Nasr e Derani vencem em Elkhart Lake e entram de vez na briga pelo título do SportsCar

Felipe Nasr e Pipo Derani venceram pela segunda vez seguida no campeonato e voltaram ao Victory Lane em Road America depois do triunfo em Watkins Glen e estão bem vivos na luta pelo título na classe DPi. Na LMP3, Felipe Fraga foi ao pódio ao lado de Gar Robinson

Herta bateu no muro enquanto lutava pela vitória em Nashville (Vídeo: NBC)

O domingo (8) foi de glória para Felipe Nasr e Pipo Derani em Elkhart Lake, palco da nona etapa da temporada 2021 do IMSA SportsCar. A dupla brasileira alcançou pela segunda vez seguida o Victory Lane na temporada depois do triunfo conquistado há cinco semanas na corrida curta em Watkns Glen.

E novamente em uma prova mais curta, de 2h40min, a tripulação do Cadillac DPi #31 da Action Express levou a melhor em uma jornada marcada pela pole-position no sábado e por um jogo de estratégia de combustível nas voltas finais da prova. A dupla liderou o maior número de voltas ao longo da prova, 40, mas esteve atrás do Acura de Dane Cameron e Olivier Pla nas voltas finais.

O conjunto da Meyer Shank apostou em uma arriscada estratégia de combustível que acabou não se pagando. A bandeira amarela esperada pela dupla não veio, e Cameron teve de fazer um rápido reabastecimento a três giros para o fim, o que permitiu a Derani assumir a liderança da prova. Daí em diante, o paulista precisou dosar performance e consumo de combustível para chegar, junto com Nasr, a mais uma vitória na temporada e, de quebra, entrar de vez na luta pelo título do campeonato.

LEIA TAMBÉM
+Opinião GP: Metade de 2021 entrega prometido em F1 cheia de glória e lágrimas
+Nashville mistura Houston com Nova Orleans e entrega estreia caótica e interminável na Indy

PIPO DERANI; FELIPE NASR; ELKHART LAKE; IMSA SPORTSCAR;
Pipo Derani e Felipe Nasr foram ao Victory Lane em Road America (Foto: ImSA SportsCar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Os brasileiros terminaram com 1s594 de vantagem para o Mazda de Oliver Jarvis e Harry Tinchnell, a dupla segunda colocada na prova. Renger Van der Zande e Kevin Magnussen, com o Cadillac #01 da Ganassi, fecharam o top-3, seguidos por Ricky Taylor e Filipe Albuquerque, com o Acura da Wayne Taylor Racing. Cameron e Oliver Pla finalizaram apenas em quinto, enquanto Tristan Vautier e Loïc Duval, com um Cadillac da JDC-Miller fecharam a prova em sexto.

Na classe LMP2, a vitória ficou com Ryan Dalziel e Dwight Merriman, com um protótipo Oreca empurrado por motor Gibson. E na LMP3, o triunfo foi conquistado por Jon Benett e Colin Braun, da Core Autosport. Felipe Fraga, ao lado do seu companheiro de equipe, o norte-americano Gar Robinson, fechou o pódio da categoria com a equipe Riley Motorsports.

Entre os carros GT, na classe GT Le Mans, vitória para o Porsche da WeatherTech Racing de Cooper MacNeil e Matt Campbell. Com apenas três carros na categoria, o top-3 foi completado pelos Corvette de Antonio García e Jordan Taylor e Tommy Milner e Nick Tandy.

Na GT Daytona, com 15 carros inscritos, vitória de Zacharie Robichon ao lado de Laurens Vanthoor no Porsche da equipe Pfaff, seguido pelo BMW de Bill Auberlen e Robby Foley, da turner Motorsport, enquanto Patrick Long e Trent Hindman, da Wright Motorsports, levaram outro Porsche ao top-3.

A luta pelo título da classe DPi está bastante intensa com três etapas para o fim do campeonato. Filipe Albuquerque e Ricky Taylor ainda lideram e somam 2.380 pontos cada, mas Nasr e Derani encostaram de vez e estão agora apenas 41 tentos atrás. Tinkcnell e Jarvis estão em terceiro e somam 2.337 tentos cada. Magnussen e Van der Zande estão mais distantes e têm um total de 2.177 pontos cada, enquanto Cameron e Pla estão com 2.078. Ben Keating e Mikkel Jensen lideram na classe LMP2 e somam 1.422 cada, enquanto Gar Robinson ocupa o topo da LMP3 com 1.800 tentos. García e Jordan Taylor lideram na GT Le Mans e Bill Auberlen e Robby Foley comandam a tabela de pontos na GT Daytona.

A próxima etapa do campeonato está marcada para 12 de setembro e será disputada no tradicional circuito de Laguna Seca, na Califórnia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar