindo a cada saída, todas as vezes em que entramos na pista, achamos alguma coisinha a mais, estamos buscando sempre melhorar o carro, vemos que tem potencial. Já estamos entendendo o caminho para ser um carro de ponta. Então, agora é colocar tudo junto, eu estar cada vez mais enturmado com a equipe para colhermos os resultados”, afirmou.

A Stock Car disputa duas etapas em Curitiba neste final de semana:  a nona etapa ocorre já no domingo, com a primeira prova às 11h e a segunda às 11h55. O GRANDE PRÊMIO faz cobertura completa.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube