MotoGP
18/03/2018 12:05

Bagnaia toma ponta nos metros iniciais, segura Baldassarri na volta final e vence no Catar na Moto2. Granado fica em 30º

Francesco Bagnaia lançou mão de uma atuação impecável para conquistar neste domingo (18) seu primeiro triunfo no Mundial de Moto2. O piloto da VR46 recebeu a bandeirada com 0s112 de vantagem para Lorenzo Baldassarri, outro dos pupilos de Valentino Rossi. Álex Márquez conseguiu driblar um problema de freios para segurar Mattia Pasini pelo terceiro lugar. De volta ao Mundial, Eric Granado ficou só em 30º
Warm Up / JULIANA TESSER e NATHÁLIA DE VIVO,  de São Paulo
 Francesco Bagnaia (Foto: VR46)

Francesco Bagnaia teve uma atuação irretocável no caminho para seu primeiro triunfo na Moto2. Largando na terceira posição neste domingo (18), o #42 fez uma saída muito boa, assumiu a liderança ainda nos primeiros metros e controlou todos os ataques que vieram em sua direção para receber a bandeirada com 0s112 de vantagem para Lorenzo Baldassarri. 
 
Pole em Losail, Márquez até fez uma boa saída, mas foi superado por Bagnaia, que pulou muito bem para a liderança ainda na primeira curva, à frente de Baldassarri. O piloto da VR46, então, tratou de abrir margem na ponta, se afastando logo de cara do #7, que também tentava se afastar de Álex.
 
Com o passar dos primeiros giros, Bagnaia, Baldassarri e Márquez iam se mantendo afastados, com cerca de 0s5 de diferença entre cada um deles, enquanto o segundo pelotão tinha mais de 3s4 de atraso para os ponteiros. Era neste grupo, aliás, que estavam as KTM de Brad Binder e Miguel Oliveira, que foram dominantes na reta final da temporada passada.
Francesco Bagnaia deu à VR46 sua primeira vtória na Moto2 (Foto: VR46)
No início da 11ª volta, Márquez colou de vez em Baldassarri e tomou a posição, passando a liderar a perseguição a Bagnaia, que tinha 0s7 de frente. Aos poucos, o irmão de Marc começou a reduzir a vantagem do pupilo de Valentino Rossi, mas o #42 vinha em uma exibição perfeita.
 
Com seis giros para o fim, Márquez tinha o disco de freio traseiro completamente vermelho e acabou cedendo terreno. Baldassarri subiu para terceiro, deixando o #73 para se defender de Mattia Pasini, que vinha cerca de 1s3 atrás.
 
Enquanto Márquez tratava de esfriar os freios, Baldassarri não ia impressionando muito na caçada a Bagnaia, que seguia impecável em Losail. Pasini, por outro lado, ia empenhado em buscar Álex.
 
Com duas voltas para o fim, no entanto, Baldassarri subiu consideravelmente o passo e baixou de 0s2 a vantagem de Bagnaia na liderança da disputa. Nos metros finais, Lorenzo chegou a tomar a frente, mas Bagnaia respondeu imediatamente e controlou bem a linha para vencer em Losail.

Além de marcar a primeira vitória de Bagnaia na classe intermediária, o triunfo de Bagnaia é também o primeiro da VR46 na Moto2.
 
Apesar dos problemas com o freio traseiro, Márquez conseguiu manter o terceiro posto, à frente de Pasini. Quebrando a sequência da Kalex, Miguel Oliveira colocou a KTM no quinto posto, 0s048 melhor que Brad Binder, o sexto. Marcel Schrötter vem na sequência, com Xavi Vierge e Luca Marini completando o top-10.
 
Debutante, Joan Mir fez uma boa prova e saiu do 23º posto no grid para receber a bandeirada em 11º, à frente de Ramy Gardner e Héctor Barberá.
 
De volta à Moto2, Eric Granado não conseguiu deixar para trás um fim de semana problemático e acabou recebendo a bandeirada só em 30º.
 
Saiba como foi o GP do Catar de Moto2:
 
Assim como aconteceu com a Moto3, a Moto2 também teve de encarar o sol no novo cronograma do GP do Catar. Com a largada programada para 17h20 (11h20 de Brasília), os competidores alinharam no grid com os termômetros marcando 23°C e o asfalto alcançando 26°C. 
 
Igualando Mika Kallio e Álex Rins, Álex Márquez conquistou a quarta pole da carreira na Moto2, à frente de Lorenzo Baldassarri, que tem seu melhor resultado em classificação, e Francesco Bagnaia.
 
Encerrando a sequência da Kalex, Miguel Oliveira aparece em quarto, seguido por Romano Fenati, que registrou o melhor desempenho de um novato desde o quinto lugar de Sam Lowes em 2014.
 
De volta ao Mundial, Eric Granado teve um fim de semana problemático e se classificou apenas em 30º.
 
Com a largada autorizada, um verdadeiro bolo se formou na ponta do pelotão. Com um salto, Bagnaia pulou para a primeira colocação, enquanto Baldassarri ficou em segundo. O espanhol pole-position acabou superado e ficou com o terceiro posto.
Com 17 voltas para o fim, a ordem observada na pista era Bagnaia, Baldassarri, Márquez, Pasini e Brad Binder. O líder sustentava uma confortável liderança de 0s759 para o restante do pelotão.
 
Mais para trás do pelotão, um piloto chamava bastante a atenção. Ele era Joan Mir, atual campeão da Moto3 e que recebeu a promoção para esta temporada. Após largar em 24º, com 14 voltas para o fim ele já aparecia em 11º.

A corrida seguia sem grandes ações dentro da pista. Poucas mudanças eram vistas no pelotão, com Bagnaia ainda puxando todos os pilotos. A partir da sexta colocação, eram Binder quem aparecia, seguido por Oliveira, Vierge, Lowes e Navarro fechando o top-10.
 
Animando a corrida, Márquez e Baldassarri protagonizaram uma emocionante briga para a segunda colocação. Quem acabou levando a melhor foi o espanhol, que começou a caçada em cima do #42.

Sam Lowes, que vinha mostrando bom ritmo, começou 2018 como terminou 2017. Em um erro, acabou caindo e parando na caixa de brita na curva 16. O piloto viu sua corrida terminar de forma precoce.

Com seis voltas para o fim, então, Márquez cometeu um erro que lhe custou precioso tempo. O piloto acabou escapando da pista, dando abertura para Baldassarri ultrapassá-lo e assumir a segunda colocação.
 
Com quatro giros para a bandeira quadriculada tremular no circuito catari, Bagnaia seguia na frente, acompanhado de Baldassarri, Máquez, Pasini, Oliveira, Binder, Schrotter, Vierge, Navarro e Marini.

Foi na volta final que Bagnaia e Baldassarri botaram fogo na disputa. O #7 deu uma investida certeira em cima do #42, assumindo a liderança. No entanto, o titular da VR46 não se deu por vencido, retomou o posto e garantiu a primeira vitória de 2018. Márquez completou o pódio do dia.
 
Quem cruzou a linha de chegada na quarta colocação foi Pasini, com Oliveira, Binder, Schrotter, Vierge, Marini e Navarro fechando o top-10 da Moto2 no Catar.
Álex Márquez sofreu com os freios na reta final do GP do Catar (Foto: Reprodução)
Enquanto isso, no final do pelotão, Eric Granado não teve um final de semana positivo. Após problemas com a moto, o brasileiro terminou a corrida na 30ª posição, mesmo posto em que largou.

Moto2, GP do Catar, Loail, Final:
 
1 42 FRANCESCO BAGNAIA ITA VR46 Kalex 40:19.802 24 voltas
2 7 LORENZO BALDASSARRI ITA PONS Kalex +0.112  
3 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex +5.625  
4 54 MATTIA PASINI ITA ITALTRANS Kalex +6.657  
5 44 MIGUEL OLIVEIRA POR RED BULL KTM AJO +10.296  
6 41 BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO +10.344  
7 23 MARCEL SCHRÖTTER ALE INTACT Kalex +11.419  
8 97 XAVI VIERGE ESP INTACT Kalex +11.516  
9 10 LUCA MARINI ITA VR46 Kalex +20.690  
10 9 JORGE NAVARRO ESP GRESINI Kalex +20.961  
11 36 JOAN MIR ESP MARC VDS Kalex +23.025  
12 87 REMY GARDNER AUS TECH3 Mistral 610 +30.292  
13 40 HÉCTOR BARBERÁ ESP PONS Kalex +30.299  
14 24 SIMONE CORSI ITA TASCA Kalex +30.732  
15 77 DOMINIQUE AEGERTER SUI KIEFER KTM +30.870  
16 32 ISAAC VIÑALES ESP SAG Kalex +31.052  
17 52 DANNY KENT ING SPEED UP +31.958  
18 64 BO BENDSNEYDER HOL TECH3 Mistral 610 +32.382  
19 5 ANDREA LOCATELLI ITA ITALTRANS Kalex +35.228  
20 20 FABIO QUARTARARO FRA SPEED UP +35.357  
21 45 TETSUTA NAGASHIMA JAP TEAM TADY Kalex +35.969  
22 4 STEVEN ODENDAAL RSA RW NTS +42.545  
23 89 KHAIRUL IDHAM PAWI MAL TEAM TADY Kalex +42.776  
24 13 ROMANO FENATI ITA SNIPERS Kalex +44.562  
25 16 JOE ROBERTS EUA RW NTS +56.077  
26 62 STEFANO MANZI ITA FORWARD Suter +1:01.581  
27 95 JULES DANILO FRA SAG Kalex +1:01.853  
28 63 ZULFAHMI KHAIRUDDIN MAL SIC Kalex +1:11.618  
29 21 FEDERICO FULIGNI ITA TASCA Kalex +1:20.148  
30 51 ERIC GRANADO BRA FORWARD Suter +1:26.192  
31 22 SAM LOWES ING INTERWETTEN KTM NC  
32 27 IKER LECUONA ESP INTERWETTEN KTM NC  
             
POLE ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex 2:00.299 160.9 km/h
VOLTA MAIS RÁPIDA LORENZO BALDASSARRI ITA PONS Kalex 2:00.303 160.9 km/h
RECORDE SAM LOWES ING GRESINI Kalex 1:59.421 162.1 km/h
MELHOR VOLTA JONAS FOLGER ALE INTACTGP Kalex 1:59.052 162.6 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 22ºC | pista: 24ºC

 


Aos 39 anos, Rossi acelera para se afastar da aposentadoria na MotoGPAo provar que Ducati pode vencer, Dovizioso mira concluir o que iniciouLorenzo vai para segundo ano na Ducati tentando recuperar performance
"VOCÊ TEM DE RESPEITAR"

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO