Vice-campeão da Copa Truck, Giaffone diz que vitória em Curitiba foi a “mais amarga da vida”

Felipe Giaffone foi segundo na corrida 1 e primeiro na segunda prova da Copa Truck em Curitiba. Mesmo com o triunfo na última corrida da temporada 2018, acabou perdendo o título para Roberval Andrade

Vencer traz as melhores sensações, mas nem sempre é suficiente para que a alegria seja completa. Felipe Giaffone experimentou um lado amargo do primeiro lugar no último fim de semana em Curitiba, na decisão do título brasileiro da Copa Truck.

 
Giaffone venceu a corrida 2 no circuito paranaense, a última da temporada 2018 da Copa Truck, mas acabou perdendo o título para Roberval Andrade, o segundo colocado, por uma diferença de apenas dois pontos.
 
Assim, o piloto classificou a vitória como a mais amarga da vitoriosa carreira.
Felipe Giaffone chegou à frente de Roberval Andrade, mas não foi o suficiente (Foto: Duda Bairros)
"Um ano fantástico, sete vitórias, mas foi a vitória mais amarga da minha vida, não era suficiente só a vitória. Essa vez foi do Roberval, faz parte do jogo. Sempre quero estar competitivo, eu estou competitivo, e isso é o que dá o ânimo para o ano que vem", diz o piloto que mais venceu no ano.
 
E por qual motivo o título não veio no fim? Giaffone diz que um problema no caminhão quando liderava a primeira corrida do dia foi o fator determinante para terminar com o vice-campeonato.
 
"O problema que tive na primeira corrida fez toda a diferença, o turbo soltou do coletor, começou a vazar e eu perdi potência. Uma pena", diz o representante da Volkswagen, que acabou ultrapassado nas voltas finais pelo próprio Roberval e acabou em segundo lugar.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube