F1
09/10/2014 09:35

Ferrari decidiu romper ao saber que Alonso foi à Mercedes propor troca com Hamilton, diz revista

De acordo com a revista inglesa ‘Autosport’, a Ferrari decidiu que era a hora de encerrar o relacionamento com Fernando Alonso quando ficou sabendo que o espanhol tentou negociar com a Mercedes para substituir Lewis Hamilton e não sentiu o comprometimento com o projeto comandado por Marco Mattiacci
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Um flerte de Fernando Alonso com a Mercedes serviu de catalisador para o término do relacionamento de cinco temporadas com a Ferrari — como diria a música, foi fatal. De acordo com a revista ‘Autosport’, a equipe italiana decidiu que era a hora de, de fato, romper com o bicampeão ao saber que ele estava tentando arquitetar uma troca de lugar com Lewis Hamilton para defender a Mercedes no ano que vem.

Segundo a reportagem, Alonso, vendo a briga entre Hamilton e Nico Rosberg, sugeriu à Mercedes que fosse contratado para assumir o lugar do inglês. Com isso, o campeão de 2008 poderia vestir o vermelho da Ferrari em 2015.

Ao saber disso, Marco Mattiacci ficou insatisfeito com a falta de comprometimento do espanhol com o projeto de reconstrução da Ferrari e concluiu que o relacionamento não tinha futuro. Diante disso, foi atrás de Sebastian Vettel e o dissuadiu a deixar a Red Bull para seguir os passos de seu ídolo de infância, Michael Schumacher.
Marco Mattiacci e Fernando Alonso em Suzuka (Foto: Getty Images)
O anúncio de que o tetracampeão vai sair da equipe que o colocou na F1 foi feito na manhã do último sábado, no Japão, e ele terá Daniil Kvyat como substituto na escuderia de Milton Keynes. Falta, agora, a confirmação oficial de que o alemão será piloto da Ferrari em 2015.

De acordo com o jornalista Américo Teixeira Jr., do ‘Diário Motorsport’, Alonso vai ser da McLaren no próximo ano. E Niki Lauda inclusive disse, nesta quarta-feira, que o contrato do espanhol com o time inglês foi assinado na semana passada.

Mas, segundo a 'Autosport', Alonso não desistiu da ideia de correr pela Mercedes, e pensa em fazê-lo em 2016. Como o contrato de Hamilton com os alemães se encerra no ano que vem, o espanhol quer manter aberta a possibilidade de trocar de lugar com o britânico.

Esse punhado de táticas diferentes está relacionado ao desejo que Alonso tem de buscar o tricampeonato. Já se passaram oito anos desde seu segundo e último título e, aos 33 anos, ele sabe que está mais perto do fim do que do começo da carreira.

Neste fim de semana, o espanhol disputa uma de suas últimas provas pela Ferrari, o GP da Rússia, que tem cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

 Alonso traiu a Ferrari ou negociar com outra equipe faz parte do jogo?

icon_opinião AÇÃO E TRAIÇÃO
O modo como atua nos bastidores ajuda a explicar por que Alonso não transforma talento em taças



Bolão GRANDE PRÊMIO EUROBIKE 
Faça suas apostas para o GP da Rússia e concorra a uma viagem. É grátis!

Últimas Notícias
domingo, 21 de janeiro de 2018
F1
MotoGP
F1
Rali
Indy
F1
Rali
Rali
F1
sábado, 20 de janeiro de 2018
Rali
Rali
Rali
Rali
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook