Peugeot aproveita regra dos hipercarros e acerta entrada no WEC em 2022

A Peugeot anunciou sua entrada no Mundial de Endurance a partir de 2022. Sem maiores detalhes, a montadora francesa confirmou que vai se unir a Toyota e Aston Martin, que vão fazer parte da categoria com os hipercarros

A Peugeot é a terceira montadora a confirmar presença no grid do Mundial de Endurance com os hipercarros. A montadora francesa, que faz parte do grupo PSA — que comanda também Citroën, DS e Opel — não deu maiores detalhes da sua entrada na categoria, mas assegurou que vai se unir ao grid a partir de 2022.

 
 
A montadora francesa vai fazer sua estreia no Mundial de Endurance dez anos depois de anunciar, de forma abrupta, sua saída do campeonato. Vencedora das 24 Horas de Le Mans em 1992, 1993 e 2009, a marca anunciou sua saída do programa de endurance na classe LMP1 justamente no ano em que teve início a disputa do WEC no seu novo formato. 
A Peugeot vai ingressar no Mundial de Endurance em 2022 (Foto: Peugeot)
À época, Lucas Di Grassi negociava com a Peugeot, mas teve de mudar seus planos, sendo contratado posteriormente pela Audi para o Mundial de Endurance e, depois, para a Fórmula E.
 
De acordo com o site norte-americano ‘Motorsport.com’, a expectativa é que a Peugeot anuncie seu cronograma completo no começo de 2020 com um projeto em que há possibilidades de envolvimento também de Oreca e Rebellion.
 
Jean-Marc Finot, diretor-esportivo do grupo PSA, destacou a importância de a Peugeot voltar a ter seu programa de endurance aproveitando o novo regulamento dos hipercarros.
 
“Estou muito empolgado com a perspectiva de desafiar o talento e a paixão da minha equipe neste projeto. É um novo desafio e sei que nossos especialistas vão tomar isso como outra demonstração da sua vontade de vencer com as equipes bancadas pelas marcas do grupo PSA, movidas pela sua larga experiência em campeonatos de topo da FIA e com fome de sucesso”, disse.
 
Assim, a Peugeot volta a fazer parte da elite do esporte a motor. O último grande projeto da marca foi a participação no Rali Dakar, cujo ciclo foi encerrado em 2018. A Citroën, marca do grupo PSA, segue atuante no Mundial de Rali, enquanto a DS Techeetah é a equipe campeã da Fórmula E e ajudou Jean-Éric Vergne a faturar o bicampeonato na categoria dos carros elétricos.
Paddockast # 41
MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar