Melandri supera Sykes e vence abertura da temporada 2018 do Mundial de Superbike em Phillip Island

Marco Melandri venceu uma problemática primeira corrida do Mundial de Superbike. O italiano superou Tom Sykes e mostrou a força da Ducati na Austrália

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A temporada 2018 do Mundial de Superbike começou neste sábado (24) na Austrália. No lendário circuito de Phillip Island, Ducati e Kawasaki tiveram desempenhos bem próximos, com os italianos levando a melhor e vencendo a primeira prova com Marco Melandri. O veterano superou Tom Sykes por apenas 1s180.

 
A prova foi marcada por uma série de problemas envolvendo degradação de pneu traseiro. Jonathan Rea, que vem dominando a categoria nos últimos anos, foi uma das vítimas, saindo da briga pela vitória para terminar em quinto. Aliás, isso gerou uma redução no número de voltas da corrida de domingo e, de quebra, no pit-stop obrigatório para os pilotos.
Marco Melandri venceu a primeira prova do WSBK em 2018 (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O top-5 foi todo das duas montadoras. Enquanto Sykes e Rea representaram os japoneses, os italianos tiveram, além de Melandri, Chaz Davies e Xavi Forés em terceiro e quarto, respectivamente.

 
O melhor do resto foi Alex Lowes, que ficou na sexta colocação com a sua Yamaha. Atrás dele veio a melhor Honda de Leon Camier e a Aprilia de Eugene Laverty. Michael van der Mark e Leandro Mercado completaram o top-10.
 
No retorno à categoria, Loris Baz colocou a BMW em 11º. Jordi Torres, única MV Agusta do grid, teve problemas técnicos quando brigava por top-10 e abandonou, bem como Yonny Hernández.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube