Superbike

Mundial de Superbike confirma formato de nova corrida sprint em sistema de rodadas triplas para 2019

A organização do Mundial de Superbikes confirmou o novo formato de disputas para 2019. Categoria passará a contar com rodada triplas com a introdução da ‘Corrida Superpole’, uma prova de apenas dez voltas
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 (Foto: Divulgação/WSBK)
O Mundial de Superbike confirmou o novo formato de disputas da temporada 2019. A partir do próximo ano, a categoria das motos de produção será composta por rodadas triplas
 
Em outubro passado, a organização do certame anunciou a histórica mudança, com a introdução de uma corrida de tiro curto aos domingos. Agora, o Mundial de Superbike anunciou que a nova prova ― que vai acontecer às 11h dos domingos ― contará pontos para a classificação do campeonato, mas não será considerada em termos de recordes e dados históricos.
Mundial de Superbike terá rodadas triplas em 2019 (Foto: Divulgação/WSBK)
A mudança, aliás, tem seus efeitos em todas as categorias do certame. A partir de 2019, serão três sessões de treinos livres, com o Mundial de Superbike retornando ao formato de dois treinos na sexta-feira. O cronograma segue inalterado para o Mundial de Supersport, enquanto a Supersport 300 passa a ser dividida em dois grupos com duas sessões de treinos livres para cada. Os tempos de sexta-feira, porém, não vão influenciar nas posições de classificação.
 
A maior modificação acontece, no entanto, já no sábado, com a Superpole se tornando uma sessão única de classificação para todas as classes. O resultado, então, vai decidir o grid de largada da corrida um e da prova de tiro curto, que passa a se chamar ‘Corrida Superpole’. 
 
A ‘Sprint Race’ da manhã de domingo terá dez voltas e um sistema de pontuação diferente do tradicional, com apenas nove pilotos pontuando ao invés dos 15 tradicionais. O vencedor receberá 12 pontos, com o segundo colocado somando nove tentos, o terceiro sete, o quarto seis e assim por diante até que o nono piloto a ver a bandeirada some um único ponto.
 
A segunda corrida, que mantém o formato tradicional, seguirá premiando o vencedor com 25 pontos. A formação do grid, porém, levará em conta a performance dos competidores em tiro curto, já que posicionará os pilotos nas primeiras nove posições na grelha de acordo com o resultado da ‘Superpole Race’. A partir do décimo lugar, o resultado levará em conta a Superpole.