Rodadas duplas da Stock passam a ser decididas por número de voltas e contam com limite de tempo maior que em 2014

A Vicar anunciou nesta terça-feira o aumento de oito minutos em cada uma das baterias das rodadas duplas da Stock Car na temporada 2015. Enquanto em 2014 as jornadas dobradas tiveram provas de 40 e 20 minutos mais uma volta, em 2015 serão contempladas por 48 e 28 minutos mais uma volta

Enquanto os pilotos e as equipes vão aquecendo as turbinas para a temporada 2015 da Stock Car, a organização vai aparando as últimas arestas. Nesta terça-feira (10), foi anunciado que o tempo das rodadas duplas vai aumentar um pouco em relação à temporada de estreia deste método, ano passado.
 
Se em 2014 as rodadas duplas foram contempladas com 40 e 20 minutos mais uma volta, respectivamente, em 2015 as baterias serão decididas pelo número de voltas, sendo 48 e 28 minutos mais uma volta o limite para o final da prova.
 
"Em 2015 as rodadas duplas não serão mais definidas pelo tempo, mas sim pelo número de voltas. Caso esse número de voltas não seja alcançado, aí sim teremos o final da prova decretado pelo tempo", disse em comunicado oficial o diretor-geral da Vicar, Maurício Slaviero.
Rodadas duplas serão maiores (Foto: Full Time)
"A quantidade de voltas nas corrida vai variar de acordo com a extensão de cada traçado, mas agora as provas terão um tempo máximo", seguiu. 
 
"O regulamento foi muito elogiado no ano passado e por isso foi mantido. A única dúvida que havia ficado era sobre a duração das provas de encerramento das rodadas duplas. Com essa mudança, acho que damos mais um importante passo para aumentar ainda mais a competitividade na temporada 2015", concluiu.
 
Serão nove etapas em sistema de rodadas duplas, a primeira delas em 5 de abril, na prova de Ribeirão Preto. A temporada começa em 22 de março, na com a corrida de duplas, em Goiânia.
 
As outras etapas não contam com grandes novidades. Assim como em 2014, a Corrida de Duplas e a do Milhão terão duração de 50 minutos mais uma volta; já o encerramento da temporada, em Interlagos, terá 40 minutos mais uma volta.
 
SENNA NA MCLAREN

Sim, é uma notícia de 2015. A marca inglesa anunciou nesta segunda-feira (9) que contratou Bruno Senna para integrar seu time oficial nas corridas de GT e também para colaborar com o desenvolvimento de modelos de rua. “É uma grande honra para mim me juntar à McLaren, um time pelo qual meu tio teve tanto sucesso e um dos nomes mais famosos no automobilismo. 2015 é um grande ano para toda a McLaren e é um momento animador para ser parte de tudo o que está acontecendo”, comentou Senna.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO

SWISS LEAKS
Fernando Alonso, Flavio Briatore, Heikki Kovalainen e Valentino Rossi: estes nomes constam em uma lista de 61 perfis divulgada pelo Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo (ICIJ, na sigla em inglês) oriunda do vazamento de dados confidenciais da filial suíça do banco HSBC. A investigação, batizada de ‘Swiss Leaks’ e conduzida por jornalistas de 45 países, começou em 2008 depois que um ex-funcionário do HSBC entregou dados do banco britânico às autoridades francesas. O jornal ‘Le Monde’ conseguiu acesso às informações e as compartilhou com a ICIJ. A revelação foi feita neste domingo (8).

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO

LEVEL: LEGENDARY
Depois de conquistar a terceira posição no Mundial de Construtores em 2014, a Williams assegura que fez no período do inverno europeu um trabalho com a intenção de obter resultados ainda melhores neste ano. E o finlandês Valtteri Bottas já prevê que o grau de dificuldade para que estes objetivos sejam alcançados será maior. “Agora a parte mais difícil começa”, declarou Bottas, que garante: “Estamos realmente determinados a fazer melhor”.

Confira a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube