F1
19/01/2018 08:18

Primeiro russo a testar um F1 defende Kvyat e diz que “metade do paddock sonha” em ser piloto reserva da Ferrari

Sergei Zlobin foi o primeiro russo a testar oficialmente um carro da F1 - ainda em 2002, pela Minardi -, mas seu nome não é exatamente famoso no mundo do esporte a motor. De qualquer forma, Zlobin apareceu agora para sair em defesa de Daniill Kvyat. De acordo com o veterano piloto, mais ou menos metade do grid da F1 gostaria de ser piloto de desenvolvimento da Ferrari apesar da distância do dia a dia da categoria
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro

Alguém se lembra do nome Sergei Zlobin? O piloto, hoje com 47 anos de idade, foi o primeiro russo a testar um carro de F1. Após algum tempo sem qualquer aparição no mundo da F1, Zlobin reapareceu nesta semana, após o anúncio de que Daniil Kvyat será piloto de desenvolvimento da Ferrari em 2018. De acordo com o veterano, metade do paddock da F1 sonha com tal emprego.
 
Em declaração ao site russo 'Sportbox', Zlobin afirmou que aqueles afirmando que o novo trabalho de Kvyat representa o fim da carreira dele está errado e expressando um "estereótipo incompreensível". 
 
"Na realidade, Kvyat recebeu um bom trabalho e que paga muito bem", apontou. "Sim, ele vai ser menos visto na TV, mas se torna um membro deste time de elite e, caso um dos pilotos da Ferrari tenha algum problema, ganha a chance de correr", lembrou.
 
"Eu diria que metade do paddock sonha em ter esse trabalho", disparou.
Sergei Zlobin (Foto: Reprodução/Twitter)
Zlobin nunca ficou muito famoso como piloto. Ainda jovem, em 2002, competiu sem brilho na F3000 Europeia, mas logo descolou uma vaga - paga, é claro - como piloto de testes da Minardi, naquele mesmo ano. Ficou por um ano, mas jamais voltou a desfilar suas habilidades no mundo da F1. A última participação dele nas pistas foi nas 24 Horas de Le Mans em 2014, quando guiou ao lado exatamente de um ex-Ferrari, Mika Salo.
 
A maior parte da carreira de Zlobin foi impulsionada pela relação próxima com os donos do banco russo SMP, mas o feito mais conhecida da vida dele nem está ligado ao esporte a motor. Em 2007, Zlobin foi vítima de um atentado quando bombas foram plantadas em seu carro pessoal, um Mercedes G500. Apesar de algumas lesões de pequeno porte nas pernas, ele mesmo saiu do carro e chamou a polícia. 

Últimas Notícias
sexta-feira, 25 de maio de 2018
Indy
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F2
F2
Indy
Indy
Indy
Indy
Indy
Indy
quinta-feira, 24 de maio de 2018
Indy
Galerias de Imagens
Facebook