Totti impõe ritmo dominante em Córdoba e abocanha sexta vitória na temporada da F-Truck

Com ultrapassagem logo na segunda volta da prova, Leandro Totti então se manteve na ponta do pelotão durante todo o restante da prova argentina

Leandro Totti tem motivos para ficar com um grande sorriso aberto no rosto. Na prova deste domingo (14), que aconteceu em Córdoba, o piloto conquistou a vitória da 200ª corrida da F-Truck.
 
Largando em segundo, o paranaense já pulou para a ponta logo na segunda volta da prova, assumindo o posto de Paulo Salustiano, que saiu da posição de honra do grid. A ultrapassagem aconteceu na reta oposta, pelo lado externo.
 
As mudanças mais significativas aconteceram-na terceira fila, quando Wellington Cirino, que saiu em quinto, acabou caindo para sétimo com uma largada ruim, sendo superado por Geraldo Piquet e Felipe Giaffone.
 
Logo no terceiro giro já houve o primeiro abandono da corrida, com Valmir Benavides. Logo na sequência, na quarta volta, quem deixou a prova foi Andrade. E na sequência, por Jansen Bueno e Jaidson Zini rodaram na pista.
 
Apesar de Zini ter passado nos boxes e ter conseguido retornar para a briga, pouco tempo depois ele se viu obrigado a deixar a corrida por problemas na embreagem de seu caminhão.
 
Destaque da primeira parte da prova ficou com Beto Monteiro. O piloto recebeu uma punição após o classificatório, largando no domingo apenas na última colocação. Porém, na 12ª volta, ele já era o sétimo colocado.
Pódio do dia em Córdoba (Foto: F-Truck)
Quando foi atingido o primeiro terço da etapa, o Pace Truck entrou na pista, para então reagrupar todo o pelotão. Os cinco primeiros eram Totti, Salustiano, Piquet, Giaffone e Cirino. A largada aconteceu dois giros mais tarde.
 
Na 14ª volta aconteceu um acidente entre Michelle de Jesus e Jansen Bueno. Foi necessária mais uma intervenção do pace-truck, com a necessidade da bandeira amarela para a remoção dos caminhões.
 
Com 22 minutos para o encerramento da corrida aconteceu a segunda relargada do dia. Piquet então começou a pressionar o líder Totti, que segurou como podia o adversário. Enquanto isso, Dirani escalou ainda mais o pelotão, já aparecendo em sétimo.
 
Marcada por diversos abandonos, a prova viu também Paulo Salustiano ter que encerrar a disputa mais cedo. O piloto acabou rodando sozinho no fim da reta oposta, por conta de problemas mecânicos, e deixou a pista. Foi necessária ali mais uma intervenção do pace-truck.
 
Então, no final, Totti cruzou a linha de chegada na liderança do pelotão, seguido por Giaffone. Piquet completou o pódio da prova argentina. Este foi o sexto triunfo do paranaense no ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube