Alonso compara Daytona com F1 e diz que parte boa é “dar autógrafo até de dentro do carro”

Fernando Alonso começa sua vida fora da F1 no próximo final de semana, nas 24 Horas de Daytona. E parece estar mais tranquilo: comparando a prova à F1, disse que está feliz porque nos EUA pode até autografar objetos para torcedores mesmo estando já dentro de seu carro

Fernando Alonso começa sua vida fora da F1 no próximo final de semana, com as 24 Horas de Daytona. E parece já estar feliz de ter se afastado da categoria na qual correu por 18 anos.

O exemplo mais recente é de uma entrevista concedida ao site da IMSA SportsCar, a categoria da qual a prova faz parte. Porque o espanhol afirmou que o contato com o público, nos EUA, é maior do que na F1. E que isso é ótimo.

"Houve muitos momentos aqui ano passado e neste em que crianças subiram no carro. As pessoas ficam perto das equipes, dos pilotos e dos carros, podem tocar nos carros se quiserem. É algo impensável na F1 ou em qualquer competição na Europa. Acho que essa é a parte boa desse ambiente e dessa corrida", afirmou.

Fernando Alonso (Foto: Daytona International Speedway)

"Sei que será ainda maior quando todo o público estiver aqui. Quando sobe no carro, continua a dar autógrafos e tirando fotos, mesmo que já esteja em seu lugar", seguiu.

"às vezes tem que dizer a eles que está apressado e que deve entrar logo no carro, mas ao mesmo tempo aproveita, desfruta isso, é um evento muito bom. É bonito ver a paixão dos fãs quando chegam perto dos carros", finalizou o bicampeão mundial de F1.

Será a segunda participação de Alonso em Daytona – a primeira foi no último ano. Com a Cadillac, será parceiro de equipe de Renger Van Der Zande, Jordan Taylor e Kamui Kobayashi.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube