Davies cai no fim e Rea segue invicto no Mundial de Superbike 2017. Forés escapa de moto em chamas em Aragão

Chaz Davies sofreu uma queda na curva final da penúltima volta da corrida 1 da etapa de Aragão do Mundial de Superbike e entregou a vitória para Jonathan Rea, que segue invicto em 2017. Marco Melandri e Tom Sykes completam pódio em prova marcada por incêndio no motor da moto de com Xavi Forés

 
Jonathan Rea segue invicto na temporada 2017 do Mundial de Superbike. Neste sábado (1), o norte-irlandês conseguiu sua quinta vitória consecutiva na temporada 2017 ao aproveitar uma queda de Chaz Davies para cruzar a linha de chegada de Aragão na ponta.
 
Pole-position no MotorLand, Davies encarou a pressão de Rea por toda a corrida. Na volta inicial, a dupla trocou de posição várias vezes, mas logo optou por imprimir um ritmo forte e abrir vantagem em relação a Tom Sykes e Marco Melandri, que vinham atrás.
Jonathan Rea venceu cinco seguidas em 2017 (Foto: Divulgação/WSBK)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Nas voltas finais, Davies e Rea apertaram o passo e voltaram a trocar as posições inúmeras vezes. No início da penúltima volta, Chaz lançou mão de uma manobra corajosa na curva um para assumir a liderança, mas, na curva final, perdeu a frente da Panigale e caiu, entregando a ponta para Jonathan.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

4s058 atrás de Rea, Marco Melandri fez as honras da Ducati e ficou com o segundo posto, à frente de Tom Sykes, que completou o pódio em Aragão. 
 
Depois de uma manhã bastante difícil, com uma queda no terceiro treino livre e um problema de motor na Superpole, Alex Lowes conseguiu escalar o pelotão e, partindo da 12ª colocação, recebeu a bandeirada na quarta posição, superando Michael van der Mark, que ficou em quinto.
 
Correndo em casa, Jordi Torres colocou a BMW da Althea na sexta posição, à frente de Leandro Mercado, que volta de lesão. Eugene Laverty aparece logo atrás.
 
A Honda conseguiu mostrar evolução neste fim de semana em Aragão e conseguiu um duplo top-10. Stefan Bradl conquistou o nono posto, 27s488 atrás do vencedor, logo à frente de Nicky Hayden, que fecha o rol dos dez primeiros.
Xavi Forés levou um susto no MotorLand (Foto: Reprodução)
Leon Camier colocou a MV Agusta na 11ª colocação, com Julián Simón, que fez sua primeira prova na categoria substituindo o lesionado Lorenzo Savadori, ficou com o 13º posto.
 
A prova deste sábado, entretanto, teve um lance assustador, com Xavi Forés montado em cima de uma Panigale R em chamas por conta de um problema de motor. O espanhol já tinha sofrido uma queda na corrida, mas voltou para a pista e viu a Ducati apresentar problemas. As informações iniciais indicam que o titular da Barni teve queimaduras no pescoço.
Como determinado pelo novo regulamento do Mundial, a pole-position para a corrida 2 no MotorLand fica com Lowes, que larga na frente de Van der Mark, Torres, Mercado, Laverty, Sykes, Melandri e Rea.
 
Com o resultado, Rea chegou aos 125 pontos na classificação do Mundial, 47 pontos à frente de Sykes, o segundo colocado. Davies vem em terceiro, já 55 pontos atrás do líder. Melandri e Lowes completam o top-5.
 
Mundial de Superbike, Aragão, MotorLand, Corrida 1:
 
1 1 JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
33:24.302 18 voltas
2 33 MARCO MELANDRI ITA DUCATI
1199 PANIGALE R
+4.058  
3 66 TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
+7.512  
4 22 ALEX LOWES ING YAMAHA
YZF-R1
+9.962  
5 60 MICHAEL VAN DER MARK HOL YAMAHA
YZF-R1
+12.302  
6 81 JORDI TORRES ESP ALTHEA
BMW S1000 RR
+18.995  
7 36 LEANDRO MERCADO ARG IODA
APRILIA RSV4 1000 F
+21.545  
8 50 EUGENE LAVERTY IRL MILWAUKEE APRILIA
APRILIA RSV4 RF
+27.309  
9 6 STEFAN BRADL HOL HONDA
CBR1000RR SP
+27.488  
10 69 NICKY HAYDEN EUA HONDA
CBR1000RR
+27.663  
11 2 LEON CAMIER ING MV AGUSTA
1000 F4
+35.409  
12 21 MARKUS REITERBERGER ALE ALTHEA
BMW S1000 RR
+41.558  
13 3 JULIÁN SIMÓN ESP MILWAUKEE APRILIA
APRILIA RSV4 RF
+44.006  
14 88 RANDY KRUMMENACHER AUS PUCCETTI
KAWASAKI ZX-10R
+44.482  
15 15 ALEX DE ANGELIS RSM PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+45.915  
16 84 RICARDO RUSSO ITA GUANDALINI
YAMAHA YZF-R1
+1:23.533  
  7 CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
NC  
  12 XAVI FORÉS ESP BARNI
DUCATI PANIGALE R
NC  
  40 ROMÁN RAMOS ESP GO ELEVEN
KAWASAKI ZX-10R
NC  
  86 AYRTON BADOVINI ITA GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
NC  
             
POLE CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
1:49.319 167.190 km/h
VOLTA MAIS RÁPIDA JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
1:50.597 165.259 km/h
RECORDE CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
1:49.319 167.190 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 14ºC | pista: 27ºC

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube