Zonta alia performance e estratégia para vencer corrida 2 da rodada dupla no Velo Città. Barrichello é 2º

Ricardo Zonta encerrou com vitória o segundo fim de semana da temporada 2019 da Stock Car. O piloto da Shell V-Power assumiu a liderança durante a janela de pit-stops e confirmou a boa performance exibida desde sábado. Rubens Barrichello foi o segundo e Cacá Bueno completou o pódio

Pela terceira vez em três anos, a Shell V-Power encerrou a rodada dupla do Velo Città com vitória. Se em 2017 e 2018 a equipe chefiada por Thiago Meneghel viu Átila Abreu no topo do pódio, neste domingo (5) foi a vez de Ricardo Zonta triunfar em Mogi Guaçu, interior de São Paulo. Com uma forte performance exibida desde o treino classificatório de sábado, o dono do carro #10 encaixou a melhor estratégia ao superar seus adversários diretos, como Diego Nunes, Julio Campos e Rubens Barrichello nos boxes para alcançar sua quinta vitória na Stock Car.

Barrichello bem que tentou encurtar a diferença para Zonta no fim, mas saiu do interior paulista com um bom resultado ao cruzar a linha de chegada na segunda colocação com o carro #111 da Full Time. O pódio 'pesado' da corrida 2 do Velo Città foi completado pelo pentacampeão Cacá Bueno, da Cimed.

Gabriel Casagrande foi o quarto colocado, seguido por Allam Khodair, consolidando um fim de semana positivo da Blau. Felipe Fraga novamente terminou entre os primeiros colocados, em sexto, logo à frente de Felipe Lapenna. César Ramos foi o oitavo, seguido por Valdeno Brito, que largou em 22º e terminou em nono. Ricardo Maurício foi o décimo. Thiago Camilo abandonou com problemas no carro, enquanto Daniel Serra foi o 16º.

A terceira etapa da temporada 2019 da Stock Car acontece em duas semanas, no dia 19 de maio, no Autódromo Internacional de Goiânia. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' com o repórter Felipe Noronha.

Ricardo Zonta festeja a vitória no Velo Città neste domingo (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Saiba como foi a corrida 2 da Stock Car no Velo Città

Rafael Suzuki, Valdeno Brito, Julio Campos, Ricardo Zonta, Gaetano di Mauro e Daniel Serra foram os seis vencedores do Fan Push nesta segunda etapa da Stock Car e largaram com um botão de ultrapassagem extra na corrida 2 no Velo Città.

Campos, por ter sido o décimo colocado na corrida 1, largou na pole na prova complementar da rodada dupla. Só que, diferente da primeira prova, a segunda teve a largada bastante conturbada, com problemas logo na reta dos boxes. Lucas Foresti e Galid Osman se envolveram em um grande incidente e rodaram ali mesmo, com o brasiliense da Vogel indo parar no gramado. Pouco depois, foi a vez de Nelsinho Piquet rodar e bater no guard-rail. Lá na frente, Diego Nunes passou Campos e assumiu a liderança.

Diego Nunes assumiu a liderança da corrida nas voltas iniciais (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

O prejuízo foi imenso para Daniel Serra, que de nono no grid de largada caiu para 17º lugar. Marcos Gomes também enfrentou problemas e teve um pneu furado, consequência de um enorme amontoado de detritos no asfalto por conta das batidas. 

Diego vinha em primeiro, com Campos em segundo, à frente de Rubens Barrichello, Ricardo Zonta e Gabriel Casagrande, quinto colocado. Na esteira de tantos problemas nas primeiras voltas, o grande beneficiado acabou sendo Valdeno Brito, que largou em 22º, mas já ocupava a nona colocação.

Na abertura da quinta volta, Campos usou o Fan Push na entrada da primeira curva e fez a ultrapassagem, retomando a liderança da corrida com uma grande manobra. Teve também mudança na terceira posição, que passou a ser de Zonta, que superou Barrichello.

Julio Campos tomou a dianteira com a ajuda do Fan Push (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

E Zonta, que mostrava ter o carro mais equilibrado, já reduzia a diferença para Diego e Julio Campos, mas Barrichello continuava perto e trazia Fraga, outro que vinha num ritmo bastante forte. Os cinco primeiros já apareciam na mesma imagem na transmissão da TV. E enquanto um carro da KTF seguia na briga pela vitória, o outro, de Marcos Gomes, abandonava a corrida.

O momento decisivo da corrida veio a partir da volta 12 com a abertura da janela de pit-stops obrigatórios. Justamente neste período, Thiago Camilo, vencedor da corrida 1, enfrentou problemas no carro #21 e encostou na área gramada ao lado da reta dos boxes. Na base da estratégia, Barrichello esticou ao máximo seu stint, enquanto Zonta, Campos e Diego Nunes já haviam feito suas respectivas paradas. Na volta dos boxes, Zonta passou o #4 da Prati-Donaduzzi, restando ver a real posição de Barrichello após seu pit-stop.

Mas Barrichello perdeu muito tempo no seu pit-stop e voltou dos boxes bem atrás de Zonta, o novo líder da corrida. Rubens também foi superado por Julio Campos na saída da curva 1, caindo para a terceira colocação, logo atrás de Cacá Bueno, que fez um longo reabastecimento e trocou os quatro pneus na primeira corrida para priorizar a segunda disputa.

Com o carro #10 da Shell V-Power, Zonta caminhava para vencer a prova derradeira do fim de semana no Velo Città e tinha uma vnatagem bastante consistente para Campos, de 6s5. A grande luta era mesmo pelo segundo lugar, com Julio disputando posição com Barrichello, Cacá Bueno e, mais atrás, Gabriel Casagrande.

Ricardo Zonta festejou mais uma vitória da Shell V-Power no Velo Città  (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Campos não resistiu ao melhor desempenho do carro de Barrichello e foi ultrapassado pelo #111 da Full Time, que abriu larga vantagem desde então. O paranaense ficou na alça de mira de Cacá Bueno, na luta pelo seu primeiro pódio no ano. Mais atrás, Piquet se envolvia em um incidente com Vitor Baptista e abandonava a corrida.

Com 5 minutos para o fim da corrida, Cacá finalmente fez a ultrapassagem e assumiu a terceira posição. Julio, sem ritmo, liderava uma enorme fila que tinha Casagrande, Diego Nunes, Allam Khodair, Ricardo Maurício, César Ramos e Guga Lima. Na penúltima volta, em meio a todo o bolo de carros, Campos acabou sendo ultrapassado por Nunes. E depois, sem conseguir controlar o carro, acertou a traseira do carro #70. Diego rodou e viu pelos ares a chance de marcar um bom resultado. 

Ao fim de 27 voltas, Zonta confirmou uma vitória em que aliou desempenho e estratégia para sair do Velo Città como um dos candidatos ao título da Stock Car em 2019.

#GALERIA(9741)

Stock Car 2019, Velo Città, corrida 2, final:

1 R ZONTA Shell V-Power 41:51.659 27 voltas
2 R BARRICHELLO Full Time +4.858  
3 C BUENO Cimed +16.615  
4 G CASAGRANDE Crown +23.640  
5 A KHODAIR Blau +24.326  
6 F FRAGA Cimed +24.902  
7 F LAPENNA Cavaleiro +26.229  
8 C RAMOS Blau +26.806  
9 V BRITO Prati Donaduzzi +29.045  
10 R MAURÍCIO RC Eurofarma +35.168  
11 G DI MAURO Shell Helix Ultra +35.514  
12 M WILSON RCM +36.242  
13 B BAPTISTA RCM +37.583  
14 D NAVARRO Cavaleiro +39.737  
15 V BAPTISTA Shell V-Power +40.549  
16 D SERRA RC Eurofarma +41.304  
17 B FIGUEIREDO A. Mattheis +42.928  
18 D NUNES KTF +45.595  
19 R SUZUKI Hot Car +55.049  
20 J CAMPOS Prati Donaduzzi +1:21.928  
21 L FORESTI Vogel +1:59.886  
22 G LIMA Vogel +1 volta  
23 M COLETTA Crown +2 voltas  
24 N PIQUET Full Time +7 voltas  
25 T CAMILO A. Mattheis +15 voltas  
26 M GOMES KTF +17 voltas  
27 R REIS Carlos Alves +20 voltas  
28 P CARDOSO Hot Car +26 voltas  
29 G OSMAN Shell Helix Ultra -27 voltas  
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube