Zonta supera “falta de ritmo e confiança” para abrir Stock Car 2020 com vitória

Segundo o piloto paranaense, o principal ponto de superação para o triunfo em Goiânia não foi suportar os rivais - mas, sim, o tempo longe do carro

Paddockast #71 | A volta da Stock Car, com Átila Abreu e Cacá Bueno
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Após a pole conquistada no sábado, Ricardo Zonta completou o final de semana de abertura da Stock Car em 2020 de maneira quase perfeita: venceu a corrida 1 – mas teve problemas na prova que fechou a etapa em Goiânia.

De qualquer forma, ele focou no lado positivo: afinal, não só venceu, como o fez com o Toyota Corolla, colocando o novo carro no topo logo de cara. Após a etapa, o piloto da RCM comentou por que o triunfo foi ainda mais saboroso.

Ricardo Zonta na liderança da corrida 1 (Foto: José Mario Dias/Shell)

“Tenho que, primeiramente, agradecer à chance de voltar, após vários meses esperando essa chance. Vou ser sincero: na classificação, senti aquela falta de ritmo, fiquei muito tempo parado. A falta de estar sempre na ativa. Então a confiança de fazer aquela volta perfeita, até na corrida, na largada, quando a gente fica muito tempo sem fazer algumas coisas, a gente perde a confiança”, comentou o #10.

“Mas deu tudo certinho. O carro, desde o primeiro treino, se comportou muito bem, só ajustes finos. Então quando deu a largada e eu tinha um carro para administrar a corrida toda, foi muito bom. Em hora nenhuma me senti ameaçado, vi que o Khodair vinha atrás de mim dando push para tentar chegar perto – olhava no espelho e não chegava nem a precisar dar os meus botões de ultrapassagem”, completou sobre a vitória.

Já na corrida 2, Zonta foi forçado a abandonar quando estava brigando entre os cinco primeiros, com problemas de freio: “O carro era estável, cuidei bem dele na corrida 1, mas um problema me tirou da 2. Mas estou muito feliz pelo final de semana”, finalizou.

Zonta aparece em quarto na classificação geral, com os 30 pontos da vitória. A liderança é de Ricardo Maurício, com Rubens Barrichello e Daniel Serra também acima do piloto da Shell.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube