F1
09/10/2014 09:35

Ferrari decidiu romper ao saber que Alonso foi à Mercedes propor troca com Hamilton, diz revista

De acordo com a revista inglesa ‘Autosport’, a Ferrari decidiu que era a hora de encerrar o relacionamento com Fernando Alonso quando ficou sabendo que o espanhol tentou negociar com a Mercedes para substituir Lewis Hamilton e não sentiu o comprometimento com o projeto comandado por Marco Mattiacci
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Um flerte de Fernando Alonso com a Mercedes serviu de catalisador para o término do relacionamento de cinco temporadas com a Ferrari — como diria a música, foi fatal. De acordo com a revista ‘Autosport’, a equipe italiana decidiu que era a hora de, de fato, romper com o bicampeão ao saber que ele estava tentando arquitetar uma troca de lugar com Lewis Hamilton para defender a Mercedes no ano que vem.

Segundo a reportagem, Alonso, vendo a briga entre Hamilton e Nico Rosberg, sugeriu à Mercedes que fosse contratado para assumir o lugar do inglês. Com isso, o campeão de 2008 poderia vestir o vermelho da Ferrari em 2015.

Ao saber disso, Marco Mattiacci ficou insatisfeito com a falta de comprometimento do espanhol com o projeto de reconstrução da Ferrari e concluiu que o relacionamento não tinha futuro. Diante disso, foi atrás de Sebastian Vettel e o dissuadiu a deixar a Red Bull para seguir os passos de seu ídolo de infância, Michael Schumacher.
Marco Mattiacci e Fernando Alonso em Suzuka (Foto: Getty Images)
O anúncio de que o tetracampeão vai sair da equipe que o colocou na F1 foi feito na manhã do último sábado, no Japão, e ele terá Daniil Kvyat como substituto na escuderia de Milton Keynes. Falta, agora, a confirmação oficial de que o alemão será piloto da Ferrari em 2015.

De acordo com o jornalista Américo Teixeira Jr., do ‘Diário Motorsport’, Alonso vai ser da McLaren no próximo ano. E Niki Lauda inclusive disse, nesta quarta-feira, que o contrato do espanhol com o time inglês foi assinado na semana passada.

Mas, segundo a 'Autosport', Alonso não desistiu da ideia de correr pela Mercedes, e pensa em fazê-lo em 2016. Como o contrato de Hamilton com os alemães se encerra no ano que vem, o espanhol quer manter aberta a possibilidade de trocar de lugar com o britânico.

Esse punhado de táticas diferentes está relacionado ao desejo que Alonso tem de buscar o tricampeonato. Já se passaram oito anos desde seu segundo e último título e, aos 33 anos, ele sabe que está mais perto do fim do que do começo da carreira.

Neste fim de semana, o espanhol disputa uma de suas últimas provas pela Ferrari, o GP da Rússia, que tem cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

 Alonso traiu a Ferrari ou negociar com outra equipe faz parte do jogo?

icon_opinião AÇÃO E TRAIÇÃO
O modo como atua nos bastidores ajuda a explicar por que Alonso não transforma talento em taças



Bolão GRANDE PRÊMIO EUROBIKE 
Faça suas apostas para o GP da Rússia e concorra a uma viagem. É grátis!

Últimas Notícias
segunda-feira, 18 de junho de 2018
Endurance
Outras
MotoGP
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
Endurance
F1
F1
F1
F1
F1
domingo, 17 de junho de 2018
MotoGP
Endurance
Galerias de Imagens
Facebook