Castroneves e Ricky Taylor vencem em Mid-Ohio no SportsCar. Nasr e Derani fecham em 2º

Em grande fase, a dupla da Penske venceu pela terceira vez seguida na temporada 2020 do IMSA SportsCar depois de cruzar a linha de chegada com somente 0s607 de vantagem para o Cadillac #31 de Felipe Nasr e Pipo Derani

A dupla formada pelo brasileiro Helio Castroneves e pelo norte-americano Ricky Taylor a bordo do Penske Acura #7 vive grande fase. No último domingo (27), no circuito misto de Mid-Ohio, a tripulação venceu a prova e triunfou pela terceira vez consecutiva na temporada, dando sequência a uma arrancada impressionante na luta pelo título na principal classe do IMSA SportsCar, a DPi (Daytona Prototype).

Mas a batalha foi intensa com o Cadillac #31 da Action Express, pilotado pelos brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani. A dupla lutou até o fim e, no stint final da prova de 2h40min, Nasr cruzou a linha de chegada somente 0s607 do Acura pilotado no desfecho da corrida por Taylor. Renger Van der Zande e Ryan Briscoe, com o Cadillac #10 da Wayne Taylor Racing, fecharam o top-3 e se sustentam na liderança do campeonato, mas com vantagem cada vez menor.

RICKY TAYLOR; HELIO CASTRONEVES; MID-OHIO; IMSA; SPORTSCAR;
Ricky Taylor e Helio Castroneves venceram mais uma na temporada (Foto: Team Penske)

Contudo, o duo que protagonizou os primeiros momentos da corrida foi o do outro Acura Penske, o #6, pilotado por Dane Cameron e Juan Pablo Montoya, que largaram na pole-position. Cameron liderou o primeiro stint da corrida e entregou o volante do protótipo ao colombiano, que não conseguiu impor o mesmo ritmo de corrida do companheiro e, para piorar, acabou cometendo um erro e escapou da pista ao tentar ultrapassar um carro da classe GTD. Juan Pablo teve de ir para os boxes para que a equipe pudesse fazer os reparos no carro. O conjunto caiu para sétimo.

Por sua vez, Castroneves, que largou na segunda colocação com o Acura Penske #7, acabou perdendo uma posição com o avanço de Derani, que ganhou duas colocações na largada depois de ter iniciado a prova em quarto. Pipo chegou a assumir a liderança, permanecendo na ponta por 15 voltas, que foi perdida depois do pit-stop. Foi quando Helio e Ricky Taylor tomaram a dianteira.

Daí em diante, foi uma corrida de recuperação para a dupla do Acura Penske #6, que conseguiu ganhar boas posições e subiu para terceiro com pouco mais de dez minutos para o fim da corrida. Mas Montoya cometeu outro erro, na curva 1 do circuito americano, rodou e despencou no grid, terminando em sétimo lugar, três voltas atrás dos vencedores, que vibraram muito com mais uma conquista e a grande fase. Taylor, no último stint, liderou as últimas 30 voltas e segurou o ímpeto de Nasr antes de confirmar o terceiro triunfo seguido no campeonato.

RICKY TAYLOR; HELIO CASTRONEVES; MID-OHIO; IMSA; SPORTSCAR;
A bordo do Acura, Taylor e Castroneves venceram pela terceira vez seguida (Foto: Team Penske)

Castroneves, por exemplo, revelou nas redes sociais ter se emocionado com a vitória.

“Essa é uma junção de todos na Acura Penske, não somente Ricky e eu. Todos nós trabalhamos juntos e compartilhamos muitas informações. O carro #6 provavelmente foi um pouco mais rápido que o nosso hoje, mas, de alguma forma, continuamos vencendo. Mas soube ser paciente no começo, e isso nos ajudou a nos colocar aqui hoje”, destacou o brasileiro.

“Foi um enorme esforço da equipe durante todo o fim de semana. Todos aprendem uns com os outros, e acho que é por isso que essa equipe tem tanto sucesso”, complementou Taylor.

Mesmo muito perto da vitória, o resultado do domingo foi bastante favorável à dupla formada por Derani e Nasr. Foi o quarto pódio consecutivo da tripulação do Cadillac #31, que venceu em Sebring e também ficaram em terceiro nas etapas de Elkhart Lake e Road Atlanta.

“Todos fizeram um grande trabalho hoje. Larguei em quarto e, com uma manobra muito boa, imediatamente pulei para segundo. Um pouco mais tarde, assumi a ponta quando o Montoya cometeu um erro. Infelizmente, acabamos perdendo a liderança no pit-stop”, disse Derani. “Mas a equipe fez um trabalho fantástico. Conseguimos tirar alguns pontos dos líderes do campeonato e agora estou só três atrás”, acrescentou.

PIPO DERANI; FELIPE NASR; IMSA; MID-OHIO;
Pipo Derani e Helio Castroneves no pódio em Mid-Ohio (Foto: Brian Cleary)

Na classe GTLM, formada por apenas quatro carros, a vitória ficou com a dupla da Corvette formada pelos experientes Antonio García e Jordan Taylor, com Oliver Gavin e Tommy Milner, também da Corvette, fechando na segunda colocação, 1s472 atrás dos vencedores. E na GTD, Jack Hawksworth e Aaron Telitz, com um Lexus da AIM Vasser Sullivan, triunfaram após 108 voltas em Mid-Ohio.

Com sete etapas disputadas e mais quatro pela frente, Van der Zande e Briscoe lideram o campeonato com 180 pontos. Pipo Derani tem 177 e está na vice-liderança. A pontuação de Nasr, com 151, se explica em razão da sua ausência da etapa de Daytona em 4 de julho pelo fato de o piloto ter contraído coronavírus à época. Helio Castroneves e Ricky Taylor também encostaram na liderança e agora somam 175 pontos.

Para a classe DPi, a próxima etapa do campeonato vai ser disputada em 17 de outubro com uma das mais importantes provas do calendário, as 10 Horas de Petit Le Mans, em Road Atlanta. Antes, as classes GTLM e GTD vão correr em 10 de outubro a etapa do chamado roval (com trechos de circuito misto e de oval) em Charlotte.

Antes, Helio Castroneves vai voltar à Indy em um desafio diferente. O piloto vai correr pela McLaren, no lugar de Oliver Askew, a rodada dupla no circuito misto de Indianápolis no próximo fim de semana.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube