STJD esclarece caso do BR de Turismo e diz que, por ora, título de 2013 está nas mãos de Fraga

Última instância ainda será julgada, mas Felipe Fraga pode ser considerado campeão do Brasileiro de Turismo porque não foi concedido efeito suspensivo ao novo recurso interposto pela Carlos Alves

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva divulgou um comunicado visando esclarecer a polêmica que envolve o desfecho do Brasileiro de Turismo de 2013. O órgão afirmou que ainda há uma instância para ser julgada, o que deve acontecer ainda neste mês de março, mas que, por ora, Felipe Fraga pode ser considerado campeão.

Na última semana, um equivocado comunicado da Vicar relatou um julgamento que nunca aconteceu e que teria confirmado o título de Fraga. A organizadora do BR de Turismo voltou atrás e assumiu o erro no caso três dias depois.

Fraga colocou as mãos na taça do BR de Turismo depois que Gabriel Casagrande foi punido em 20s na etapa de Interlagos, em 15 de dezembro, por atitude desportiva contra Marco Cozzi – seu companheiro na Carlos Alves.

A punição acabou tirando o título de Cozzi, vencedor daquela corrida. Por isso a Carlos Alves recorreu ao STJD.

No dia 11 de fevereiro, o caso foi julgado pela Comissão Disciplinar e, por unanimidade, o recurso da equipe foi rejeitado. O time, então, recorreu mais uma vez, mas o relator do processo não concedeu efeito-suspensivo. Isso permite que a decisão da Comissão Disciplinar seja executada apesar de ainda haver um trâmite na justiça.

Felipe Fraga foi campeão do Brasileiro de Turismo em 2013, mas desfecho do campeonato está nas mãos da justiça desportiva (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Confira a nota divulgada pelo STJD na terça-feira:

“A Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Automobilismo, em julgamento realizado em 11 de fevereiro de 2014, decidiu, por unanimidade, não conhecer do recurso interposto por Carlos Alves Competition Team contra a decisão dos Comissários Desportivos que puniram o piloto Gabriel Casagrande com 20 segundos no tempo da prova, na oitava etapa do mencionado Campeonato, realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).
 
A decisão da Comissão Disciplinar do STJD do Automobilismo baseou-se no fato de que a equipe não recorreu, na forma do CDA/CBA, da decisão dos Comissários Desportivos para o próprio comissariado, nem informou da sua intenção de recorrer.
 
A equipe ingressou com recurso para o pleno do STJD do Automobilismo, sem que fosse deferido efeito suspensivo ao recurso, que deverá ser julgado neste mês de março.
 
Em face da não atribuição de efeito suspensivo ao recurso, o piloto Felipe Fraga é o atual campeão da categoria em 2013.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube