Serra lidera primeiro dia de testes da pré-temporada 2015 da Stock Car em Curitiba. Barrichello fecha em quinto

Daniel Serra abriu a pré-temporada 2015 da Stock Car em Curitiba como o mais rápido neste sábado (7). Rubens Barrichello, atual campeão, terminou as atividades na quinta posição

A Stock Car deu o pontapé inicial para 2015 em Curitiba, neste sábado (7), com os primeiros testes da pré-temporada. Equipes e pilotos voltaram ao trabalho na pista paranaense durante todo o dia, e Daniel Serra fechou a sessão única de treinos com o tempo mais rápido.

Além das caras novas, os trabalhos foram dedicados também à avaliação do novo composto da Pirelli.

O piloto da Red Bull virou 1min19s075 junto com o primeiro grupo que ganhou o circuito curitibano. Thiago Camilo, da RCM, apareceu logo atrás, em segundo lugar, com uma marca apenas 0s019 mais lento que o tempo alcançado pelo filho de Chico Serra.

Daniel Serra foi o mais rápido no primeiro dia de testes da Stock Car em Curitiba (Foto: Bruno Terena /Red Bull Racing)

Também próximo dos ponteiros, Diego Nunes colocou a Vogel na quarta posição, logo à frente do outro carro de Rosinei Campos, Galid Osman. Na casa também de 1min19s, o atual campeão, Rubens Barrichello, obteve a quinta melhor marca do dia, somente 0s169 pior que o líder.

A sexta colocação ficou com Max Wilson, enquanto Raphael Mattos terminou em sétimo. Valdeno Brito, Ricardo Maurício e Julio Campos completaram os dez primeiros colocados da tabela paranaense.

Amanhã, os pilotos retornam à pista curitibana para o último dia de atividades preparatórias para a temporada que começa em março. Por conta do número limitado de pneus, as equipes devem também otimizar o trabalho dos compostos neste domingo.

A primeira etapa da Stock Car em 2015 está marcada para o dia 22 de março, em Goiânia, na corrida em duplas.

Stock Car, Curitiba, Testes coletivos, dia 1:

1 29 DANIEL SERRA SP RED BULL Chevrolet 1:19.075  
2 21 THIAGO CAMILO SP RCM Chevrolet 1:19.094 +0.019
3 70 DIEGO NUNES SP C2 Chevrolet 1:19.163 +0.088
4 28 GALID OSMAN SP RCM Chevrolet 1:19.183 +0.108
5 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet 1:19.239 +0.164
6 65 MAX WILSON SP RC Chevrolet 1:19.259 +0.184
7 2 RAPHAEL MATOS MG CARLOS ALVES Peugeot 1:19.280 +0.205
8 77 VALDENO BRITO PB WA MATTHEIS Chevrolet 1:19.430 +0.355
9 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet 1:19.476 +0.401
10 4 JÚLIO CAMPOS PR MICO'S Peugeot 1:19.526 +0.451
11 74 POPÓ BUENO RJ CAVALEIRO Peugeot 1:19.586 +0.511
12 72 FÁBIO FOGAÇA SP HOT CAR Chevrolet 1:19.597 +0.522
13 0 CACÁ BUENO RJ RED BULL Chevrolet 1:19.623 +0.548
14 5 DENIS NAVARRO SP VOGEL Chevrolet 1:19.624 +0.549
15 88 FELIPE FRAGA PA VOXX Peugeot 1:19.650 +0.575
16 80 MARCOS GOMES SP VOXX Peugeot 1:19.660 +0.585
17 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet 1:19.704 +0.629
18 1 ANTONIO PIZZONIA AM MICO'S Peugeot 1:19.747 +0.672
19 46 VITOR GENZ RS BOETTGER Peugeot 1:19.801 +0.726
20 26 RAPHAEL ABBATE SP HOT CAR Chevrolet 1:19.861 +0.786
21 8 RAFAEL SUZUKI SP RZ Chevrolet 1:19.883 +0.808
22 83 GABRIEL CASAGRANDE PR C2 Chevrolet 1:19.899 +0.824
23 6 ALCEU FELDMANN SP BOETTGER Peugeot 1:19.991 +0.916
24 73 SÉRGIO JIMENEZ SP C2 Chevrolet 1:20.021 +0.946
25 3 BIA FIGUEIREDO SP BASSANI 1:20.248 +1.173
26 51 ÁTILA ABREU SP AMG Chevrolet 1:20.265 +1.190
27 33 FELIPE MALUHY SP PRO GP Chevrolet 1:20.314 +1.239
28 10 RICARDO ZONTA PR RZ Chevrolet 1:20.380 +1.305
29 12 LUCAS FORESTI SP AMG Chevrolet 1:20.496 +1.421
30 110 FELIPE LAPENNA SP CARLOS ALVES Peugeot 1:20.515 +1.440
31 14 LUCIANO BURTI SP RZ Chevrolet 1:21.161 +2.086
32 11 CESAR RAMOS RS CAVALEIRO Peugeot 1:21.240 +2.165
33 17 PEDRO BARBOSA SP PRO GP Chevrolet 1:24.704 +5.629
OS 10+ DA PRIMEIRA SEMANA

Por quatro dias, oito equipes marcaram presença no circuito de Jerez, na Espanha, para os primeiros testes da pré-temporada. Naturalmente, a curiosidade para se acompanhar as atividades na pista andaluz era grande, e também há diversos pontos a se destacar após essa primeira bateria de treinos coletivos. A liderança da Ferrari, o dia em que o brasileiro Felipe Nasr foi o mais rápido, os problemas da McLaren e a pintura da Red Bull foram alguns dos aspectos que chamaram a atenção. 

Leia a matéria completa no GRANDE PRÊMIO.

O SOM AO REDOR
Tempos mais baixos, menos problemas e mais barulho. Dá para resumir assim, do ponto de vista dos motores V6 turbo, a semana de testes da F1 em Jerez de la Frontera, abrindo a pré-temporada de 2015. Introduzidas em 2014, essas unidades de força que atrelam sistemas híbridos ao motor de combustão interna vêm recebendo muitas críticas desde o princípio desta nova era.
 
Há cabos eleitorais fortes que pedem a mudança do regulamento — a alternativa mais defendida neste momento é a adoção de propulsores com 1000 cavalos de potência. Mas é incontestável como, com o passar do tempo, nota-se uma evolução.

Leia a matéria especial do CONTA-GIRO desta semana no GRANDE PRÊMIO. 

FORA DE NOVO
O momento da Force India não é bom. Após perder a primeira bateria de testes em Jerez, o time indiano está fora da segunda sessão de treinos coletivos, que acontece em Barcelona e corre o risco de perder a terceira também. A confirmação veio nesta sexta-feira (6) por meio do chefe-adjunto do time Bob Fernley à BBC, que citou a falência de Marussia e Caterham e a demora para assinar contrato para ter o túnel de vento da Toyota como principais fatores para o atraso na produção do VJM08.
 
Fernley garantiu que não há a menor possibilidade do VJM08 estar pronto para a segunda bateria de testes, agora em Barcelona, mas explicou que a intenção do time é ter o novo carro pronto para a última sessão de testes. 

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube