FOTO: Alonso recebe visita de Massa e inicia sessão de testes coletivos para 24h de Daytona

Fernando Alonso fez seu primeiro teste com o #23 da United Autosports em Daytona na tarde desta sexta-feira nos EUA. Ele foi o terceiro e último da equipe a ir para a pista, depois de Philip Hanson e Lando Norris, seus companheiros na prova que ocorre no final de janeiro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Fernando Alonso deu suas primeiras voltas no #23 da United Autosports no circuito de Daytona na tarde desta sexta-feira (5), dia dos primeiros testes oficiais para as 24 Horas locais, que ocorrem nos dias 27 e 28 deste mês.

E o asturiano recebeu uma visita ilustre: Felipe Massa esteve no autódromo americano, indo aos boxes da United para conversar com o ex-parceiro de F1. A McLaren, equipe de Alonso na F1 (e que tem como chefe Zak Brown, o mesmo da United), cobriu o teste do espanhol e divulgou imagem dele com o brasileiro.

Alonso entrou na pista faltando pouco mais de 10 minutos para o final dos testes. Ele foi o terceiro de sua equipe a testar o carro, atrás de Philip Hanson e Lando Norris, que formarão a equipe na corrida.

A melhor volta de Hanson, o primeiro deles a testar o carro, foi de 1min39s923, suficiente para um quinto lugar entre os protótipos. Já Norris entregou o carro para Alonso com a sexta colocação.

Em sua primeira volta, Alonso anotou 1min40s982. Em seguida, aumentou para 1min41s362. Melhorou na terceira tentativa, com 1min39s604 – e esta acabou sendo sua melhor volta. Norris entregou o melhor giro da equipe, com 1min38s170.

Esta é a estreia do bicampeão mundial da F1 em corridas de endurance. Possivelmente, faz parte de seu plano de correr Le Mans, também pela primeira vez, ainda neste ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube