Zonta vence na pista, mas é punido por queda de tanque de combustível em Tarumã. Serra herda triunfo na corrida 1

Ricardo Zonta teve um forte ritmo de corrida, saiu da sexta posição, superou os líderes do campeonato e o pole-position Galid Osman para vencer pela terceira vez no ano. Mas uma punição por conta de uma queda do tanque de combustível após o pit-stop resultou em uma punição ao piloto, que fechou em 13º. A vitória caiu no colo de Daniel Serra, com Thiago Camilo fechando em quarto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Na pista, a vitória da corrida 1 da rodada dupla de Tarumã da Stock Car ficou com Ricardo Zonta. Com um forte ritmo, o paranaense, que largou em sexto lugar na tarde deste domingo (22), superou um a um seus adversários, batendo os líderes do campeonato Daniel Serra e Thiago Camilo, além de Galid Osman, o pole-position. No entanto, o piloto da TMG/Shell Racing acabou sendo punido pelos comissários de prova da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo). Na saída do pit-stop, o tanque de reabastecimento caiu na área de pit-lane da equipe, o que a entidade considerou como infração. Logo após ter recebido a bandeirada final em primeiro, Zonta soube da punição: acréscimo de 20s no tempo de prova, o que resultou na 13ª colocação.

Segundo lugar, Daniel Serra herdou a vitória. Uma vitória fundamental para sua pretensão de título, já que Thiago Camilo fechou em quarto. Galid Osman fechou com um muito bom segundo lugar, enquanto Max Wilson completou o pódio após a punição imposta a Zonta. Antonio Pizzonia foi o quinto, seguido por Diego Nunes e Marcos Gomes, Júlio Campos foi o oitavo, à frente de Rubens Barrichello e Denis Navarro, o primeiro colocado do grid da corrida 2.

A prova também foi marcada por um incidente inusitado e perigoso. Um homem, ainda não identificado, invadiu a pista e deitou-se no gramado em plena área de escape da pista de Tarumã durante a prova. A direção de prova acionou o safety-car para retirar da pista o invasor.

Saiba como foi a corrida 1 da Stock Car em Tarumã

Sem chuva, mas com frio e céu azul, a Stock Car teve sua primeira corrida do fim de semana no autódromo gaúcho. Cacá Bueno, para economizar combustível, não fez a volta de apresentação e largou dos boxes. Na pista, Galid sustentou bem a liderança, defendendo bem a posição dos ataques de Camilo, que conseguiu resistir à pressão de Max Wilson após um toque dos dois carros para continuar em segundo. Mais atrás, Sérgio Jimenez e Guilherme Salas enfrentavam problemas. 

Na briga pelo título, Serra usou o botão de ultrapassagem para ganhar a posição de Max Wilson e ficar logo atrás de Camilo no confronto direto que valia a liderança do campeonato. Em quarto, Max era seguido pela dupla da TMG/Shell Racing, com Ricardo Zonta à frente de Átila Abreu. Felipe Fraga, que havia largado em 18º, estava em 14º, com Rubens Barrichello logo atrás.

Depois de chegar a travar bom duelo com Ricardo Maurício, Rafael Suzuki enfrentava problemas e encostava nos boxes da Cavaleiro na nona volta. Outro que sofria enorme prejuízo era Felipe Fraga, que vinha lento na pista e logo depois encerrou sua jornada na corrida 1 ao parar nos boxes da Cimed. Era duro seu revés porque seus principais oponentes na luta pelo título estavam lá na frente, no top-3 da prova. E Zonta vinha muito bem e subia para quarto após superar Wilson.

Ricardo Zonta teve forte ritmo de corrida na abertura da rodada dupla de Tarumã (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)

Com 16 voltas completadas, Galid se desgarrava um pouco na frente, enquanto Camilo tinha de lidar com a forte pressão de Serra na luta pelo segundo lugar. Mas depois de uma tentativa frustrada de ultrapassagem, Serrinha viu a aproximação de Zonta, um dos destaques da corrida em Tarumã.

Com a abertura da janela de pit-stops obrigatórios, a expectativa era por mudanças entre os líderes. Serra entrou antes, com Galid e Zonta fazendo o reabastecimento na volta posterior. Durante a parada do veterano, houve um problema na hora de soltar o tanque de reabastecimento, que caiu. Os dois voltaram à pista à frente de Serrinha, enquanto Camilo seguiu na pista para fazer sua parada na abertura da volta 19. Era o momento decisivo da corrida. Thiago teve problemas na sua parada e voltou atrás de Serra, Galid e Zonta, que pressionava o piloto da Ipiranga Racing pela vitória.

No fim da volta 19, os ponteiros tiveram pela frente Vitor Genz, que enfrentava problemas em seu carro. A situação aproximou ainda mais Zonta e Serra de Galid. Na entrada da reta, os dois acionaram o botão de ultrapassagem e superaram o pole-position. Melhor para Zonta, que tomou a ponta quando restavam cerca de 15 minutos para o fim.

Daniel Serra lutou pela vitória, mas não conseguiu superar o forte ritmo de corrida de Zonta (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

Com as paradas de Antonio Pizzonia e Rubens Barrichello, Zonta assumiu de fato a liderança da corrida, mas tinha Serra logo atrás como um ferrenho adversário na luta pela vitória. Galid ficava um pouco mais atrás, o que permitia a Camilo se aproximar do companheiro de equipe. Restavam dez minutos para o fim da disputa.

Até que a corrida teve a intervenção do safety-car. Que não foi causado por nenhum acidente ou detrito na pista. Mas porque um homem invadiu a pista e simplesmente deitou de bruços no gramado em plena corrida. A situação lembrou muito o que aconteceu no GP da Alemanha de 2000 e o GP da Inglaterra de 2003 na F1, quando houve invasão de pista durante a prova. Nas duas vezes, a vitória ficou com Rubens Barrichello.

Homem invade a pista, deita no gramado e causa entrada do safety-car durante corrida 1 em Tarumã (Foto: Reprodução)

Após a relargada, os comissários de prova da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) discutiam sobre punir Zonta por conta da queda do tanque de combustível após o pit-stop. Lá na frente, o piloto seguia concentrado e na frente, com a TMG/Shell Racing partindo para a vitória em Tarumã. Zonta cruzou a linha de chegada à frente após 34 voltas, com Serra em segundo e Galid em terceiro.

No entanto, minutos após a bandeirada, a CBA iinformou que o piloto foi punido com o acréscimo de 20s no tempo de volta, o que o levou a perder a vitória, sendo herdada por Daniel Serra. Camilo, por sua vez, subiu para quarto com a punição ao piloto da Shell Racing.

Stock Car 2017, Tarumã, corrida 1, final: 

1 29 DANIEL SERRA SP RC/EUROFARMA 41:14.188
2 28 GALID OSMAN SP IPIRANGA RACING +3.994
3 65 MAX WILSON SP RCM/EUROFARMA +4.320
4 21 THIAGO CAMILO SP IPIRANGA RACING +7.918
5 1 ANTONIO PIZZONIA AM PRATI DONADUZZI +8.444
6 70 DIEGO NUNES SP HERO +9.354
7 80 MARCOS GOMES SP CIMED +9.461
8 4 JÚLIO CAMPOS PR PRATI DONADUZZI +12.363
9 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME +13.051
10 5 DENIS NAVARRO SP CIMED +15.053
11 110 FELIPE LAPENNA SP CAVALEIRO +15.578
12 77 VALDENO BRITO PB CARLOS ALVES/EISENBAHN +16.320
13 10 RICARDO ZONTA PR TMG/SHELL RACING +19.035
14 12 LUCAS FORESTI DF FULL TIME ACADEMY +26.047
15 44 ALBERTO VALÉRIO MG HERO +1:20.117
16 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC/EUROFARMA +1 volta
17 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME +1 volta
18 0 CACÁ BUENO RJ CIMED +1 volta
19 31 MÁRCIO CAMPOS RS BLAU +1 volta
20 51 ÁTILA ABREU SP TMG/SHELL RACING +1 volta
21 30 CÉSAR RAMOS RS BLAU +2 voltas
22 25 TUKA ROCHA SP RCM +2 voltas
23 9 GUGA LIMA PR HOT CAR/BARDAHL +3 voltas
24 83 GABRIEL CASAGRANDE PR VOGEL +8 voltas
25 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES/EISENBAHN +8 voltas
26 3 BIA FIGUEIREDO SP FULL TIME ACADEMY +20 voltas
27 40 FELIPE FRAGA PA CIMED +20 voltas
28 8 RAFAEL SUZUKI SP CAVALEIRO +22 voltas
29 73 SÉRGIO JIMENEZ SP HOT CAR/BARDAHL +31 voltas
30 117 GUILHERME SALAS SP VOGEL +34 voltas

RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube