Chefão do Mundial de Endurance, Gérard Neveu anuncia saída do cargo ao fim de 2020

Hoje com 55 anos, o francês está à frente do Mundial de Endurance e também da European Le Mans Series desde 2012 e vai sair de cena depois das 8 Horas do Bahrein, em novembro

Além de marcar o fim da classe LMP1, as 8 Horas do Bahrein, etapa derradeira da supertemporada 2019/20 do Mundial de Endurance, vai representar também o encerramento de uma era na categoria. Um dos maiores responsáveis pela criação do WEC em 2012, Gérard Neveu, CEO da Le Mans Endurance Management e, na prática, chefão da competição e também do European Le Mans Series, vai deixar o cargo com o encerramento do campeonato.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (23). E, por enquanto, não há uma definição sobre quem será o sucessor do francês de 55 anos. Neveu, em seu discurso de despedida, ressaltou o novo horizonte que está por vir para o Mundial de Endurance com a adoção do regulamento dos hipercarros para a próxima temporada e também a convergência de regras entre WEC e o IMSA SportsCar, o que resulta na criação da classe LMDh.

No seu destaque, Neveu também ressaltou a importância do trabalho feito em conjunto com Pierre Fillon, presidente do Automóvel Clube do Oeste, também um dos organizadores da categoria.

GÉRARD NEVEU; WEC; ENDURANCE;
Gérard Neveu foi um dos responsáveis pela criação do WEC em 2012 (Foto: WEC)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Depois de nove anos à frente deste excelente programa de automobilismo, acho que é a hora de passar o bastão e permitir que uma nova vida seja tocada na organização sob o comando de Pierre Fillon”, destacou Neveu.

“Grandes páginas dos livros de história das corridas de longa duração serão abertas em alguns meses, em particular com a chegada da LMH (hipercarros) e da LMDh (Le Mans Daytona, que vai marcar a convergência entre os regulamentos do WEC e SportsCar), e não tenho dúvidas sobre os êxitos que estão por vir para esses campeonatos sob o guarda-chuva do ACO”, ressaltou o dirigente, que justificou a decisão de deixar a organização.

“Até lá, farei o meu melhor para terminar a temporada 2020 da melhor maneira possível. Então, vai chegar a hora de iniciar um caminho pessoal diferente em 2021”, disse.

No fim das contas, Gérard analisa que sai de cena deixando um legado positivo. “A missão que me foi confiada pelo Automóvel Clube do Oeste foi muito intensa e empolgante, e foi com muito orgulho que conduzi esses campeonatos sob a égide da ACO e da FIA. Pela confiança, gostaria de agradecer a todos os competidores do WEC e da ELMS, aos parceiros, aos fornecedores, à imprensa que nos acompanhou, aos promotores locais e a todos os circuitos que nos receberam ao redor do mundo”.

LE MANS; 24 HORAS DE LE MANS;
Neveu anunciou sua saída depois das 24 Horas de Le Mans no último fim de semana (Foto: Le Mans.org)

Ao completar seu discurso, Neveu agradeceu à equipe que o acompanhou ao longo dos últimos anos. “Meus pensamentos especiais vão para a maravilhosa equipe da LMEM, que tive o privilégio e o imenso prazer de liderar durante todo esse tempo. Vai continuar a ser uma soberba aventura humana e uma experiência única e que não pode ser apagada”, concluiu.

Fillon ressaltou a missão desempenhada por Neveu à frente do WEC e da European Le Mans Series. “Em uma equipe, para alcançar o sucesso, cada homem ou mulher dentro desta entidade desempenha um papel essencial. Ao criar e, acima de tudo, desenvolver o nosso Mundial de Endurance, Gérard Neveu foi um dos blocos de construção fundamentais por duas razões. Ele não só fez parte da fundação deste campeonato desde o começo, mas também foi o criador do Mundial de Endurance. Ao lado da equipe do ACO, ele fez esse campeonato acontecer para todos os nossos competidores”.

“O ACO e o WEC avançaram juntos. Travamos muitas batalhas para firmar nosso campeonato no mundo do automobilismo. As vitórias foram, portanto, maiores e, sobretudo, mais significativas e fecundas. Criar um campeonato mundial como este não é uma tarefa fácil, e fazê-lo brilhar no mundo ainda menos”, salientou o comandante do Automóvel Clube do Oeste.

“Por todas essas aventuras profissionais e humanas que vivemos juntos, agradeço com sinceridade ao Gérard. Saúdo, em particular, seu empenho, seu envolvimento e sua extraordinária energia. Daqui em diante, desejo o melhor nas suas futuras atividades profissionais. Do ponto de vista pessoal, ele vai permanecer como um membro da nossa família do endurance e, quaisquer que sejam suas atividades, há poucas dúvidas de que futuras colaborações vão surgir”, finalizou Fillon.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube