Endurance
07/05/2016 18:39

Em estado de graça, Di Grassi aproveita problemas da Porsche em Spa e vence primeira no WEC ao lado de Jarvis e Duval

A primeira vitória do trio Lucas Di Grassi/Loïc Duval/Oliver Jarvis veio em uma prova repleta de problemas mecânicos. Os dois Porsches, favoritos, sucumbiram ao exigente traçado de Spa-Francorchamps, abrindo caminho para a Audi
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre
A Porsche tinha tudo para conseguir a segunda vitória na temporada 2016 do Mundial de Endurance neste domingo (7), nas 6 Horas de Spa-Francorchamps. Mas a Audi, em um dia quase perfeito, anulou a vantagem dos atuais campeões, conseguindo o triunfo com o trio Lucas Di Grassi/Oliver Jarvis/Loïc Duval. A corrida marca, portanto, a primeira vitória do brasileiro no certame, onde compete desde 2012.
 
Para ter o caminho livre para a vitória, a Audi precisou contar com os azares de três rivais. Primeiro foram os problemas híbridos do Porsche #2, de Neel Jani/Marc Lieb/Romain Dumas. Depois, a necessidade de trocar o câmbio do Porsche #1, de Mark Webber/Timo Bernhard/Brendon Hartley. Quem herdou a ponta nesse cenário de caos foi a Toyota, com 1min de vantagem – até problemas no motor entregarem a vitória de bandeja para o #8.
O Audi #8 de Lucas Di Grassi (Foto: Reprodução/Twitter)
O Porsche #2 ainda conseguiu evitar maiores perdas de tempo, salvando o segundo lugar. Fechando o pódio da LMP1 apareceu uma inesperanda Rebellion, comandada pelo trio Dominik Kraihamer/Alexander Imperatori/Mathéo Tuscher.

A primeira vitória de Di Grassi no WEC vem naquela que pode ser considerada a melhor fase da carreira do brasileiro. Na F-E, mesmo com um carro inferior ao e.dams da Sébastien Buemi, Lucas aparece como forte candidato ao título após vencer o eP de Paris.

Quase que teve brasileiro se dando bem também na LMP2. Pipo Derani, companheiro de Ryan Dalziel e Chris Cumming, assumiu a liderança no final, mas logo a perdeu para os vencedores Nicolas Lapierre/Gustavo Menezes/Stéphane Richelmi.
 
Na LMGTE Pro, a Ferrari confirmou o favoritismo conquistado nos treinos anteriores. David Rigon e Sam Bird foram os melhores da classe, enquanto os colegas James Calado e Gianmaris Bruni enfrentavam problemas mecânicos nos últimos dez minutos de prova.
PADDOCK GP #27 RELEMBRA COBERTURA DA MORTE DE AYRTON SENNA



Últimas Notícias
domingo, 24 de junho de 2018
F1
Indy
Indy
F1
Indy
F1
F1
F3
Indy
F1
F1
F1
F1
F1
Indy
Galerias de Imagens
Facebook