Frijns/Vanthoor coloca Audi na ponta no primeiro dia de treinos em Moscou pelo Mundial de GT. Cacá/Jimenez fecha top-3

Líderes da temporada 2015, Robin Frijns e Laurens Vanthoor começaram com o pé direito o fim de semana do Mundial de GT no Moscow Raceway e garantiram o melhor tempo dos treinos livres desta sexta-feira (3). Cacá Bueno e Sergio Jimenez, do BMW Team Brasil, conseguiram um ótimo terceiro lugar, enquanto a dupla formada por Valdeno Brito e Átila Abreu assegurou o décimo melhor tempo

Os ventos do Mundial de GT continuam soprando a favor da Audi de Robin Frijns e Laurens Vanthoor. A dupla, que lidera a temporada 2015 depois de três etapas, abriu o fim de semana em Moscou da melhor forma: na frente. A melhor volta desta sexta-feira (3) ficou com a dupla, que registrou 1min37s501 com o Audi R8 LMS Ultra #1 no segundo treino livre do dia. Mas restando cerca de dez minutos para o fim do treino, o belga Vanthoor perdeu o controle do carro e acabou se chocando contra uma barreira de pneus na curva 8, mas sem maiores consequências.

A dobradinha da Audi no Moscow Raceway, travado circuito de 3.955 metros, foi completada no fim da sessão pela dupla formada por Enzo Ide e Christopher Mies. O R8 #2 ficou a apenas 0s071 do topo da tabela de tempos no circuito russo. Destaque para o trabalho feito pela BMW Team Brasil nesta sexta-feira. Depois de uma jornada intensa em Santa Cruz do Sul pela Stock Car, Cacá Bueno e Sergio Jimenez começaram bem a sexta-feira e asseguraram o terceiro melhor tempo do dia, no segundo treino livre.

A dupla brasileira anotou 1min37s804 em sua melhor passagem, evoluindo bastante em relação ao primeiro treino, quando terminou em sétimo lugar. Quem também avançou bastante foi o duo que ocupa a vice-liderança na temporada 2015 do Mundial de GT. Átila Abreu e Valdeno Brito — que venceu a segunda corrida da etapa de Santa Cruz do Sul na Stock Car — finalizaram o dia no top-10 da tabela de tempos em Moscou com 1min38s204 como melhor volta.

A Audi de Robin Frijns e Laurens Vanthoor liderou a sexta-feira na Rússia (Foto: SRO-Vision Sport Agency)

Ao término das atividades desta sexta-feira, Cacá e Jimenez destacaram as características do circuito e preferiram adotar a cautela antes das atividades de sábado, quando todos os pilotos utilizarão pneus mais novos. “A pista é bem bacana, mas é mais travada e lenta do que eu imaginava. Mas por não ter tantas retas, não deixa de ser bom para gente. Fomos bem hoje, mas não dá para saber quantos passaram pneus novos no total. Talvez seja mais difícil amanhã, mas vamos acreditar.”

Jimenez, por sua vez, elogiou o comportamento da BMW Z4 #0 com pneus novos. “Acho que foi a decisão acertada, pois o carro mostrou alguns pontos que precisamos corrigir para amanhã. O carro começou bem e mexemos pouco. Entre os seis primeiros, temos quatro Audi, uma Lamborghini e nós. Então, a briga vai ser dura”, afirmou o experiente piloto.

Valdeno e Átila, no entanto, não se mostraram totalmente satisfeitos com a performance do #77. “Dia de testes, mas não achamos o acerto ideal ainda. O carro 0 foi bem e vamos tentar seguir o caminho deles para amanhã”, disse o paraibano.

A dupla formada por Cacá Bueno e Sergio Jimenez fechou a sexta-feira no top-3 (Foto: Tony Hermann)

Abreu disse que parte do dia foi programada para conhecer o traçado moscovita. “O treino foi produtivo. Tivemos de nos adaptar, colher informações e fazer alguns testes, principalmente no primeiro treino. Acho que o carro tem um potencial para melhorar mais e vamos fazer umas modificações para a tomada e espero que a gente possa estar competitivo para largar entre os cinco primeiros”, disse o piloto da dupla vice-líder do campeonato.

As atividades de sábado serão bem intensas aos pilotos do Mundial de GT, que vão encarar a tomada de tempos que definirá o grid da corrida de classificação, esta com largada prevista para 7h (horário de Brasília). A corrida principal está marcada para 10h, também de sábado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube