Vencedor em 2013, Zonta volta à Corrida do Milhão com objetivo de “lutar pelo bi”

A Corrida do Milhão de 2019 está marcada para o fim de semana, de volta ao autódromo de Interlagos. O quarteto da Shell chega com Ricardo Zonta, vencedor da prova; Átila Abreu, que já venceu em Interlagos; Galid Osman, que já foi ao pódio na prova; e Gaetano di Mauro, que briga pelo mihão pela primeira vez

O fim de semana guarda a edição 2019 da Corrida do Milhão da Stock Car. E o quarteto de pilotos da Shell chega com um membro que já venceu a corrida, outro que já levou a melhor em Interlagos, um que já foi ao pódio na prova do Milhão e outro que estreia. Em busca do prêmio de R$ 1 milhão, todos estarão no mesmo barco no próximo fim de semana. 
 
Ricardo Zonta já fez de tudo. Vencedor da Corrida do Milhão em 2013 e da última corrida da Stock Car em Interlagos, o paranaense chega animado com esses sucessos de outros dias.
 
"A Corrida do Milhão sempre tem um clima especial e para mim mais ainda, pois em 2013 fechamos a temporada vencendo justamente em Interlagos. Foi um momento inesquecível em minha carreira. É uma prova que chama atenção de público, imprensa e fãs pela premiação e que faz o desafio pela vitória ainda mais especial. É a hora de lutarmos pelo bi. A última vez que corremos em Interlagos, em dezembro passado eu larguei na pole e venci", disse.
Átila Abreu (Foto: Duda Bairros/Vicar_

Átila Abreu pode ainda não ter levado o milhão para casa, mas conhece Interlagos muito bem. Depois da lesão que atrapalhou a temporada, Átila agora vai para a corrida mais chamativa do ano atrás da pontuação especial.

 
"A Corrida do Milhão é a mais importante da temporada e a mais esperada por fãs, equipes, pilotos e patrocinadores, e conosco não é diferente. Voltar a acelerar em Interlagos é sempre muito bom, e estou colocando muitas fichas nessa prova. Apesar de o ano ter começado conturbado, nosso carro vem melhorando etapa após etapa", falou. 
 
"Será uma prova diferente, apesar de ser de tiro curto, com reabastecimento e uma classificação diferente, com o Q3 tendo a média das voltas, promete ser muito interessante. Muitos vão para o tudo ou nada, e isso abre muitas variáveis, e temos de estar atentos a todos esses lances para aproveitar a melhor oportunidade. Já estive perto de vencer essa corrida algumas vezes, mas nunca belisquei esse prêmio que seria ótimo, pelo momento e pela oportunidade de dividir com a equipe. Vamos trabalhar bastante para isso", seguiu. 
Galid Osman (Foto: José Mário Dias)
Galid Osman teve uma etapa complicada em Campo Grande, mas pretende aproveitar a corrida para retornar à parte privilegiada da tabela do campeonato.
 
"Os objetivos principais são voltar para o top-10 do campeonato e disputar a vitória na Corrida do Milhão. Em 2012 eu liderava na última volta quando acabou a gasolina. Dois anos depois, em Goiânia, terminei em terceiro lugar. Então é uma corrida em que costumamos ir muito bem, e tenho muitas esperanças de ir bem de novo", garantiu.
 
Gaetano di Mauro já correu em Interlagos pela Stock Car, exatamente na estreia na categoria, ano passado, quando já terminou no top-10. Antes disso, pelo Brasileiro de Turismo, venceu na pista.
Gaetano Di Mauro (Foto: José Mario Dias/Shell)

"Estou bem preparado para a Corrida do Milhão. Estou treinando de kart e já treinei no simulador. Vai ser uma corrida diferente, com estratégias novas, e vamos nos reunir com a equipe para vermos os planos para o fim de semana. Estou muito feliz por correr em Interlagos, minha pista preferida. No ano passado, fiz a minha estreia na Stock Car, e estou bem animado", finalizou. 

 
A prova está marcada para o próximo domingo, mas com peculiaridades no regulamento. O treino de classificação tende a ser um formato especial, mas que ainda está sob discussão.
 

Paddockast #29
ONE HIT WONDERS DO ESPORTE A MOTOR

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar