Ganassi oficializa trio com Bamber, Lynn e Westbrook para temporada 2023 do WEC

A Ganassi vai correr com o hipercarro da Cadillac na temporada 2023 do Mundial de Endurance, e seu trio titular já está confirmado: Alexander Lynn, Earl Bamber e Richard Westbrook

A Ganassi confirmou nesta terça-feira (4) o trio que vai representar as cores da equipe na pilotagem do Cadillac V-LMDh na próxima temporada do WEC, o Mundial de Endurance da FIA. Dois nomes já esperados foram confirmados pelo time americano: o do neozelandês Earl Bamber e o do britânico Alex Lynn, enquanto Richard Westbrook será o terceiro escolhido.

Lynn já atuou ao longo da temporada 2022 pela Cadillac, participando da disputa do IMSA na categoria dos hipercarros, o que tornou o britânico uma escolha natural para o assento. Além disso, Alex venceu as 24 Horas de Le Mans na categoria LMGTE Pro em 2020 e chegou em sexto entre os carros da LMP2 este ano.

Relacionadas


Bamber também possui uma carreira recheada de experiências no endurance, inclusive com o título mundial do WEC em 2017 pela Porsche, em trio que ainda contava com o alemão Timo Bernhard e o também neozelandês Brendon Hartley. Dois anos depois, Earl ainda se sagrou campeão do IMSA pela Porsche, além de ter conquistado o terceiro lugar no Mundial FIA GT e de ser bicampeão das 24 Horas de Le Mans.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Earl Bamber vai compor o trio da Ganassi na disputa do WEC em 2023 (Foto: Cadillac)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“O WEC nos dá a oportunidade de correr a maior corrida do mundo, que é Le Mans, a joia da coroa do automobilismo”, ressaltou Bamber, sonhando com um tricampeonato na tradicional prova francesa. “Eu tive sorte o suficiente de vencê-la, e obviamente é um objetivo enorme para a Cadillac e para todos na Ganassi”, finalizou.

Por fim, Westbrook representa uma escolha baseada na experiência. Com 47 anos de idade, o britânico já venceu a tradicional corrida das 24 Horas de Daytona pela própria Ganassi, equipe que defendeu em três edições diferentes da disputa, em todas elas pilotando um Ford GT.

“Depois de quatro anos muito bons na Ganassi, eu tenho tantos amigos e sempre sonhei em voltar um dia”, afirmou Westbrook. “Simplesmente funcionou tão bem entre 2016 e 2019, e estou animado que tenhamos encontrado uma rota para nos juntarmos de novo. Mal posso esperar, é uma era animadora no automobilismo e estou ansioso para o desafio”, concluiu.

O calendário da temporada 2023 do WEC já foi divulgado pela FIA, com sete etapas confirmadas: Sebring, Portimão, Spa, Le Mans, Monza, Fuji e Bahrein. A primeira corrida da temporada acontece em 17 de março, cinco dias depois do prólogo — que marca a abertura do campeonato, também em Sebring, antes da primeira etapa oficial —, enquanto o encerramento está agendado para 4 de novembro.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.