Derani lamenta erro em classificação após 6º lugar em Detroit: “Tentamos limitar danos”

Erro na classificação do GP de Detroit do IMSA SportsCar fez Pipo Derani e Jack Aitken largarem na última posição da classe GTP. Depois de se recuperar até o sexto lugar, brasileiro admitiu que a corrida foi sobre limitar os danos em uma pista apertada

Sediada em Warren, no estado americano de Michigan, a Cadillac partiu para a quinta etapa da temporada 2024 do IMSA SportsCar, no último fim de semana, com o objetivo de fazer bonito no GP de Detroit, corrida de casa da equipe. No entanto, a dupla formada por Pipo Derani e Jack Aitken precisou largar na última posição da classe GTP após um problema na classificação, o que limitou bastante as possibilidades em um traçado apertado. No fim, o sexto lugar representou um controle de danos, segundo o brasileiro.

Derani ocupava o quinto posto na classificação quando acabou escapando por forçar demais e atingiu o muro. Responsável por acionar a bandeira vermelha, o brasileiro perdeu os dois melhores tempos da atividade e despencou para a décima posição, último lugar na classe GTP. A partir daí, Pipo e Aitken passaram a precisar de uma corrida de recuperação e ainda conseguiram ganhar quatro lugares, terminando com a sexta posição.

“Foi um dia em que corremos para limitar os nossos danos. Depois do que aconteceu na classificação, tentamos algo diferente para poder lutar pela vitória. Conseguimos evoluir, mas não foi o suficiente, pois dependíamos de uma bandeira amarela para estar na frente”, comentou Derani, que pilota o Cadillac #31 da Action Express Racing.

No entanto, o brasileiro preferiu olhar pelo lado positivo. Segundo ele, em uma prova tão difícil de ultrapassar, ganhar quatro posições e evitar terminar em último representou um bom resultado em um campeonato que ainda tem quatro etapas pela frente — Watkins Glen, Road America, Indianápolis e Petit Le Mans.

Em corrida difícil de ultrapassar, Derani e Aitken ainda conseguiram ganhar quatro posições (Foto: Brian Cleary)

“Terminamos em sexto, mas, durante a corrida, cheguei a pensar que terminaríamos em último por conta da amarela que não apareceu e não ajudou nossa estratégia. Obviamente, não foi um fim de semana fantástico para nós. Mas, quando pensamos em um campeonato longo, terminar em sexto — quando provavelmente você seria décimo — é um bom dia”, finalizou Derani.

Com três poles e três pódios na temporada, em Daytona, Long Beach e Laguna Seca, Derani e Aitken ocupam a quarta colocação do SportsCar no momento, com 1578 pontos conquistados. A liderança é de Dane Cameron e Felipe Nasr, do Porsche Penske #7, com 1669 tentos. Vencedores em Detroit com o Acura #10, Filipe Albuquerque e Ricky Taylor estão no sexto lugar, com 1430.

A próxima etapa do SportsCar acontece no dia 23 de junho, com as 6 Horas de Watkins Glen. Antes disso, entretanto, Derani se junta a Aitken e Felipe Drugovich para a disputa das 24 Horas de Le Mans entre 15 e 16 de junho, no WEC. O GRANDE PRÊMIO transmite as duas provas na íntegra, AO VIVO e COM IMAGENS no YouTube.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.